facebook pixel code

Documentário Cinematográfico e Outras Mídias

Pós-Graduação Carga Horária: 490 h Modalidade: EAD

Área de Conhecimento: Comunicação e Marketing

Assista a vídeo aula demonstrativa

Assista a vídeo aula demonstrativa

Documentário Cinematográfico e Outras Mídias


Apresentação:

Cada vez mais cresce o recurso de captação de imagem no cotidiano das pessoas. Profissionais de áreas distintas costumam fazer registros audiovisuais de suas atividades e necessitam transformar as imagens em uma ordem de apresentação. 

Em hospitais, visitas a comunidades, acompanhamento de obras, diálogo com grupos específicos, rotinas de escolas ou sala de aula, pesquisas com pessoas ou animais, acompanhando a fauna, a flora a vida marinha, em uma infinidade de atividades e tarefas, os profissionais têm realizados registros audiovisuais desprovidos de uma orientação que os ajude nos princípios essenciais e fundamentais do documentário cinematográfico. 

Nesta Pós-Graduação em Documentário e outras mídias, os alunos terão acesso a professores documentaristas que contarão sobre seu processo de realização, com base em seus próprios trabalhos e, com isso, orientarão sobre as formas de realização e escolhas. Documentários ensaio, de gênero, etnográfico, político e institucional. Pesquisa, roteiro, definição de temas, pré-produção e produção, edição, fotografia.

Objetivo:

Este curso é destinado a profissionais das mais diversas áreas, não apenas da área de comunicação, que necessitem ou tenham interesse de fazer registros audiovisuais de suas atividades, pesquisas e diálogos e queiram dar a estes projetos destinação orientada a apresentação pública. Médicos, historiadores, sociólogos, arquitetos, biólogos, engenheiros, psicólogos, arqueólogos, antropólogos, educadores, escritores, e outros profissionais que usem o audiovisual como ferramenta em suas searas de atuação.

Disciplinas:

DOCUMENTÁRIO DE GÊNERO - 35H

  • Ementa: Como o cinema nasceu de um olhar documental e como o gênero cinematográfico conhecido como documentário veio depois a tomar forma. Os gêneros documentais e o transbordamento recíproco em outras formas de apreensão da realidade, como o jornalismo, a antropologia e a etnografia. Grandes nomes que contribuíram para a formação documental como veio a se instituir. Esta disciplina pretende organizar traços históricos do Documentário entrelaçados ao próprio Cinema, e como dele se torna indissociável desde a gênese de ambos, suas diferenças e entrelaçamentos como a docuficção.
  • Através da História do Cinema podemos traçar o surgimento de movimentos de gêneros documentais à luz de sua época e ao mesmo tempo a partir de uma ótica sob o tempo presente para aferir suas influências e aplicações no dia de hoje.

DOCUMENTÁRIO ENSAIO - 35H

  • Ementa: O ensaio, gênero de escritura batizado pelo filósofo Michel Montaigne no século XVI, é definido por teóricos como Lukács e Adoro como uma categoria que borra os limites entre ciência e arte, em que o ponto de vista e a experiência viva do autor se sobrepõem ao apego a conceitos e uma metodologia pré-definida. Trata-se de uma forma que se (re)constrói e se molda a seu objeto, de uma escrita que abole a rigidez dos métodos tradicionais em busca da pulsação da experiência e do questionamento, sempre em aberto.
  • Aplicada às obras cinematográficas de não ficção, a categoria do ensaio é representada por filmes que se afastam dos documentários tradicionais, sendo guiados pela intensa subjetividade do cineasta, que se comunica ativamente com o espectador e não pretende apresentar uma verdade dogmática ou defender uma tese determinada de antemão. São filmes em que o processo é mais importante do que os possíveis desfechos, em que não há uma teoria a ser provada ou uma estrutura fixa a ser perseguida. Obras abertas, filmes de invenção, em que há espaço para perguntas e experimentações e que tensionam as fronteiras com a ficção. Cine-diários íntimos e familiares, filmes de viagem, documentos políticos fragmentários e que partem de uma perspectiva individual, obras autor reflexivas que teorizam o próprio meio: são muitos os exemplos de documentários-ensaio. Todos eles partem de uma imersão profunda e livre em seus objetos de análise, pautada pela preocupação com a construção de uma linguagem autônoma.

DOCUMENTÁRIO POLÍTICO E SOCIAL - 35H

  • Ementa: Poucas definições são tão abstratas e, ao mesmo tempo, tão palpáveis como o conceito de política. Recorrendo à afirmação de Aristóteles, que se tornou clichê, mas que nunca foi tão verdadeira, o homem é um animal político. E político é também tudo que se liga à polis e ao povo, dissociar política, sociedade e, por que não, cinema, é tarefa impossível. 
  • Entender o poder do documentário político-social é crucial para compreender a história não só do mundo como do próprio cinema. Além disso, tal compreensão é essencial para quem quer pensar e produzir documentários, sejam eles declaradamente político-sociais ou não. Vivemos tempos políticos, que são também tempos tecnológicos. A câmera que chega à mão de milhares, seja por um celular, seja por um equipamento digital, traz consigo um olhar sobre a realidade que quer testemunhar, registrar, denunciar, discutir, fazer pensar, mudar, se não o mundo, a forma de se entender um contexto sócio-político. Sem deixar, claro, de contar uma história que engaje o espectador tanto político-socialmente quanto emocionalmente. 
  • Tendo em vista esse contexto complexo e plural apresentado e o mundo contemporâneo plural e repleto de possibilidades e questões, o curso irá trazer o conceito de Documentário Político-Social, os grandes pioneiros e mestres do gênero, a análise dos filmes históricos e mais importantes, além de apresentar quem são os mais novos realizadores e filmes que estão revolucionando o documentário e o mundo. 
  • Por meio da combinação equilibrada de teoria e prática, as aulas contarão com exemplos audiovisuais, exercícios e conceitos de formatação de projetos de, narrativa, abordagem, entrevistas e discussões. O curso visa equipar o aluno com senso crítico e ideias criativas para realizar seu próprio documentário político-social.

DOCUMENTÁRIO ETNOGRÁFICO - 35H

  • Ementa: Etnografia é um método de estudo que tem como objetivo descrever tradições e costumes de um grupo humano; nos leva a conhecer a identidade de comunidades e é fruto de uma observação participante do pesquisador durante um período de tempo, e do contato direto com o grupo \ objeto estudado. O filme etnográfico pede emprestado da Antropologia esse modelo de aproximação com o objeto a ser filmado (nosso tema). O curso irá apresentar ao aluno:

  • 1. as premissas do documentário etnográfico;
  • 2. os principais diretores e suas obras.
  • 3. modalidades mais comuns de aproximação do diretor com os temas;
  • 4. tipos de abordagens e de formatos do documentário etnográfico.

DOCUMENTÁRIO INSTITUCIONAL - 35H

  • Ementa: Como o documentário transita entre a seara do público e do privado no filme institucional. A trajetória histórica do documentário institucional desde o filme de propaganda no embrião do cinema norte-americano, passando pelo documentarismo inglês, soviético e pelo filme de propaganda no regime nazista e fascista. Como o documentário institucional é realizado hoje, quais são os pilares deste tipo de gênero documental, qual é a força do filme de propaganda na era da Internet. 

PESQUISA - 35H

  • Ementa: A pesquisa é etapa fundamental na produção de um documentário. Sem ela, não há roteiro, não há estratégia de abordagem, não há dispositivo, não há filme.  Muitos filmes de ficção também lançam mão da pesquisa para sustentação do roteiro. O curso irá apresentar ao aluno o universo da pesquisa documental e prepará-lo para desenvolver uma pesquisa de qualidade para o seu filme. Iremos conhecer as etapas de uma pesquisa e as fontes à disposição do pesquisador: como lidar com diferentes fontes (arquivos iconográficos, textuais, entrevistas etc) de modo a extrair delas conteúdo de qualidade? Metodologia de pesquisa e técnicas de entrevista. Identificação de personagens e locações. Desafios, dificuldades e armadilhas da pesquisa documental.

ROTEIRO - 35H

  • Ementa: O curso procura habilitar o aluno a desenvolver com segurança um roteiro para documentário contemporâneo. Afinal, o que querem os editais quando pedem um "roteiro documental"? Passo-a-passo, iremos explorar e exemplificar os tópicos que preenchem o conteúdo e o formato esperados de um roteiro cinematográfico, seguindo o modelo adotado pelo DOC TV e pela Ancine:
  • 1. Proposta de documentário;
  • 2: Objetos e descrição dos objetos;
  • 3. Estratégia de abordagem: eleição e justificativa;
  • 4. Simulação das estratégias de abordagem;
  • 5. Estrutura do filme.

PRÉ-PRODUÇÃO E PRODUÇÃO - 35H

  • Ementa: Desenvolver os conceitos e as etapas da produção em um cronograma de filmagem. Os diferentes escopos de projetos e suas demandas de produção. Todas estas questões serão trabalhadas de forma objetiva para que os alunos tenham instrumentos teóricos e práticos para viabilizarem seus projetos.
  • Qual a função de cada membro de equipe em uma realização documental?
  • O que é Bíblia de Produção? Como se monta um cronograma? Como se faz um orçamento?
  • Quais são as etapas de produção de um filme documental, como orçar um projeto e construir um cronograma eficientes?
  • Como transformar um projeto e uma ideia em um filme pelo ponto de vista da produção?
  • Quais são os maiores desafios da produção em um filme documental, as questões de autorização de imagem e outros documentos necessários para viabilização de um filme documental?

FOTOGRAFIA - 35H

  • Ementa:   O curso tem como base o ensino da linguagem de fotografia para documentário e sua direção, por meio de ferramentas técnicas e levando em conta a história da fotografia e as diferentes escolas que se firmaram ao longo da história do cinema. Estudaremos a obra de alguns mestres da fotografia no cinema, que deixaram a sua assinatura impressa em parceria com os maiores cineastas da imagem em movimento.  
  • Para entender de forma prática os conceitos de fotografia falaremos de alguns tópicos fundamentais para que se entenda melhor a linguagem fotográfica. São eles: a luz, tipos de iluminação, setup de câmeras, lentes e acessórios, movimentos de câmera, dimensão, planos e enquadramento, composição, cor, triângulo de exposição, foco, gravação e armazenamento, cenário, background e conceitos, estética, prática operacional, composição.

EDIÇÃO - 35H

  • Ementa: O objetivo do curso é introduzir os alunos na linguagem documental por meio da montagem/edição, atentando para a importância desta etapa no processo de realização audiovisual.
  • As funções criativas da montagem e seus estilos ao longo da História, através de leituras e visualização de trechos de obras seminais e contemporâneas.
  • Conceitos gerais de teoria da montagem. Construção de estrutura, linha do tempo, ritmo. Especificidades da montagem de documentário e o hibridismo com narrativas de ficção. Montagem como escrita final do roteiro.
  • Desvendando o ofício do editor. A relação com o material-bruto: a importância da escuta e da organização.
  • O diálogo entre diretor e editor: expectativa/realidade em relação ao material filmado.
  • Noções operacionais básicas, indicação de softwares.

METODOLOGIA DE PESQUISA - 35H

  • Ementa: Introdução aos conceitos básicos da metodologia científica.  A ciência e a produção de conhecimento. Os tipos de pesquisa e os instrumentos de coleta de dados. O projeto de pesquisa. Estilo da redação técnico-científica. Fundamentação teórica na construção do texto. Elementos pré-textuais, textuais e pós-textuais. Citações: conceito, características e tipologia.

ORIENTAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - 35H

  • Ementa: Elaboração, orientação e entrega do Trabalho de Conclusão do Curso - TCC (artigo científico), que envolve o levantamento, a análise e a difusão dos resultados obtidos na pesquisa realizada pelo discente, obedecendo às normas e regulamentos metodológicos. Defesa do respectivo trabalho perante a Banca Avaliadora.

ESTUDO INDIVIDUAL OU EM GRUPO - 70H

  • Ementa: Estudo individual ou em grupo, visando o aperfeiçoamento de questões teórico metodológicas relacionadas ao currículo.

Pré-requisitos:

Portadores de Diploma de Graduação.

Público Alvo:

Médicos, historiadores, sociólogos, arquitetos, biólogos, engenheiros, psicólogos, arqueólogos, antropólogos, educadores, escritores, e outros profissionais que usem o audiovisual como ferramenta em suas searas de atuação.


COORDENADOR

Roberta Ellen Canuto

Roberta Ellen Canuto

Possui mestrado em Letras (NOTA CAPES 7) , com a dissertação O Bandido da Luz Vermelha - por um cinema sem limite, pela Universidade Federal de Minas Gerais (2006) e pós graduação em Cinema (Lato Sensu - 360 hs/aula) pela PUC MG. Tem experiência na área de Artes, com ênfase em crítica cinematografica e roteiro, atuando principalmente no seguinte tema: cinema, literatura, televisão,cultura brasileira. Publicou os livros: Rogerio Sganzerla - Encontros, como organizadora, pela Azougue Editorial , Historia do Audiovisual Brasileiro, a convite da editora das Faculdades CCAA, Marco Altberg - Muitos Cinemas, pela editora da Imprensa Oficial do Estado de São Paulo e O Livro das perguntas sem resposta, pela Editora Biblioteca 24horas. Ja foi jurada e curadora de Mostras e Festivais de cinema no Brasil e convidada a ser jurada do Festival de Cinema de Concorto - Italia. Ministrou aulas na área de audiovisual no Festival de Inverno da Ufmg em Diamantina Ha 15 anos trabalha como roteirista de televisão ja tendo atuado junto às Produtoras: Radiante Filmes, Pindorama Filmes, Lapidar Filmes, MAltberg e Canal Brasil. Já escreveu críticas de cinema para o Jornal do Brasil e atualmente escreve críticas cinematográficas e reportagens para o jornal O Tempo. Ministrou oficina de documentário no Festival de Inverno da UFMG em 2011.

PROFESSOR

Maria Castanho Caú

Maria Castanho Caú

Maria de Abreu Altberg

Maria de Abreu Altberg

Filippo Pitanga Goytacaz Cavalheiro

Filippo Pitanga Goytacaz Cavalheiro

Flavia da Silva Guerra Yamane

Flavia da Silva Guerra Yamane

Filipe Freitas Chaves

Filipe Freitas Chaves

Luísa Antonitsch Mansilha Mello

Luísa Antonitsch Mansilha Mello

Felipe Cataldo Marques

Felipe Cataldo Marques

Richardson Nicola Pontone

Richardson Nicola Pontone

Emerson Coutinho da Silva

Emerson Coutinho da Silva