facebook pixel code

Startup brasileira desenvolve plataforma que reúne psicólogos para consultas gratuitas. Maior objetivo é oferecer suporte para adolescentes e reduzir o número de suicídios

É sabido que a adolescência é uma fase da vida um tanto tumultuada. Sem saber, exatamente, o que fazer com os hormônios em plena ebulição, os jovens são tomados pela necessidade urgente de pertencimento a um grupo e,  quando isso não acontece, ganham espaço os transtornos de ordem psicológica.

Startup brasileira desenvolve plataforma que reúne psicólogos para consultas gratuitas. Maior objetivo é oferecer suporte para adolescentes e reduzir o número de suicídios

07

OUT

Tais alterações comportamentais podem se apresentar em forma de exclusão social ou, talvez, no outro extremo, com atitudes de extrema rebeldia. No entanto, um dos que têm sido mais relatados é o suicídio.

Denúncias sobre o “desafio da Baleia Azul” invadiram o noticiário e revelaram uma ferida exposta – nessa faixa específica da população – que muita gente ignorava. No tal jogo, adolescentes cooptados por aliciadores na internet recebem “desafios macabros” e são obrigados a cumpri-los até que cheguem ao derradeiro, último e irreversível: tirar a própria vida.

A série “’13 Reasons Why’, da Netflix, ajudou a jogar luz sobre o assunto e fez com que mais gente parasse para prestar atenção no assunto.

Por que, afinal, tantos jovens – no Brasil e no mundo – têm tirado a vida por enxergar esta como a única solução para os problemas?

As respostas podem ser as mais variadas, mas, fato é que essas pessoas precisam – muito! – de ajuda, de alguém para conversar.

Pensando em aproximar esses jovens de especialistas que, muitas vezes, estão longe do raio de alcance deles, uma startup brasileira – a Vittude – desenvolveu uma plataforma em que é possível encontrar psicólogos e agendar consultas gratuitas. São, ao todo, 2.500 profissionais integrantes de uma campanha que se propõe a ajudar na prevenção do suicídio e incentivar a psicoterapia entre jovens vulneráveis.

Os profissionais participantes são de diversos lugares do Brasil e de países vizinhos (como a Argentina e o Peru) e as consultas – voluntárias – são oferecidas nos formatos presencial e on-line. Merecem especial atenção os pacientes que residem em locais distantes dos grandes centros urbanos.

Eis uma ajuda inestimável para que jovens que não têm conseguido enxergar uma luz no fim do túnel recebam o suporte de que precisam.

Aos que tiverem interesse em entrar em contato, o endereço do blog da Vittude é https://www.vittude.com/blog/ e a página no Facebook é https://www.facebook.com/vittudebr/.

[Fonte: Veja.com]