facebook pixel code

Data de Início

28/08/2017

Carga Horária: 490 h

O curso possui carga horária total de 490h, subdivididas em 10 disciplinas específicas e 3 disciplinas dedicadas a pesquisa, estudos individuais e/ou coletivos e produção do TCC. As disciplinas específicas são concluídas em 14 meses somados a 2 meses para as disciplinas dedicadas a elaboração do TCC, totalizando 16 meses de curso. Os encontros acontecem nos dias das provas presenciais (em dois momentos do curso) e na apresentação do artigo científico, para a conclusão de curso. Prática presencial opcional (extracurricular) de 20 horas – com certificação e valor adicional de R$ 450,00 - (realizada na Interfisio - Rio de Janeiro).

Pré-requisitos

Portadores de Diplomas de Graduação em Fisioterapia.

Público-alvo

Portadores de Diplomas de Graduação em Fisioterapia.

Objetivos

Capacitar, atualizar e aperfeiçoar fisioterapeutas nos aspectos teóricos e práticos encontrados nas UTI.

a) Rever e aprofundar os conhecimentos anátomo-fisiológicos e fisiopatológicos do sistema cardiorrespiratório, neurológico e osteomioarticular do paciente crítico.

b) Aperfeiçoar os fundamentos do suporte ventilatório mecânico, enfatizando a literatura atualizada e investigação científica.

c) Capacitar o participante a avaliar, elaborar e implementar o melhor programa de recursos fisioterapêuticos e;

d) Desenvolver o senso crítico nas diversas intervenções da fisioterapia na UTI.

Investimento

Inscrição: R$ 120,00

Mensalidades:
  • 18 x R$ 435,00

INSCREVA-SE

Educação a Distância - Início do curso: 2° Semestre de 2017

* Forma de pagamento:




APRESENTAÇÃO


O tratamento prestado às pessoas nas Unidades de Terapia Intensiva- UTI deve ser específico e atualizado com o intuito de resgatar as condições ideais de saúde de pessoas portadoras de enfermidades críticas. A qualidade de assistência prestada pela equipe da UTI vai fazer a diferença no resultado final e também no período de alta da UTI. Isto tudo está diretamente relacionada com os avanços da ciência em máquinas, medicações e, principalmente, da qualificação dos profissionais que integram a equipe da UTI como médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, nutricionistas e fonoaudiólogos. A portaria GM/MS/Nº 2918, de 09 de junho de 1998, publicada n o DOU nº111, de 15 de junho de 1998 estabelece, dentre várias normas para uma UTI existir, preconiza-se, dentre outras coisas, a existência de um profissional de Fisioterapia na UTI para cada 10 leitos de pacientes durante vinte quatro horas. O Fisioterapeuta que trabalha na UTI necessita de uma especialização profissional destinada à assistência ao paciente crítico. Isto também virou uma recomendação da Anvisa (RDC). O trabalho do fisioterapeuta envolve conhecimento específico, diretamente ligado ao quadro clínico que a doença do paciente apresenta, que envolve aspectos funcionais cardiorrespiratórios e osteomioarticular. Para tanto, a atuação do fisioterapeuta é fundamental desse o momento crítico da doença como também durante período de estabilização e melhora com intuito de promover a reabilitação precoce do paciente. Buscando atender a essa especificidade da fisioterapia, elaboramos um programa, fundamentado no que se preconiza a atuação do fisioterapeuta na UTI, para o Curso de Pós-Graduação Lato Sensu Fisioterapia em Unidade de terapia Intensiva.

DISCIPLINAS


FISIOLOGIA RESPIRATÓRIA E PRINCÍPIOS DA VENTILAÇÃO MECÂNICA - 35h
Ementa:
  • Verificar e correlacionar a função do sistema Cardiorrespiratório em conjunto com as propriedades mecânicas do sistema respiratório e sua interação com o sistema cardiovascular. Entender a relação ventilação/ perfusão e os mecanismos de troca e transporte de gases. Analisar quais as variações patológicas e situações especiais destes sistemas no paciente crítico em ventilação espontânea e em ventilação mecânica. Além disso, este módulo também irá conceituar os fundamentos da ventilação mecânica e os módulos ventilatórios básicos: ventilação volume controlado (VCV), ventilação pressão controlada (PCV), volume assistido (VA), ventilação mandatória intermitente sincronizada (PSV) e pressão de suporte (PSV). Os modos serão abordados levando-se em conta os parâmetros, forma de titulação e monitorização dos efeitos biomecânicos/pulmonares durante a ventilação do paciente.

CARDIOINTENSIVISMO: FISIOPATOLOGIA, MONITORIZAÇÃO E VENTILAÇÃO MECÂNICA - 35h
Ementa:
  • Este módulo aborda conceitos da fisiologia e morfofisiologia direcionando para o conhecimento da fisiopatologia, prevenção, monitorização e tratamento das principais doenças do sistema cardiovascular como Arritmias, Coronariopatias, Insuficiência Cardíaca, Revascularização Miocárdica, Valvoplastias e as possíveis complicações. Neste módulo também será abordado a ventilação mecânica e sua aplicabilidade e intervenções/cuidados.

PNEUMOINTENSIVISMO 1: FISIOPATOLOGIA, MONITORIZAÇÃO E VENTILAÇÃO MECÂNICA - 35h
Ementa:
  • Este módulo aborda conceitos da fisiologia e morfofisiologia direcionando para o conhecimento da fisiopatologia, prevenção, monitorização e tratamento das principais doenças respiratórias obstrutivas e restritivas. Neste módulo também será abordado a ventilação mecânica e sua aplicabilidade nas diversas afecções respiratórias obstrutivas e restritivas com ênfase na monitorização e otimização da mecânica através da verificação dos gráficos de fluxo e complacência respiratória para evitar Auto PEEP e Assincronias na ventilação mecânica.

PNEUMOINTENSIVISMO 1: FISIOPATOLOGIA, MONITORIZAÇÃO E VENTILAÇÃO MECÂNICA - 35h
Ementa:
  • Este módulo aborda conceitos da fisiologia e morfofisiologia direcionando para o conhecimento da fisiopatologia, prevenção, monitorização e tratamento das principais doenças respiratórias que apresentem aspecto inflamatório como SIRS, SARA, Infecções respiratórias dentre outras. Neste módulo também será abordado a ventilação mecânica e sua aplicabilidade com ênfase na melhor escolha do modo ventilatório e mecanismo de verificação/otimização da complacência através do PEEP ideal, Recrutamento Alveolar, Ventilação Protetora Pulmonar e uso de Circulação Extra Corpórea. Será abordado as formas de encontrar o PEEP ideal e os tipos/ indicação de Manobras de Recrutamento Alveolar. 

NEUROINTENSIVISMOS: FISIOPATOLOGIA, MONITORIZAÇÃO E VENTILAÇÃO MECÂNICA - 35h
Ementa:
  • Este módulo aborda conceitos da fisiologia e morfofisiologia direcionando para o conhecimento da fisiopatologia, prevenção, monitorização e tratamento das principais doenças neurlógicas como TCE, Acidente vascular, TRM, Hipertensão intracraniana dentre outras como doenças neuromusculares. Neste módulo também será abordado a ventilação mecânica protetora neurológica baseado na monitorização da PIC, consumo cerebral de oxigênio e da pressão de perfusão cerebral bem como demonstrar os mecanismos de monitorização cerebral e ventilatória invasivas e não invasivas.

OXIGENOTERAPIA E VENTILAÇÃO MECÂNICA NÃO-INVASIVA - 35h
Ementa:
  • Este módulo irá verificar as indicações e aplicabilidade do suporte de oxigênio e/ou da ventilação mecânica não-invasiva nas diferentes enfermidades cardíacas, respiratórias, neuromusculares na emergência, UTI, domicilio ou como ferramenta da conduta fisioterápica. Será discutido os critérios de sucesso ou interrupção do suporte assim como a forma de aplicar versus benefício e tolerância do paciente. O módulo irá abordar as formas de VNI ( BILEVEL ou CPAP), a titulação dos parâmetros, quais interfaces indicadas e a monitorização de todo processo com identificação de sinais de alerta, segurança e interrupção.

IMAGINOLOGIA, FARMACOLOGIA E EXAMES COMPLEMENTARES APLICADA A TERAPIA INTENSIVA - 35h
Ementa:
  • Este módulo promove o conhecimento dos métodos de diagnósticos por imagem utilizados nas unidades de terapia intensiva fornecendo desta forma, subsídios para o estudo das estruturas anatômicas e as principais alterações na imagem que sugerem patologia nos pacientes em terapia intensiva atravos do RX, TC e RNM. Será também abordado exames laboratoriais e suas alterações/correlação com o paciente na terapia intensiva como: hematócrito, taxa de leucócitos, Insulina, PCR, marcadores hepáticos, marcadores musculares específicos e inespecíficos, eletrólitos, marcadores renais dentre outros. O módulo ainda abordará os fármacos mais utilizados no dia a dia da UTI e suas ações farmacocinéticas bem como efeitos colaterais relacionados a reablitação.

DESMAME DA VENTILAÇÃO MECÂNICA E PROTOCOLOS DE TREINAMENTO MUSCULAR - 35h
Ementa: 
  • Este módulo objetiva avaliar a descontinuação do paciente da ventilação mecânica e eleger as ferramentas para pré dizer o sucesso do paciente como os índices de desmame versus a clínica do paciente. Serão  discutido os tipos de desmame e como atuar junto ao desmame difícil e eleger as formas de treinamento muscular através cargas lineares ( power breathe e treshold)

RECURSOS FISIOTERAPÊUTICOS NA UTI - 35h
Ementa:
  • Este módulo personaliza o papel do fisioterapeuta na UTI objetivando a reabilitação do paciente crítico em ventilação mecânica ou espontânea através do o uso de um arsenal de técnicas fisioterápicas, cinesioterapia e/ou aparelhagem específica. Além disso, será abordado as diversas formas de reintegrar o paciente crítico para alta e recuperação de suas atividades funcionais de forma qualitativa e/ou adaptada.

DIAGNÓSTICO FISIOTERAPÊUTICO E IMPLEMENTAÇÃO DE UM PROGRAMA DE REABILITAÇÂO NA UTI. - 35h
Ementa:
  • A proposta deste módulo é desenvolver conceitos de avaliação fisioterapêutica sobre o perfil do paciente crítico, submetido ou não a assistência ventilatória, elucidando qual a melhor proposta de tratamento que a fisioterapia poderá desempenhar diante de um diagnóstico fisioterapêutico. O módulo visa a discussão de casos clínicos e a forma de assistência versus a reabilitação funcional do paciente crítico baseado em avaliação com escalas funcionais e a instituição de metas e prognósticos de reabilitação. Este módulo também irá verifica implementar um programa de fisioterapia para ser realizado nos pacientes críticos com ênfase motora e aplicado em diferentes enfermidades, visando a interpretação fisiológica da reabilitação na UTI como um fator preponderante para o restabelecimento do paciente. Conceitos de neuroplasticidade e posturas são abordados com intuito de levar o fisioterapeuta a entender o paciente como um todo.

METODOLOGIA CIENTÍFICA - 35h
Ementa:
  • Introdução aos conceitos básicos da metodologia científica.  A ciência e a produção de conhecimento. Os tipos de pesquisa e os instrumentos de coleta de dados. O projeto de pesquisa. Estilo da redação técnico-científica. Fundamentação teórica na construção do texto. Elementos pré-textuais, textuais e pós-textuais. Citações: conceito, características e tipologia.

ORIENTAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - 35h
Ementa:
  • Elaboração, orientação e entrega do Trabalho de Conclusão do Curso - TCC (artigo científico), que envolve o levantamento, a análise e a difusão dos resultados obtidos na pesquisa realizada pelo discente, obedecendo às normas e regulamentos metodológicos. Defesa do respectivo trabalho perante a Banca Avaliadora.

TEMPO DE ESTUDO INDIVIDUAL OU EM GRUPO - 70h
Ementa:
  • Estudo individual ou em grupo, visando o aperfeiçoamento de questões teórico metodológicas relacionadas ao currículo.

COORDENADOR

Patrícia Vieira Fernandes

Coordenador

Especialista em terapia intensiva pela UNESA / Título de Especialista pela ASSOBRAFIR Coordenadora de Fisioterapia dos hospitais Rios D'Or e Norte D'Or da Rede D'Or/São Luiz, Diretora de Ensino do Grupo InterFISIO.

Ezequiel Mânica Pianezzola

Coordenador

Especialista em terapia Intensiva pela IBMR, Especialista pela ASSOBRAFIR, Ft. Coordenador da Terapia Intensiva dos Hospitais Rios e Norte D'Or da Rede D'Or/São Luiz e Coordenador de Fisioterapia do Hospital Niterói D'Or.

PROFESSOR

Indiana Maria Araújo

Doutora em ciências pela UFRJ, Ft. Coordenadora da Unidade Internação Hospital Esperança, Fisioterapeuta dos hospitais PROCAPE e Agamenon Magalhães, diretor da Pulmocárdio Fisioterapia.

Sérgio Nogueira Nemer

Doutor em Pneumologia pela USP, Especialista pela ASSOBRAFIR, Ft.Coordenador Hospital Polícia Militar de Nitéroi.

Leonardo Cordeiro

Doutor em Ciências Médicas pela UFF,Título de Especialista pela ASSOBRAFIR,Coordenador de Fisioterapia do Hospital Icaraí e de Clínicas de São Gonçalo.Doutor em Ciências Médicas pela UFF,Título de Especialista pela ASSOBRAFIR,Coordenador de Fisioterapia do Hospital Icaraí e de Clínicas de São Gonçalo.

José Aires Neto

Mestre em ciências FEPECS, Especialista pela ASSOBRAFIR, Coordenador dos hospitais Santa Luzia e Santa Helena, coordenador Técnico-científico da Qualifisio Fisioterapia.

Eduardo Ériko Tenório França

Mestre em Biofísica pela UFPE, Especialista pela ASSOBRAFIR, Fisioterapeuta do Hospital Agamenon Magalhães; Coordenador Técnico-científico da Pulmocardio Fisioterapia.

Anna Carolina Jaccoud

Especialista Pneumofuncional pela Castelo Branco, Coordenadora de Fisioterapia do Instituto Estadual do Cérebro Paulo Niemeyer.

Saint-Clair Gomes Bernardes Neto

Mestre em Gerontologia UCB, professor do curso de Fisioterapia UNESA (RN) e coordenador do departamento de Educação Continuada da Qualifisio.

Marcus David Parada Godoy

Mestre Ciências UFRJ, Título de Especialista pela ASSOBRAFIR, Ft. Coordenador da Terapia Intensiva Hospital de Clínicas São Gonçalo.

Francimar Ferrari Ramos

Mestre em Fisiologia pela UFPE, Especialista pela ASSOBRAFIR, Fisioterapeuta do Hospital Agamenon Magalhães; Coordenador dos Hospitais Esperança Rede Dor/São Luiz e Jayme da Fonte, coordenador Técnico-científico da Pulmocardio Fisioterapia.

Duvidas Frequentes

1. Como é a Pós-Graduação EaD da UniRedentor?

Um curso de excelência, desenvolvido e coordenado por profissionais de destaque, ensinando a você o que realmente importa para destacar-se no mercado de trabalho.
É assim a Pós-graduação da UniRedentor.

2. Como o curso é organizado?

O curso conta com 10 (dez) disciplinas específicas, abordando os temas mais relevantes da área, de forma direta e aplicada, e 03 (três) de estudo e produção do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Cada disciplina tem carga horária de 35 (trinta e cinco) horas, com duração de 05 (cinco) semanas, que deverão ser concluídas em 15 meses. Entre uma disciplina e outra você terá um intervalo de 01(uma) semana para concluir as atividades pendentes ou relaxar, se estiver tudo em dia. Este calendário estará disponível no início do curso.

3. Como é a plataforma de ensino?

Nossa plataforma de estudos e uma das mais avançadas do mundo, chamada Black Board (Bb). Esta plataforma é utilizada por importantes instituições de ensino, empresas e até mesmo pelas Academias Militares Americanas e Europeias. Dessa forma, oferecemos o que há de mais moderno e atual aos nossos alunos, que poderão estudar acessando o ambiente do seu computador, tablet e até mesmo no seu smartphone. Na plataforma todos os vídeos, textos e exercícios estarão disponíveis até a conclusão do curso.

4. Como acontece a disciplina?

As disciplinas contam com videoaulas dinâmicas, gravadas em sequência, para serem assistidas de acordo coma sua disponibilidade, seguindo o calendário estabelecido pela disciplina. Além disso, você terá acesso a artigos científicos e bibliotecas digitais que fornecem material de estudo completar à sua formação.

Em cada disciplina você terá exercícios avaliativos e vai interagir com os mesmos professores que gravaram as videoaulas. Eles estarão disponíveis para atender as suas dúvidas e participar de fóruns de discussão sobre temas do dia a dia profissional.

5. Como serão as Avaliações?

As avaliações são divididas em 02 (dois) grupos. As atividades online, feitas na plataforma, valendo 4,0 (quatro) pontos e a avaliação presencial, valendo 6,0 (seis) pontos, totalizando 10,0(dez) pontos por disciplina. Para ser aprovado você deve alcançar um total de 7,0 (sete) pontos por disciplina.

As avaliações presenciais podem ocorrer em 02 momentos (datas diferentes) do curso ou em 01 momento (única data), fica a sua escolha, ou seja, 02 avaliações presenciais (a primeira na conclusão da 5ª disciplina específica e a segunda na conclusão da 10ª disciplina específica) ou (a primeira e a segunda na conclusão da 10ª disciplina específica), além da apresentação do TCC. Ambas deverão ser agendadas com nossa secretaria e devem ser realizadas no polo mais perto de você.

Nos casos de reprovação em alguma disciplina, a prova final será online.

Conforme as regras do MEC, além da prova escrita, você apresentará um artigo científico (TCC). Para a produção do mesmo, você receberá a orientação de professores do curso que lhe conduzirão na escrita de um material no padrão solicitado para publicação em revistas científicas da sua área.

Após o fim da orientação de TCC, você terá até 04 (quatro) meses para concluir o seu trabalho final.

6. Onde são os polos?

Abaixo segue uma lista de cidades que você poderá escolher para fazer as provas e a apresentação do trabalho de conclusão. 

Estado / Cidade

- Amazonas - Manaus
- Bahia - Salvador / Paulo Afonso
- Ceará - Fortaleza
- Distrito Federal- Brasília
- Espirito Santo - Vitória / Vila Velha
- Goiás - Goiânia
- Mato Grosso do Sul - Dourados
- Minas Gerais - Belo Horizonte / Juiz de Fora / Uberlândia
- Pará - Belém
- Paraná - Curitiba
- Pernambuco - Recife
- Piauí - Teresina
- Rio de Janeiro - Campos dos Goytacazes / Itaperuna / Paraíba do Sul / Rio de Janeiro / Queimados
- Rio Grande do Sul - Porto Alegre
- São Paulo - São Paulo

O local, dia e horário disponível nestas cidades será informado na confirmação do agendamento das avaliações.

CURTA NOSSA PÁGINA