facebook pixel code

Emergência Pediátrica

Pós-Graduação Carga Horária: 360 h Modalidade: Presencial

Área de Conhecimento: Medicina

Apresentação:
A alta demanda pelos atendimentos de Urgência e Emergência tem despertado a preocupação dos gestores dos hospitais quanto à uniformização de condutas e capacitação dos profissionais, acarretando redução de morbidade e mortalidade e de custo nas unidades de emergência. A despeito disto, no Brasil, poucos são os centros que disponibilizam um treinamento especifico em Urgência e Emergência Pediátrica, subespecialidade pediátrica ainda em desenvolvimento. Na maioria das vezes, o atendimento nestas unidades é feito por profissionais recém-egressos das universidades, com pouca experiência, expostos a cenários e situações de complexidade e gravidade extremas, podendo acarretar estresse e falta de estímulo aos profissionais e, principalmente, aumento do risco para os pacientes.

Objetivo:
Capacitar, qualificar e atualizar médicos que atuam ou que irão atuar em unidades de emergência pediátrica ou pronto atendimento pediátrico.
Promover atividades científicas e estimular projetos de pesquisa na área, contribuindo para o aperfeiçoamento da emergência pediátrica.
Habilitar o médico a identificar e solucionar os problemas do paciente de forma prática e objetiva.
Desenvolver no médico os preceitos e normas relevantes para o trabalho em equipe, encorajando a identificação e formação de líderes.

Disciplinas:

  • Abordagem às vias aéreas e reanimação cardiopulmonar e cerebral teórica e prática
Anatomia das vias aéreas superiores; Abertura das vias aéreas manualmente e com dispositivos; Material utilizado (máscaras, lâminas e cabos de laringoscópios, tubos e cânulas de traqueostomias, bolsas); Identificação da via aérea difícil; Manejo das vias aéreas em situações especiais (hipertensão intracraniana, trauma de face, politrauma, queimado); Uso de dispositivos supraglóticos, Intubação traqueal; Intubação nasal; Intubação traqueal manual; Prática de abertura de vias aéreas e ventilação com máscara e bolsa; Prática de dispositivos para manutenção de vias aéreas abertas; Prática de intubação orotraqueal; Prática de abordagem ao paciente com via aérea difícil; Conceito, etiologia e epidemiologia da parada e reanimação cardiovascular; Reanimação cardiovascular e cerebral; Ritmos de parada;  Acesso vascular e intra-ósseo; Fármacos utilizados na reanimação; Estabilização pós-reanimação e prognóstico; Algorítmos de ressuscitação; Prática de massagem cardíaca; Prática de reconhecimento dos distúrbios de ritmo cardíaco e cardioversão elétrica; Prática de acesso intra-ósseo.

  • Atendimento inicial e situações ameaçadoras da vida
A equipe que trabalha na emergência; Fluxograma de atendimento e triagem; Reconhecendo sinais de gravidade; Dificuldade respiratória; Apnéia; Desidratação; Choque; Sepse; Dor torácica; Estado mental alterado e coma; Convulsão; Aspiração de corpo estranho; Anafilaxia; Transporte inter e intrahospitalar; Sistemas de respostas rápidas; Gestão de desastres. 

  • Desafios em emergência 
Monitorização do doente grave na emergência; Manejo da dor; Sedação e analgesia para procedimentos; Choro intenso do lactente; Abordagem do paciente com rash cutâneo; Recém-nascido febril; Lactente e criança febris; Massa cervical; Vômito, diarréia e gastroenterite; Afecções abdominais agudas; Emergências cirúrgicas não traumáticas; Icterícia no recém-nascido e na criança; Claudicação; Emergências no recém-nascido; Síndrome da morte súbita do lactente. 

  • Indicação, coleta, análise e compreensão de métodos de imagem e exames complementares
Indicação e solicitação de exames complementares; Coleta de amostras de sangue arterial e venoso; Coleta de hemocultura e urinocultura; Interpretação da gasometria arterial; Interpretação dos eletrólitos; Compreensão do hemograma; Coleta e resultado do coagulograma; Outros exames no sangue; Análise da urina; Análise do líquor, Radiografia de tórax; Radiografia de abdome e óssea; Tomografia computadorizada; Ressonância magnética; Princípios do eletrocardiograma; Ecocardiografia na emergência, Ultrassonografia na emergência e point of care. 

  • Procedimentos em emergência e distúrbios metabólicos e hidroeletrolíticos
Acesso venoso periférico; Acesso venoso profundo; Acesso venoso profundo por inserção periférica; Acesso vascular guiado por ultrassonografia; Punção lombar; Cateterismo vesical; Punção supra-púbica; Inserção de sonda enteral; Toracocentese; Drenagem de tórax; Paracentese; Pericardiocentese; Fisiologia da homeostase da água; Desordens do metabolismo da água; Necessidades hídricas e eletrolíticas basais; Soluções cristalóides e colóides para reposição hídrica; Distúrbios do metabolismo do sódio (hipernatremia e hiponatremia); Distúrbios do metabolismo do potássio (hipercalemia e hipocalemia); Distúrbios do metabolismo do cálcio, do fósforo e do magnésio; Distúrbios ácido-básicos. 

  • Emergências respiratórias e suporte ventilatório na emergência
Anatomia e fisiologia das vias aéreas respiratórias superiores e inferiores; Emergências das vias respiratórias superiores; Desconforto respiratório; Troca gasosa; Insuficiência respiratória aguda; Insuficiência respiratória crônica; Bronquiolite; Asma brônquica; Tromboembolismo pulmonar; Pneumonia; Pneumonia aspirativa; Oxigenioterapia na emergência; Bases físicas do ventilador mecânico; Modos de ventilação mecânica convencionais; Ventilação não invasiva; Ventilação com cânula nasal de alto fluxo.

  • Emergências cardiovasculares e manejo de drogas cardiovasculares
Anatomia e fisiologia do sistema cardiovascular; Paciente com sopro; Hipertensão arterial e crise hipertensiva; Crise de hipertensão arterial pulmonar; Crises hipoxêmicas; Insuficiência cardíaca congestiva; Edema pulmonar; Choque cardiogênico; Febre reumática; Miocardite; Endocardite; Alterações do ritmo cardíaco; Doenças do pericárdio; Tamponamento cardíaco; Cardiopatias congênitas; Drogas inotrópicas e vasoativas (vasoconstrictores e vasodilatadores); Diuréticos; Outras drogas cardiovasculares.

  • Ecocardiograma funcional teórico e prático
Princípios do ultrassom; Aquisição de imagens; Anatomia cardíaca; Janelas ecocardiográficas; Avaliação da volemia e da resposta à infusão de fluidos; Avaliação da função ventricular esquerda; Avaliação da função ventricular direita; Avaliação de refluxos valvares e da hipertensão pulmonar; Avaliação do pericárdio; Práticas (?hands on?) para avaliação da volemia e da função cardíaca.

  • Trauma
Atendimento pré-hospitalar; O paciente politraumatizado; Traumatismo cranioencefálico leve; Traumatismo cranioencefálico; Traumatismo raquimedular; Trauma torácico; Trauma abdominal; Trauma gênito-urinário; Trauma de face; Trauma ocular; Trauma dentário; Lesões ortopédicas; Lesões de clavícula e membros superiores; Lesões de bacia e membros inferiores; Lesões de partes moles e reparação de feridas.

  • Emergências infecciosas, enfrentamento a epidemias, uso racional de antibióticos
Anginas; Doenças exantemáticas; Doença de Kawasaki; Paciente HIV positivo e com SIDA na emergência; Influenza e influenza H1N1; Coqueluche; Laringite; Pneumonia; Dengue; Zika e Chicungunha; Malária; Doenças dos viajantes; Tétano; Infecção na criança imunodeprimida; Acidente com material biológico; Plano de enfrentamento a epidemias; Prescrição racional de antibióticos na emergência; Imunobiológicos prescritos na emergência.

  • Emergências neurológicas e emergências onco-hematológicas
Cefaléia e enxaqueca; Síncope; Ataxia, distonia aguda e Coréia de Sydenham; Fraqueza muscular; Pseudotumor cerebral; Hidrocefalia e disfunção de válvula; Hipertensão intracraniana; Meningoencefalites; Acidente vascular encefálico; Disfunção medular e polineurite aguda (Síndrome de Guillain-Barré); Anemia; Anemia falciforme; Crise falcêmica; Distúrbios da coagulação; Terapias com hemocomponentes e hemoderivados; Emergências oncológicas. Apresentações de tumores sólidos e hematológicos.

  • Emergências gênito-urinárias,renais, otorrinolaringológicas e oftalmológicas
Infecções do trato urinário; Doenças do trato urinário; Litíase renal; Doenças renais; Insuficiência renal; Diabetes insipidus; Problemas genito-urinários masculinos; Emergências no nariz e no ouvido; Emergências oculares; 

  • Distúrbios não traumáticos cirúrgicos e articulações e abordagem a criança dependente de tecnologia
Emergências cirúrgicas neonatais de apresentação tardia; Estenose hipertrófica do piloro; Hérnia inguinal; Obstrução intestinal; Intussucepção; Divertículo de Meckel, Apendicite; Cuidados com traqueostomia; A criança portadora de derivação ventricular; A criança sob ventilação mecânica crônica; Cuidados com cateteres totalmente implantados; A criança com vias para alimentação enteral; Complicações com estomas. 

  • Emergências gastrointestinais e endocrinológicas
Dor abdominal; Abdome agudo; Sangramento gastrointestinal; Corpo estranho no trato gastrointestinal; Doenças do fígado e da vesícula biliar; Pancreatite aguda; Refluxo gastroesofageano; Distúrbios do metabolismo da glicose; Cetoacidose diabética; Insuficiência adrenal; Hipotiroidismo e coma mixedematoso; Hipertiroidismo e crise tireotóxica; Erros inatos do metabolismo. 

  • Atendendo o paciente adolescente e lesões de ossos e articulações não traumáticas
Dismenorréia; Vulvovaginites; Sangramento ginecológico anormal; Adolescente grávida; Doenças sexualmente transmissíveis; Dor testicular; Abuso sexual e estupro; A criança que manca; Epifisiólise femoral; Artrite séptica; Osteomielite; Dor articular; Doenças musculoesqueléticas inflamatórias; Luxações; Tumores ósseos.

  • Acidentes na infância e emergências psicossociais
Afogamento não fatal; Queimaduras e exposição ao calor; Hipotermia acidental; Lesões elétricas; Doença da altitude; Acidentes de mergulho; Picadas e mordeduras por animais peçonhentos; Mordidas de animais e humanas; Acidentes radioativos; Abuso e negligência; Emergências psiquiátricas; Emergências de comportamento; Morte na unidade de emergência; Morte encefálica e doação de órgãos; Comunicação de más notícias e de óbito. 

  • Emergências toxicológicas e segurança do paciente
Abordagem inicial do paciente intoxicado; Agentes antitérmicos; Produtos químicos domésticos; Medicações prescritas; Drogas ilícitas; Metais pesados; Monóxido de carbono; Envenenamento por agentes ambientais; Registro médico; Segurança do paciente; Melhoria da qualidade; Minimizando os erros, Liderança na emergência; Estabelecimento de protocolos de atendimento; 

  • Epidemiologia Clínica. Metodologia Científica. Bioestatística.
Metodologia científica básica; Desenhos de estudo; Análise estatística básica; Como escrever uma monografia; Como escrever um artigo científico; Interpretando artigos científicos; Medicina baseada em evidências.




Pré-requisitos:

Público Alvo:
Portadores do diploma de médico.

COORDENADOR

Profª Dra. Daniella Mancino da Luz Caixeta

Profª Dra. Daniella Mancino da Luz Caixeta

Doutora pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) Especialista em Medicina Intensiva Pediátrica pelo MEC e pela AMIB Especialista em Pediatria pelo MEC e pela SBP Médica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

PROFESSOR

Prof. Dr. Arnaldo Prata Barbosa

Doutor pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, Especialista em Medicina Intensiva Pediátrica pela AMIB, Pesquisador do Instituto D?Or de Pesquisa e Ensino

Prof. Esp. Anderson Gonçalves Panisset

Especialista em Medicina Intensiva Pediátrica pelo MEC e AMIB Especialista em Pediatria pelo MEC e SBP Preceptor da residência em Medicina Intensiva Pediátrica da Universidade Federal do Rio de Janeiro

Prof. Esp. Bruno Bohme

Especialista em Medicina Intensiva Pediátrica pelo MEC e AMIB Especialista em Pediatria pelo MEC e SBP

Prof. Esp. Letícia Massaud

Especialista em Medicina Intensiva Pediátrica pelo MEC e AMIB Especialista em Pediatria pelo MEC e SBP Preceptora da residência em Medicina Intensiva Pediátrica do Instituto Fernandes Figueira

Profª Ms. Carla Verona de Farias

Mestre pela Fundação Oswaldo Cruz Especialista em Pediatria pelo MEC Especialista em Cardiopediatria pelo MEC

Profª MS. Fernanda Lima Setta

Mestre pelo Instituto Fernandes Figueira-FIOCRUZ Especialista em Medicina Intensiva Pediátrica pelo MEC e pela AMIB Especialista em Pediatria pelo MEC e pela SBP Médica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)