facebook pixel code

Atividade Física Adaptada e Saúde

Pós-Graduação Carga Horária: 490 h Modalidade: EAD

Área de Conhecimento: Saúde

Assista a vídeo aula demonstrativa

Assista a vídeo aula demonstrativa

Atividade Física Adaptada e Saúde


Apresentação:

É grande a diversidade das atividades físicas adaptadas e é necessário apontar que elas apresentam numerosas opções, dependendo do marco que se coloque. Esse fato aponta para a necessidade de formar, com maior profundidade de conhecimentos, os profissionais para atuar nessa área. A inter-relação de circunstâncias que acompanham a atividade física determina em grande parte o seu propósito. Nesse sentido, as atividades físicas adaptadas constituem um termo amplo e geral, que pretende abranger todas as áreas de intervenção não atendidas pelos programas de atividades físicas formais. Os diferentes objetivos das atividades físicas tem como referencia a idade, o rendimento motor, o lazer e a recreação. As atividades físicas adaptadas tem o mesmo objetivo, que se concretiza e se faz, no entanto, de diferentes formas, ao ser dirigido a pessoas com determinadas particularidades. Saímos de um modelo no qual a preocupação principal era o alívio dos distúrbios físicos para um modelo educacional e de inclusão social, que enfatiza o desenvolvimento do domínio motor através da aprendizagem de habilidades motoras. A atual ênfase está nas diferenças e interações individuais e interações com o meio ambiente, que são manifestadas como físicas, mentais, sociais ou problemas emocionais que afetam a aquisição de um estilo de vida saudável, ativo e com lazer, integração e inclusão. Mais do que isso, Atividade Física Adaptada não é somente um termo usado para descrever um corpo de conhecimento multidisciplinar mas também uma base teórica para pesquisa e programação estratégica, para promover atividades físicas para indivíduos com necessidades particulares. Acompanhando o dinamismo da área da Educação Física Adaptada, na busca de integração de conhecimentos e de criação de interfaces com outras áreas, apresenta-se esse curso como mais uma contribuição para compreender e gerar conhecimentos de procedimentos necessários na formação dos profissionais para atuar nessa área.

Objetivo:

Objetivo geral:

 Abordar os principais temas em educação física adaptada com a fundamentação fisiológica, avaliação, prescrição de atividades e elaboração de programas específicos, dentro dos princípios fundamentais do conhecimento científico da atividade física como adjuvante indispensável ao tratamento de doenças crônicas

Objetivos específicos

Apresentação e análise de aspectos relacionados ao domínio psicomotor de pessoas que apresentam necessidades especiais (deficiência visual, deficiência auditiva, deficiência mental, deficiência física, gravidez e distúrbios de saúde), com ênfase em desenvolvimento motor, aprendizagem motora e controle motor. Contextos em que as atividades físicas adaptadas podem ser desenvolvidas e formas de participação, integrada ou não. Objetivos, metas, tipos de atividades, ambientes e materiais apropriados, relacionados com o desenvolvimento de programas de atividades físicas adaptadas.

Disciplinas:


ATIVIDADE FÍSICA ADAPTADA PARA PESSOAS COM DOENÇAS DO SISTEMA RESPIRATÓRIO – ASMA - 35H
Ementa:
  • Apresentação, análise e fundamentação teórica sobre a fisiopatologia das doenças alergo-respiratórias e os aspectos relacionados com as atividades físicas como parte integrante no tratamento global assim como prevenção de crises e de alterações físicas/fisiológicas. Importância da avaliação da função pulmonar e do pico de fluxo expiratório na prescrição de atividades físicas e as alterações que ocorrem com a atividade motora programada.

Conteúdo programático:
Asma, bronquite, asma brônquica, bronquite asmática ou bronquite alérgica: definições, diferenças e semelhanças, causas, conseqüências (morfológicas, psicológicas e sociais). Reação alérgica: mecanismo, fatores genéticos, alérgenos desencadeantes.  Alterações pulmonares e de estrutura corporal típicas de asmáticos. Broncoespasmo induzido pelo exercício: respostas ao exercício, exercícios mais e menos asmagênicos (provocadores de crises), terapêutica farmacológica e não farmacológica, Aspectos preventivos. Implicações das alterações respiratórias na elaboração do programa de atividades motoras. Pico de fluxo espiratório: o monitor peak-flow, a utilização das tabelas com valores previstos, a medida do pico de fluxo espiratório (PFE), significado da medida para prescrição de atividades físicas, verificação do broncoespasmo induzido pelo exercício através do PFE. Natação e asma: benefícios e riscos, fatores agravantes, prevenção de alterações posturais, torácicas e pulmonares, principais vantagens. Indicação de estilos versus alterações.

ATIVIDADE FÍSICA ADAPTADA PARA PESSOAS COM DOENÇAS DO SISTEMA RESPIRATÓRIO – DOENÇA PULMONAR OBSTRUTIVA CRÔNICA (DPOC) - 35H
Ementa:
  • Apresentação, análise e fundamentação teórica sobre a fisiopatologia da doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), e os aspectos relacionados com as atividades físicas como parte integrante no tratamento global. Importância da avaliação da função pulmonar, através da espirometria na prescrição de atividades físicas.

Conteúdo programático:
Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC): definição, fisiopatologia e fatores de risco, alterações não pulmonares da DPOC, objetivos do exercício físico, medidas e avaliação na DPOC, função pulmonar e espirometria

ATIVIDADE FÍSICA ADAPTADA PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIAS MOTORAS E INTELECTUAL - 35H
Ementa:
  • Apresentação e análise do escopo de educação física adaptada, que envolve a participação de pessoas com deficiências em programas de atividades motoras. Definição de população que apresenta deficiências. Terminologia e classificação dos diferentes tipos de deficiências e/ou limitações. Conceituação e características anátomo-fisio-psico-neurológicas de deficiência motora e deficiência intelectual.

Conteúdo programático:
Definição, Etimologia, Classificação. Características do crescimento físico, desenvolvimento motor e comportamento motor. Implicações para o desenvolvimento cognitivo e afetivo-social. O professor de educação física e o processo de inclusão na escola. Implicações para sessões de atividade motora: elaboração de objetivos, conteúdos, estratégias. Esporte adaptado – histórico, classificação, modalidades.

ATIVIDADE FÍSICA ADAPTADA PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIAS VISUAIS E AUDITIVAS - 35H 
Ementa:
  • Apresentação e análise do escopo de educação física adaptada, que envolve a participação de pessoas com deficiências em programas de atividades motoras. Definição de população que apresenta deficiências. Terminologia e classificação dos diferentes tipos de deficiências e/ou limitações. Conceituação e características anátomo-fisio-psico-neurológicas de deficiência visual e deficiência auditiva.

Conteúdo programático:
Definição, Etimologia, Classificação. Características do crescimento físico, desenvolvimento motor e comportamento motor. Implicações para o desenvolvimento cognitivo e afetivo-social. O professor de educação física e o processo de inclusão na escola. Implicações para sessões de atividade motora: elaboração de objetivos, conteúdos, estratégias. Esporte adaptado – histórico, classificação, modalidades.

ATIVIDADE FÍSICA ADAPTADA PARA PESSOAS COM DOENÇAS MÚSCULO-ESQUELÉTICAS  DO ESQUELETO AXIAL (COLUNA VERTEBRAL) - 35H 
Ementa:
  • A postura corporal e suas relações entre a prática de exercícios físicos  e a profilaxia e diminuição das alterações posturais. Aspectos epidemiológicos. Anatomia funcional e fisiologia músculo-esquelética aplicadas ao entendimento da etiologia, tratamentos, reabilitação e atividade física para as principais lesões articulares da coluna vertebral.

Conteúdo programático:
Alterações posturais, métodos em avaliação postural, biomecânica, prática de avaliação, prática de exercícios. Conceituar e classificar as alterações posturais. Identificar alterações posturais passíveis de melhora através do exercício físico. Elaborar programas de treinamento individualizados e para grupos com alterações posturais específicas. Reconhecer métodos de avaliação postural qualitativos e quantitativos.

ATIVIDADE FÍSICA ADAPTADA PARA PESSOAS COM DOENÇAS MÚSCULO-ESQUELÉTICAS  DO ESQUELETO APENDICULAR (MEMBROS SUPERIORES E INFERIORES) - 35H 
Ementa:
  • A fundamentação teórico-prática e instrumentos para a elaboração de programas de atividades físicas adaptadas para pessoas com lesões e disfunções músculo-esqueléticas dos membros inferiores e superiores.

Conteúdo programático:
Conceitos de anatomia funcional e fisiologia musculoesquelética aplicados ao entendimento da etiologia, tratamentos e atividade física.  Epidemiologia, etiologia, reabilitação e atividades físicas adaptadas as pessoas com fibromialgia, osteoporose e osteoartrite. Avanços científicos na área. 
Conceitos e classificações das patologias de joelho, quadril e ombro. Fisiopatologia e tratamento das principais lesões articulares. Exercícios, programas de atividades profiláticas e reabilitação individualizada para cada desordem articular. Indicações, contra indicações de atividade física específica.  Cuidados especiais em casos pós cirúrgicos: Artroplastias (prótese de joelho e de quadril).

ATIVIDADE FÍSICA ADAPTADA PARA GRUPOS ESPECIAIS – HIPERTENSÃO E CARDIOPATIAS - 35H 
Ementa: 
  • Apresentação, análise e fundamentação teórica sobre os aspectos científicos e atuais relacionados à fisiologia, fisiopatologia, caracterização e avaliação das doenças cardiovasculares e da hipertensão. Benefícios, riscos e cuidados na prescrição e adaptação de exercícios aeróbios, resistidos e de alongamento para pessoas com necessidades particulares. Formas de prevenção e tratamento dos distúrbios da saúde.

Conteúdo programático:
Sistema Cardiovascular: fisiologia, definição e conceitos de cardiopatias e hipertensão. Genética e resposta cardiovascular. Exercício físico na prevenção primária e no tratamento de doenças cardiovasculares. Bases moleculares do exercício físico. Exercício físico associado ao tratamento farmacológico. Perspectivas futuras para o tratamento das doenças cardiovasculares: papel do exercício físico.

ATIVIDADE FÍSICA ADAPTADA PARA GRUPOS ESPECIAIS – OBESIDADE E DIABETES - 35H
Ementa:
  • Apresentação, análise e fundamentação teórica sobre os aspectos científicos e atuais relacionados à fisiologia, fisiopatologia, caracterização e avaliação da obesidade e do diabetes. Benefícios, riscos e cuidados na prescrição e adaptação de exercícios aeróbios, resistidos e de alongamento para pessoas com necessidades particulares. Formas de prevenção e tratamento dos distúrbios da saúde.

Conteúdo programático:
Conceituação da obesidade. Classificação e composição corporal. Síndrome metabólica.  Prevenção e tratamento da obesidade. Exercícios físicos pré e pós cirurgia bariátrica.
Epidemiologia e principais fatores de risco associados ao diabetes. Classificação, critérios para diagnóstico e fisiopatologia. Características do Diabetes Mellitus tipo 1 e 2 e insulinoterapia. Riscos do exercício físico para população diabética. Exercício físico e as complicações crônicas do Diabetes. Diabetes e Obesidade. Diabetes Gestacional e Exercício. Exercício físico na prevenção do Diabetes tipo 2. Benefícios do exercício físico no tratamento da doença e mecanismos de ação.  A criança diabética nas aulas de Educação Física.

ATIVIDADE FÍSICA ADAPTADA PARA GRUPOS ESPECIAIS – ENVELHECIMENTO - 35H 
Ementa:
  • Apresentação, análise e fundamentação teórica sobre os aspectos científicos e atuais relacionados à fisiologia, fisiopatologia, caracterização e avaliação do envelhecimento. Benefícios, riscos e cuidados na prescrição e adaptação de exercícios aeróbios, resistidos e de alongamento para pessoas idosas. Formas de prevenção e tratamento dos distúrbios da saúde no envelhecimento.

Conteúdo programático:
Teorias do envelhecimento. Alterações fisiológicas com o avanço da idade. Doenças crônico-degenerativas e envelhecimento. Avaliação física e funcional do idoso. Recursos psicológicos. Recreação para o idoso. Elaboração e prescrição do exercício em longo prazo.


ATIVIDADE FÍSICA ADAPTADA PARA GRUPOS ESPECIAIS – GRAVIDEZ - 35H
Ementa:
  • Apresentação, análise e fundamentação teórica sobre os aspectos científicos e atuais relacionados à fisiologia, caracterização e avaliação da , gravidez. Benefícios, riscos e cuidados na prescrição e adaptação de exercícios na gestação. Formas de prevenção e tratamento dos distúrbios da saúde que podem ocorrer durante a gravidez.

Conteúdo programático:
A fecundação. Fases da gestação. Mudanças e adaptações fisiológicas. o hormônio relaxina, a pressão arterial, a termorregulação da mãe e do bebê, aumento do peso corporal, alterações posturais típicas da gestação. Diástase abdominal: o que é, porque ocorre, como fazer o teste diagnóstico, como prescrever exercícios abdominais após o resultado do teste. Recomendações do American College of Obstetricians and Gynecologists – ACOG. Quando começar  e quando interromper a prática de atividades físicas na gestação. A intensidade do treinamento para gestantes. Atividades aquáticas: bases em halliwick e bad hagaz.


METODOLOGIA CIENTÍFICA - 35H
Ementa:
  • Introdução aos conceitos básicos da metodologia científica.  A ciência e a produção de conhecimento. Os tipos de pesquisa e os instrumentos de coleta de dados. O projeto de pesquisa. Estilo da redação técnico-científica. Fundamentação teórica na construção do texto. Elementos pré-textuais, textuais e pós-textuais. Citações: conceito, características e tipologia.
 
ORIENTAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - 35H
Ementa:
  • Elaboração, orientação e entrega do Trabalho de Conclusão do Curso - TCC (artigo científico), que envolve o levantamento, a análise e a difusão dos resultados obtidos na pesquisa realizada pelo discente, obedecendo às normas e regulamentos metodológicos. Defesa do respectivo trabalho perante a Banca Avaliadora.

TEMPO DE ESTUDO INDIVIDUAL OU EM GRUPO - 70H
Ementa:
  • Estudo individual ou em grupo, visando o aperfeiçoamento de questões teórico metodológicas relacionadas ao currículo. 

Pré-requisitos:

Portadores de Diplomas de Graduação em Educação Física

Público Alvo:

Educadores Fisicos


COORDENADOR

Luzimar Raimundo Teixeira

Luzimar Raimundo Teixeira

Possui graduação em Educação Física pela Universidade de São Paulo (1978), mestrado em Educação Física pela Universidade de São Paulo (1990) e doutorado em Educação Física pela Universidade de São Paulo (1996). Atualmente é professor doutor da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em Educação Física Adaptada, atuando principalmente nos seguintes temas: asma, doenças alergo-respiratórias, educação física adaptada, obesidade, envelhecimento e alterações posturais.

PROFESSOR

Maria Esther de Araujo

Maria Esther de Araujo

Celso Ricardo Fernandes de Carvalho

Celso Ricardo Fernandes de Carvalho

Carolina Ventura Fernandes

Carolina Ventura Fernandes

Luiz Augusto Riani Costa

Luiz Augusto Riani Costa

Alexandre Lopes Evangelista

Alexandre Lopes Evangelista

Bianca Trovello Ramallo

Bianca Trovello Ramallo

Milena Carrijo Dutra

Milena Carrijo Dutra

Cristiano Bertoldo

Cristiano Bertoldo