facebook pixel code

Alfabetização e Letramento: Múltiplas Linguagens

Pós-Graduação Carga Horária: 360 h Modalidade: Presencial

Área de Conhecimento: Educação

Alfabetização e Letramento: Múltiplas Linguagens


Apresentação:

A Pós em Alfabetização e Letramento: Múltiplas Linguagens visa capacitar profissionais para práticas docentes reflexivas, que articulem o conhecimento do desenvolvimento humano às dimensões do processo evolutivo da alfabetização, assim como as perspectivas sociais e contextualizadas do letramento, reconhecendo as múltiplas linguagens e a interdisciplinaridade essenciais à excelência da aprendizagem.

Disciplinas:

Contexto e Evolução da Alfabetização no Brasil (20h)

  • História da Educação e a alfabetização: 1º momento do Descobrimento até 1890; 2º momento de 1890 a 1920: Reorganização do currículo nas escolas; 3º momento de 1920 a 1980 (O movimento pela democratização da escola e a autonomia didática); Rupturas e influências históricas da alfabetização a partir da década de 80
  • Dimensão histórica da análise do discurso da escrita alfabética: A metodização do ensino da leitura; Os Métodos Sintéticos: Alfabético; Fônico; Silábico; Os Métodos Analíticos: Palavração e Sintetização; Global de contos;Natural; Imersão; Cartilhas de alfabetização; Os livros didáticos
  • O Construtivismo: concepção de aprendizagem ou metodologia de alfabetização?
  • Constituição dos sentidos e do sujeito da escolarização

Ampliando concepções: Alfabetização e Letramento (20h)

  • Repensando o ensino da língua escrita
  • A função social da leitura e da escrita
  • Práticas distintas e indissociáveis: a aliança entre a alfabetização e o letramento
  • A linguagem e a comunicação nos eixos de aprendizagem: Relações Matemáticas; Expressão e Apreciação Artística; Investigação e Conhecimento de Mundo; Desenvolvimento Pessoal e Social; Desenvolvimento Psicomotor

Políticas Públicas Educacionais: Legislações e Documentos Norteadores (20h)

  • Constituição Federal de 1988
  • Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional
  • Estatuto da Criança e do Adolescente
  • Diretrizes Curriculares Nacionais Para a Educação Infantil
  • Indicadores de Qualidade na Educação Infantil
  • Referenciais Curriculares para Educação Infantil
  • Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental
  • Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação Básica
  • Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação de professores da Educação Básica
  • Pacto Nacional pela Alfabetização na idade certa
  • Programa Brasil Alfabetizado
  • Outras legislações e documentos Municipais, Estaduais e Federais aplicáveis à Alfabetização e Letramento na Educação Básica

Educação Inclusiva na Alfabetização e Letramento (20h)

  • Legislações que resguardam inclusão de pessoas com deficiência nas escolas;
  • Dificuldades de Aprendizagem e o papel do professor e da coordenação/direção pedagógica na observação e encaminhamento
  • O fortalecimento da parceria e do diálogo da escola com a família
  • Os profissionais especializados e avaliações precisas
  • Possíveis diagnósticos e estratégias para avanços na aprendizagem: Transtorno do Déficit de Atenção com ou sem Hiperatividade (TDAH); Dislexia; Discalculia; Dislalia; Disortografia
  • Educação Inclusiva e tipos de deficiência: Intelectual; Física; Auditiva, visual e múltipla; Transtorno global do desenvolvimento (TGD); Altas habilidades
  • Apoio especializado dentro e fora da escola
  • Inclusão é muito mais que a integração
  • Relação com a família
  • Adaptação dos materiais e ambiente físico: Os desafios da escola e as mudanças imprescindíveis

Metodologia do Trabalho Científico - Educação na perspectiva da Alfabetização e Letramento (20h)

  • Objetivo da disciplina: Capacitar o(a) aluno(a) a buscar informações científicas baseadas em evidências, pautadas na práxis da alfabetização e do Letramento, ampliando o conhecimento para o planejamento e mediações significativas ao processo de aprendizagem de qualidade na formação integral humana; Capacitar o (a) aluno para seleção de trabalhos científicos, assim como para leitura, interpretação e integração das informações, de acordo com o objetivo da 'pesquisa'; Orientar o (a) aluno (a) a criar estratégias para sintetizar as informações pesquisadas, de forma organizada e de fácil acesso, mediante a valorização do fichamento. 
  • Ementa da disciplina: Leitura e escrita acadêmica; Operação dos sistemas de busca eletrônica e bibliográfica de artigos científicos; Análise crítica das fontes de informação em educação: as comunicações orais, os sites eletrônicos, as apostilas, os livros textos, os artigos científicos; Metodologias de pesquisas aplicadas à Educação; Identificação de métodos científicos qualitativos e quantitativos; Leitura e interpretação de métodos e resultados em estudos científicos.

Formação do Professor Facilitador da Aprendizagem (20h)

  • Escolas tradicionais e Escolas Progressistas: Escolas que educam para o hoje em aspiração pelo futuro - Reflexão
  • O novo perfil profissional e desempenho pedagógico emergidos da sociedade: Aspectos conceituais e componentes da Inteligência Emocional; A autoimagem corporal e suas possíveis repercussões e influências; Foco na mediação do professor como equalizador do conhecimento; Pedagogia da autonomia e motivação: A relação de qualidade entre professor e alunos; A parceria e postura do professor com as famílias
  • Planejamento das aulas e projetos: Competências Didáticas; As ações pedagógicas aliadas às Novas Tecnologias.
  • A valorização da flexibilidade e da aprendizagem significativa: A autoavaliação para efetividade das ações; A relevância dos feedbacks para excelência docente.

Neurociências no Contexto Escolar (40h)

  • A importância da Neurociência na Educação
  • Neurociências na infância: implicações educacionais
  • Como pode a Neurociências ajudar o professor?
  • Aspectos Neurológicos na Aprendizagem: como o cérebro aprende? O papel e função de cada região cerebral; Estímulos multi-sensoriais; Recompensas e motivação; Memória; Conhecimento prévio; O que o professor pode fazer para contribuir com o “fortalecimento neural”? Do concreto para o abstrato
  • O cérebro é um órgão social: a interação e o desenvolvimento de habilidades sociais: A procura por padrões; O estresse inibe a aprendizagem; Atividades que otimizam o desenvolvimento e a aquisição do conhecimento

O aluno como Protagonista na Construção do Conhecimento (20h)

  • Abordagem sobre as novas gerações e suas peculiares características.
  • O reconhecimento das Múltiplas Inteligências.
  • Participação ativa e consciente do (a) aluno (a) como centro dos processos socioeducativos.
  • Interação e reflexão da realidade social.
  • Autorregulação da aprendizagem: motivação para aprender.
  • A alfabetização e o letramento em diferentes níveis formativos: Educação Infantil; Ensino Fundamental; Educação de Jovens e Adultos.

Psicologia do Desenvolvimento Humano (40h)

  • Estudo da Psicologia Educacional
  • Fases do Ciclo Vital
  • Aspectos do Desenvolvimento Humano
  • Teoria do Desenvolvimento Cognitivo de Piaget
  • A Perspectiva Sociocultural de Vygostky
  • A abordagem de Henri Wallon
  • Maria Montessori e o Método Montessoriano
  • Emilia Ferreiro: Psicogênese as Língua Escrita
  • Paulo Freire: movimento da Pedagogia Crítica
  • Magda Soares: articulações linguísticas
  • Abordagem Educacional em Reggio Emilia e Loris Maluguzzi: Educação Infantil
  • Desenvolvimento Cognitivo: Perspectivas do Processamento da Informação
  • Influências dos Fatores Socioculturais: pais, amigos e mídia, nos pensamentos, sentimentos e atitudes das crianças e adolescentes
  • Desenvolvimento da Inteligência Emocional e o aprimoramento de Competências e Habilidades nas evidências de Daniel Golleman
  • Albert Bandura e a Aprendizagem Social
  • A Abordagem Ecológica de Urie Bronfenbrenner em estudos com famílias

Educação e Novas Tecnologias (20h)

  • O desafio de ensinar a pensar no século XXI: Geração dos Nativos Digitais; A influência da mídia na formação humana; O Letramento Digital e a potencialização da aprendizagem.
  • Quais são as Novas Tecnologias usadas na Educação? Desafios e perspectivas na adoção das Novas Tecnologias; A Informatização das Escolas; Novas Tecnologias associadas à Alfabetização e ao Letramento; Formação dos professores para integração das Tecnologias às aulas; Ferramentas de Ensino à distância.

Gêneros Textuais no Letramento e Alfabetização (20h)

  • A linguística e a perspectiva social e cultural.
  • Estudiosos que evidenciaram propostas linguísticas: Mikhail Bakhtin; Levi Vygotsky
  • Fundamentos conceituais de gêneros textuais orais e escritos.
  • Distinção entre gênero textual, gênero literário e tipo textual.
  • Tipos e exemplos de Gêneros textuais.
  • Conhecimento de práticas sociais de linguagem reais e usuais.
  • O trabalho com textos: abordagens de leitura.
  • Os textos e situações compartilhadas no contexto escolar.
  • A ludicidade com os textos.

Atividades de intervenção para a prática da Alfabetização e do Letramento (20h)

  • A importância de ações desafiadoras e lúdicas
  • Práticas docentes essenciais: Identificação do que cada criança da turma já sabe: sondagens; Mediação com foco na linguagem, leitura e escrita; Como os gêneros discursivos contos de fadas e assombração, mitos e lendas populares podem contribuir com o desenvolvimento humano? A musicalização na literatura; Dramatização de histórias pelos alunos

Alfabetização de Jovens e adultos - EJA (20h)

  • Concepções e práticas de Alfabetização para Jovens e Adultos: Funções da EJA: reparadora, equalizadora e qualitativa; Objetivos específicos da EJA
  • Perfil do aluno da EJA: sujeitos de conhecimento
  • Alfabetização e mudança social
  • Experiências e aprendizagem
  • A diversidade dos educandos nos contextos escolares
  • A evasão escolar dos alunos da EJA
  • O papel da escola e do professor na motivação dos alunos
  • A importância das avaliações formativas
  • Programas Federais de Educação de Pessoas Adultas
  • Perspectivas e práticas específicas de alfabetização de Jovens adultos, segundo Paulo Freire.

Organização do Currículo e dos espaços (20h)

  • Currículo e planejamento na práxis alfabetizadora e letrada: Diversas formas de organização das atividades didáticas
  • Eixos organizadores do Currículo, de acordo com o Ministério da Educação e Secretaria de Educação Básica: Currículo e Desenvolvimento Humano; Educandos e Educadores: seus Direitos e o Currículo; Currículo, Conhecimento e Cultura; Diversidade e Currículo; Currículo e Avaliação
  • Orientações Curriculares específicas: Educação Infantil; Ensino Fundamental: anos iniciais; Educação de Jovens e Adultos

A literatura Infantil no Processo de Alfabetização e Letramento (20h)

  • Abordagem histórica e cultural da literatura infantil
  • Formação da criança leitora considerando os aspectos de criação, imaginação e produção.
  • Audição e contação de histórias
  • Produção de histórias coletivas
  • Diferenciais dos Projetos Literários
  • Interpretação e compreensão dos textos
  • Contribuições da Literatura Infantil nos processos de Alfabetização e Letramento.

Família e aprendizagem: uma relação essencial (20h)

  • Estruturas familiares contemporâneas
  • As conexões da aprendizagem com a família
  • O lar como um espaço de aprendizagem
  • Dinâmica do universo familiar e as tarefas escolares
  • Possíveis repercussões do ambiente familiar na formação humana
  • A relação entre a família e a escola no desenvolvimento do(a) aprendiz

Pré-requisitos:

Curso superior completo

Público Alvo:

Profissionais da Educação, professores ou coordenadores pedagógicos, que desejam aprimorar conhecimentos e se tornarem referência em Alfabetização e Letramento, na Educação Infantil, nos anos iniciais do Ensino Fundamental e na Educação de Jovens e Adultos.


COORDENADOR

Flavia Cipriani

Flavia Cipriani

flavia.cipriani@iespe.com.br