facebook pixel code

Ventilação Mecânica: Indicações e Modos Ventilatórios

Extensão Carga Horária: 5 h Modalidade: EaD

Área de Conhecimento: Saúde


Assista a vídeo aula demonstrativa

Apresentação:
A ventilação mecânica invasiva é uma das coisas mais importantes na terapia intensiva e tem como objetivo dar o suporte ventilatório em situações clínicas críticas promovendo o repouso total ou parcial do sistema respiratório até a sua recuperação. Para tanto, se faz necessário um aprendizado específico para o manejo da ventilação mecânica desde a admissão, com escolha do modo ventilatório e titulação das suas variáveis, como também na monitorização do seu uso para se obter uma otimização da troca gasosa e da mecânica respiratória. Diante disto e do papel que a fisioterapia tem junto ao manejo da ventilação mecânica, este curso tem como objetivo capacitar o fisioterapeuta para o entendimento da ventilação mecânica e o seu uso no paciente.

Objetivo:
Será abordado as indicações da ventilação mecânica, histórico da ventilação mecânica, os tipos de ventiladores e sua evolução, as variáveis ventilatórias, os modos ventilatórios e suas variáveis ventilatórias, admissão do paciente na ventilação mecânica e o entendimento da monitorização da mecânica ventilatória com o objetivo de otimizar troca gasosa e evitar danos ao tecido pulmonar.

Disciplinas:


As principais indicações da ventilação mecânica.
Insuficiência respiratória aguda e os seus tipos do ponto de vista fisiológico.
Histórico da ventilação mecânica: o início de tudo com a ventilação mecânica com pressão negativa até os dias atuais.
Os tipos de ventiladores mecânicos disponíveis no mercado e suas particularidades.
Ventilador mecânico convencional e de alta frequência.
Características técnicas do ventilador e suas formas de funcionamento.
Montagem do ventilador mecânico.
Ciclo ventilatório/ mecanismos de ciclagem: pressão, volume, tempo e fluxo. Mecanismos de controle e disparo.
Modos ventilatórios: controlados, assisto-controlados e espontâneos.
Variáveis ventilatórias: volume corrente (VC),fração inspirada de oxigênio (FiO2), frequência ventilatória (FR), volume minuto (VMin), fluxo, ondas de fluxo, relação ins:exp, PEEP e pressões no sistema respiratório.
Via aérea / aferição e manutenção da pressão cuff/posicionamento tubo orotraqueal.
Parâmetros iniciais para admissão na VM.
Modo volume controlado: características e monitorização.
Monitorização da mecânica pulmonar: complacência e resistência do sistema respiratório.
Modo pressão controlada (PCV): características e monitorização.
Modo Presão de suporte ventilatório (PSV): características e monitorização.

Pré-requisitos:
Fisioterapeutas

Público Alvo:
Fisioterapeutas