facebook pixel code

Quer cuidar bem da sua saúde e ajudar a combater o estresse (o dos outros e o seu)? Abrace!

“Ah, me dá aqui um abraço!”.

Quer cuidar bem da sua saúde e ajudar a combater o estresse (o dos outros e o seu)? Abrace!

09

JAN

Tão gostoso ouvir isso, não?

Receber o afago em questão é ainda melhor. Especialmente, quando algo não vai bem.

Todo mundo já passou por situações complicadas na vida, momentos difíceis que nos deixam muito mais sensíveis. E o abraço que citamos acima – adivinha? –  ajuda a
aplacar a angústia.

Verdade!

Ao longo da História, inúmeros estudos já revelaram que, quando tocamos ou somos tocados, partes específicas do nosso cérebro são ativadas, o que pode influenciar
processos de pensamentos, reações e respostas fisiológicas.

O mais recente vem da Finlândia e traz o contraponto da oferta do carinho. Publicada na revista científica “Scientific Reports”, a pesquisa revelou que o toque pode produzir
efeito positivo ou negativo dependendo do contexto em que ocorre.
 
Os autores explicam que o toque não leva, necessariamente, a emoções positivas. Depende das características / diferenças culturais. Elas podem fazer com que o toque seja
interpretado como uma violação da distância interpessoal.

Tá, tá, existem as variações locais, poréééém, os pesquisadores não param de encontrar benefícios no contato físico entre as pessoas. Mais uma pesquisa, dessa vez publicada
na revista “Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS)”, trouxe que tocar (ou ser tocado/a) é importante para o ser humano quando existe a necessidade de
comunicar emoções e manter relacionamentos (sejam eles românticos, fraternos ou de amizade).

Olha que interessante!

Então, já deu um abraço bem forte em alguém hoje?

Pode aliviar o estresse da outra pessoa...e o seu também!


[Fonte: Veja.com]