facebook pixel code

Moto movida à água evita poluição do ar que respiramos

No trânsito travado que enfrentamos hoje, nas grandes cidades, já nos acostumamos a sentir aquele cheiro desagradável que sai dos escapamentos de caminhões, dos ônibus e mesmo de carros que não passam por revisão regular.

04

JAN

Mas você sabia que motocicletas poluem mais do que os carros?

Pois é, dessa você não sabia, mas uma pesquisa realizada pela Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) revelou que os gases que saem desses veículos super ligeiros são quatro vezes mais prejudiciais para o ambiente. Leia-se para para contaminar o ar que respiramos.

Pois um funcionário público de Itu decidiu reverter esta situação e inventou a motocicleta T Power H20, que segundo ele, emite zero de poluentes enquanto trafega.

De acordo com Ricardo Azevedo, isso acontece porque, ao invés de combustível convencional, ele abastece a moto com água poluída. O motor, capaz de capturar as móleculas de hidrogênio presentes na água, as transforma em eletricidade para que o veículo funcione.

O que sobra, vapor de água, é jogado de volta na atmosfera.

Segundo Azevedo, é possível, também utilizar água potável, porém, a ideia é - justamente - evitar o uso de recursos naturais.

Ainda segundo informações do inventor, com um litro do líquido , a moto faz cerca de 500 quilômetros.

Interessante, não?

[Fonte: Blog da Engenharia]