facebook pixel code

Um tema para sua reflexão, professor (a) de Educação Física: como introduzir alunos com necessidades especiais nas atividades físicas?

Hoje, a conversa é com você, profissional de Educação Física.

Um tema para sua reflexão, professor (a) de Educação Física: como introduzir alunos com necessidades especiais nas atividades físicas?

09

JUL

Você já pensou – de forma mais detida – sobre a inclusão escolar de pessoas com necessidades especiais?

Sempre que o assunto vem à baila destaca-se a importância suprema que tem a formação / preparação adequada dos professores.

Pois é, mas o que é preciso ter em mente é que a referida elaboração profissional não se encerra com o final do curso de graduação.

E a pós-graduação, por si só, não preencherá a lacuna, se ela existir.

A verdade é que o que existe atualmente, infelizmente, é uma distância enorme entre o conhecimento produzido academicamente e os serviços ofertados para pessoas com necessidades especiais.

A afirmação – contida em inúmeros estudos já realizados – fica especialmente preocupante se considerarmos que a Educação Física Adaptada é um campo de atuação profissional que se apóia em conhecimento básico de natureza multidisciplinar.

O que deixamos aqui – para que você reflita a respeito – é que os debates acadêmicos que sustentam a Educação Física precisam ser aprimorados e estar mais próximos das questões vivenciadas no dia-a-dia da intervenção profissional.

Sob o prisma da inclusão escolar de pessoas que apresentam deficiência, tal elucubração adquire contornos especiais.

Motivo?

É que é a partir da aceitação do processo de ensino nas aulas de Educação Física como importante ferramenta de construção de ambiente propício para vivências motoras significativas é que se descortina a possibilidade – por parte dos professores de Educação Física – de intervenção na realidade de alunos que apresentem deficiência.

E você, concorda?

O que pensa a respeito?

[Fonte: Portal da Educação Física]