facebook pixel code

Nutrição Clínica e Desportiva

Pós-Graduação Carga Horária: 400 h Modalidade: Presencial

Área de Conhecimento: Nutrição

Apresentação:
O curso de Pós-Graduação em Nutrição Clínica e Desportiva pretende suprir uma lacuna profissional em nossa região com o intuito de apoiar a formação baseada no “saber fazer” e nas habilidades e competências a serem ativadas em contextos de saúde e qualidade de vida. É evidente a carência significativa de profissionais envolvidos no processo de prestação de serviços, nos requisitos de qualidade requeridos, na articulação e diferenciação dos serviços prestados. Nosso corpo docente altamente qualificado fornecerá subsídios para uma excelente formação profissional.

Objetivo:
O curso de Pós-Graduação em Nutrição Clínica e Esportiva pretende suprir uma lacuna profissional em nossa região com o intuito de apoiar a formação baseada no ?saber fazer? e nas habilidades e competências a serem ativadas em contextos de saúde e qualidade de vida. É evidente a carência significativa de profissionais envolvidos no processo de prestação de serviços, nos requisitos de qualidade requeridos, na articulação e diferenciação dos serviços prestados. Nosso corpo docente altamente qualificado fornecerá subsídios para uma excelente formação profissional.

Disciplinas:

1) Anamnese e Ferramentas de Coaching Nutricional (20 horas)
Anamnese:
a) Avaliação clínica do estado nutricional:
i) Conceitos;
ii) Métodos de avaliação;
iii) Anamnese nutricional:
• Sinais e sintomas de deficiências nutricionais.
iv) Consumo alimentar:
• Recordatório de 24 horas e diário alimentar;
• Dia alimentar habitual e história dietética.
v) Antropometria.
Ferramentas de Coaching Nutricional:
a) O que é coaching e seus tipos;
b) Competências centrais do coaching;
c) Diferença entre coaching de saúde e bem estar e outras abordagens;
d) A diferença entre Nutricionista e Coach;
e) Estratégias do coach que podem ser aplicadas no atendimento nutricional;
f) O modelo de conversa coach;
g) Mindfulness e inquérito apreciativo;
h) Técnicas de entrevista motivacional;
i) Comunicação não violenta;
j) Modelo transteorético de mudança de comportamento;
k) Ferramentas da psicologia positiva.

2) Avaliação da Composição Corporal Aplicada à Nutrição (20 horas)
Conceitos e fundamentos básicos sobre composição corporal para diferentes populações:
a) O que é uma medida?
b) Diferentes escalas de medidas;
c) O que é uma avaliação?
d) Instrumentos utilizados para produzir as medidas em avaliação;
e) Posicionamento da OMS sobre as avaliações físicas;
f) Tipos de avaliação físicas:
i) Os padrões de avaliação;
ii) Dobra cutânea;
iii) Bioimpedância;
iv) DEXA.
g) Avaliação física e clínica de diferentes populações em consultório:
i) Crianças;
ii) Adolescentes;
iii) Jovem adulto;
iv) Adultos de meia idade;
v) Idosos;
vi) As particularidades para avaliações em mulheres:
• Gestante e lactente;
• Ciclo menstrual.
vii) Obesos.

3) Exames Bioquímicos Aplicados à Nutrição (20 horas)
a) Como solicitar e analisar exames de rotina nutricional em pacientes saudáveis e em situações especiais: 
i. Hemograma completo;
ii. Anemias;
iii. Diabetes;
iv. Marcadores de doenças cardiovasculares;
v. Marcadores de função renal;
vi. Marcadores de função hepática;
vii. Desnutrição e deficiências nutricionais;
viii. Alergias e intolerância alimentares.

4) Fisiologia do Exercício (20 horas)
O objetivo da disciplina é entender as adaptações das principais atividades físicas provocam no organismo e como isso modifica nosso metabolismo de forma aguda e crônica. O maior foco está nas modalidades de atividade física de academia, que hoje é onde se encontra a maior parte dos pacientes de nutrição clínica e desportiva.
a) Anatomia do Sistema Muscular:
i. Conceitos básicos;
ii. Tipo de músculos;
iii. Funções dos músculos;
iv. Componentes anatômicos do musculo estriado esquelético;
v. Classificação morfológica dos músculos estriados esqueléticos.
b) Fisiologia muscular:
i. Fibra muscular;
ii. Células satélites;
iii. Retículo sarcoplasmático;
iv. Miofibrila e miofilamento;
v. Mecanismo molecular da contração muscular.
c) Ativação do musculo estriado esquelético:
i. Cortex motor;
ii. Motoreunônio;
iii. Sinapses;
iv. Unidade motora;
v. Potencial de ação;
vi. Processo de excitação-contração.
d) Adaptações neurológicas ao exercício:
i. Adaptações morfológicas;
ii. Modificação da secção muscular;
iii. Hipertrofia das fibras musculares;
iv. Hipertrofia e proliferação de miofibrilas;
v. Hiperplasia;
vi. Outras adaptações morfológicas;
vii. Adaptação nervosas.

5) Anatomofisiologia do Sistema Digestório (20 horas)
a) Estudo das funções do sistema digestivo;
b) Princípios gerais dos mecanismos de regulação no sistema; 
c) Mastigação e deglutição;
d) Motilidade gástrica; 
e) Motilidade intestinal:
i) Disbiose intestinal;
ii) Intestino do Atleta. 
f) Secreção salivar, gástrica, pancreática e biliar;
g) Absorção intestinal de água, eletrólitos e vitaminas.

6) Sistema Endócrino e Modulação Hormonal (20 horas)
a) Principais glândulas endócrinas humanas: 
i) Hipotálamo;
ii) Hipófise ou glândula pituitária;
iii) Glândula tireoide;
iv) Glândulas paratireoides;
v) Glândulas suprarrenais ou adrenais glândula pineal;
vi) Ilhotas de Langherans (pâncreas endócrino);
vii) Gônadas (gone = semente) (glândulas sexuais).
b) Mecanismo de “feedback” ou retro-controle. 
i) O “feedback positivo”;
ii) O “feedback negativo”.
c) Visão geral do sistema endócrino e interação dos eixos hormonais;
d) Balanço hormonal, integridade do funcionamento celular e os gatilhos para as deficiências hormonais;
e) O desequilíbrio hormonal como um dos itens na teia de interconexões metabólicas da nutrição funcional;
f) Insulina;
g) Glicocorticoides;
h) Estrogênio e testosterona;
i) Hormônios tireoidianos;
j) Serotonina e melatonina.

7) Metodologia da Pesquisa: Nutrição Baseada em Evidências (10 horas)
Objetivo da disciplina:
• Capacitar o aluno a buscar informações científicas baseadas em evidências pautadas na prática da Nutrição Clínica e Desportiva de forma segura e confiável, pois este conhecimento que dará base para a conduta e planejamento alimentar do cliente/paciente; 
• Capacitar o aluno para saber selecionar trabalhos científicos, ler, interpretar e reunir as informações de acordo com o objetivo da 'pesquisa'.
• Auxiliar o aluno a criar estratégias para reunir as informações pesquisadas de forma organizada e de fácil acesso, como o fichamento. 
Ementa:
a) Princípios gerais do pensamento científico. 
b) Operar os sistemas de busca eletrônica e bibliográfica de artigos científicos. 
c) Análise crítica das fontes de informação em saúde: as comunicações orais, os sites eletrônicos, as apostilhas, os livros textos, os artigos científicos; 
d) Metodologia de pesquisas em saúde e no esporte; 
e) Princípios do conhecimento epidemiológico; 
f) Identificação de métodos científicos qualitativo e quantitativo; 
g) Leitura e interpretação de métodos e resultados em estudos científicos.

8) Empreendedorismo e Marketing Aplicados à Nutrição (10 horas)
a) Introdução ao marketing:
i) Porque estudar marketing e como ele pode ser aplicado no meu dia-a-dia;
b) Como meu público compra?
i) Entendendo o comportamento de compra do meu paciente.
c) Posicionamento:
i) Como meus clientes me enxergam?
d) Definindo quem realmente é meu público:
i) Traçando o perfil de quem realmente eu quero atender.
e) Análise do processo de venda e conquista de clientes:
i) Atrair;
ii) Converter;
iii) Relacionar;
iv) Analisar.

9) Bioenergética e bioquímica da nutrição e do exercício I (20 horas)
a) Princípios de bioenergética; 
b) Enzimas:
i) Regulação da atividade enzimática; 
c) Respiração celular e fosforilação oxidativa; 
d) Hidratos de carbono; 
e) Ciclo de Krebs; 
f) Proteínas e lipídeos; 
g) Aspectos bioquímicos da ação hormonal.

10) Bioenergética e bioquímica da nutrição e do exercício II (20 horas)
a) Integração metabólica:
i) Transporte de gases no sangue; 
ii) Equilíbrio ácido-base do sangue.
b) Atividade física e bioenergética com predominância em:
i) Oxidação de lipídios  Emagrecimento;
ii) Síntese proteica  Hipertrofia;
iii) Adaptações crônicas do sistema bioenergético.

11) Necessidades nutricionais e hídricas para o exercício de endurance e força (20 horas)
a) Avaliação nutricional do esportista;
b) Composição corporal e esporte de alto rendimento;
c) Classificação dos nutrientes;
d) Princípios de uma nutrição saudável para o rendimento esportivo;
e) Erros relacionados à alimentação;
f) Consumo médio no esporte de alto nível.

12) Doenças relacionadas às disfunções do metabolismo de macronutrientes (20 horas)
a) Obesidade:
i. Fisiopatologia e bioquímica da obesidade;
ii. Etiologia do ganho de peso;
iii. Mecanismos metabólicos;
iv. Inflamação, imunidade e epigenética;
v. Atividade nutricional e metabolismo;
vi. Atualidades científicas.
b) Resistência Insulínica:
i. Etiologia;
ii. Disfunção da sinalização hormonal;
iii. Mecanismo fisiopatológico;
iv. Terapias de prevenção e tratamento;
v. Atualidades científicas.
c) Diabetes Mellitus:
i. Disfunção hormonal;
ii. Fisiopatologia;
iii. Sinais e sintomas;
iv. Terapêutica de compensação e tratamento não-medicamentoso;
v. Atualidades científicas.
d) Hipercolesterolemia e Dislipdemia:
i. Metabolismo das gorduras;
ii. Mecanismos fisiopatológicos;
iii. Atividade metabólica e vias sinalizatórias;
iv. Avaliação, prevenção e tratamento;
v. Atualidades científicas.
e) Disfunções hormonais:
i. Atividade hormonal e metabologia;
ii. Disfunções sinalizatórias;
iii. Mecanismos compensatórios;
iv. Síndromes hormonais;
v. Atualidades científicas.
f) Síndrome Metabólica:
i. Fisiopatologia e etiologia;
ii. Avaliação e Classificação;
iii. Componente Cardiovascular;
iv. Apneia obstrutiva do sono;
v. Componentes Metabólicos;
vi. Atualidades científicas.

13) Saúde da mulher: abordagem da nutrição funcional (10 horas)
a) Fisiologia do ciclo menstrual:
i. Síndrome do Ovário Policístico;
ii. Resistência à Insulina e seu envolvimento na etiologia da SOP;
iii. O papel da Nutrição Funcional na melhora das alterações fisiológicas e clinicas – acne, hirsutismo, queda de cabelo.
b) Endometriose:
i) Etiologia;
ii) Alteração hormonal, estresse oxidativo e nutrientes envolvidos.
c) Fisiologia do metabolismo ósseo/remodelação óssea:
i) Composição do tecido ósseo;
ii) Fatores que levam à osteoporose;
iii) Osteoporose e modulação nutricional.
d) Fisiologia da tireoide:
i) Formação dos hormônios;
ii) Modulação nutricional;
iii) Interpretação dos exames TSH ultrassensível, T4 livre e T3 livre.

14) Nutrição em estética (10 horas)
a) Histórico e Conceitos;
b) Áreas de atuação/ público alvo;
c) Avaliação nutricional;
d) Informações gerais/estrutura da pele;
e) Envelhecimento cutâneo/rugas;
f) Fotodano;
g) Melasma;
h) Acne;
i) Flacidez/ Celulite/ Estrias;
j) Cabelos/Alopecia/Unhas;
k) Tratamentos em Estética.

15) Recursos ergogênicos e nutricionais no exercício e no esporte (20 horas)
a) Conceitos importantes em Nutrição Esportiva;
b) Gasto energético nos exercícios;
c) Cálculo das necessidades energéticas;
d) Dieta e atividade física;
e) Nutrientes x Exercícios;
f) Macronutrientes 
g) Índice glicêmico;
h) Anabólicos sintéticos.
i) Suplementação:
i. Whey Protein;
ii. Creatina;
iii. AMB;
iv. Beta alanina;
v. Cafeína;
vi. Pre-workout;
vii. Malto e dextrose
viii. Termogênicos.

16) Aplicações clínicas da nutrição em esportes de alto rendimento (20 horas)
a) Estudo das modalidades esportivas enquanto manifestação da cultura corporal e do desenvolvimento humano. 
b) Contextualização das principais modalidades esportivas desenvolvidas no Brasil no contexto olímpico.
c) Nutrição para atletas praticantes de esportes de alto rendimento:
i) Período geral da preparação do atleta;
ii) Período específico durante a preparação do atleta para as competições;
iii) Período competitivo;
iv) Período pós competição;
v) Período de recuperação ou regeneração e preparo para uma nova temporada de competição.

17) Farmacologia, fitoterapia e interação entre drogas e nutrientes (20 horas)
a) Grupos farmacológicos, noções gerais de farmacocinética, farmacoterapia e os fatores que alteram o efeito de fármacos;
b) Ação dos fármacos na biodisponibilidade dos nutrientes;
c) Alterações significativas provocadas no organismo por interações fármacos-nutrientes e sua relação com a atividade farmacológica;
d) Discussão à fitoterapia como auxiliar do tratamento nutricional, suas indicações e contraindicações.

18) Nutrição na infância à adolescência (20 horas)
Nutrição na infância:
a) O Lactente Saudável:
i) A importância dos primeiros 1000 dias de vida;
ii) O aleitamento materno vs fórmulas infantis.
b) Diversificação Alimentar: 
i) Plano de diversificação alimentar.
c) Legislação específica das fórmulas infantis e dos alimentos destinados a bebés e crianças de tenra idade.
d) Situações patológicas específicas:
i) Alergias e intolerâncias alimentares, doença celíaca.
e) Curvas de crescimento (Peso, altura e IMC).
f) Nutrição em Idade Pré Escolar e Escolar:
i) Importância da educação/intervenção alimentar;
ii) A importância dos primeiros anos de vida na definição do padrão alimentar do futuro adulto – principais desafios.
g) Obesidade infantil:
i) Prevenção vs tratamento;
ii) Consequências a curto, médio e longo prazo.
Nutrição na adolescência:
a) Necessidades nutricionais específicas:
i) Alterações físicas e fisiológicas: a puberdade e suas repercussões na composição corporal e nas necessidades nutricionais.
b) Importância da imagem corporal.
c) Riscos de desequilíbrio da imagem corporal:
i) Obesidade;
ii) Anorexia.

19) Transtornos Alimentares (20 horas)
a) Regulação da fome, do apetite e da saciedade;
b) Prevalência e incidência dos transtornos alimentares;
c) Anorexia nervosa;
i) Prevalência e indicadores demográficos;
ii) Critério de diagnóstico;
iii) Questionário de avaliação do comportamento alimentar;
iv) Distorção de imagem corporal.
d) Bulimia nervosa:
i) Prevalência e indicadores demográficos;
ii) Critério de diagnóstico;
iii) Questionário de avaliação do comportamento alimentar;
iv) Diferenças clínicas entre a anorexia nervosa e a bulimia nervosa.
e) Transtorno de compulsão alimentar e periódica (TCAP):
i) Definições importantes para TCAP;
ii) Prevalência e indicadores demográficos;
iii) Critério de diagnóstico;
iv) Questionário de avaliação do comportamento alimentar.
f) Avaliação das complicações clínicas;
g) Avaliação antropométrica e corpórea;
h) Avaliação laboratorial;
i) Avaliação do comportamento alimentar;
j) Anamnese para pacientes com anorexia nervosa, bulimia nervosa e TCAP;
k) Objetivos dietoterápicos;
l) Intervenção da terapia nutricional.

20) Prática em nutrição clínica I (20 horas)
a) Desenvolvimento de Anamnese;
b) Atendimento clínico:
i) Avaliação nutricional clínica;
ii) Avaliação antropométrica;
iii) Entrega da prescrição alimentar;
iv) Orientação do paciente.

21) Prática em nutrição clínica II (20 horas)
a) Reavaliação do paciente:
i) Reavaliação nutricional clínica;
ii) Reavaliação antropométrica;
iii) Entrega da prescrição alimentar;
iv) Orientação do paciente.

22) Seminários de apresentação e discussão dos resultados das práticas clínicas (20 horas)
a) Apresentação das condutas clínicas;
b) Discussão e defesa da prescrição alimentar;
c) Correções e considerações finais.

TCC - Será o relatório dos atendimentos clínicos das aulas de Práticas Clínicas I, II e III.


Pré-requisitos:
Nível Superior Completo

Público Alvo:
Nutricionistas

COORDENADOR

Prof. MSc. Raphael Soares

Prof. MSc. Raphael Soares

Graduado em Educação Física pela Faculdade de Educação Física e Desportos da Universidade Federal de Juiz de Fora, Pós-Graduado em Fisiologia do Exercício e Grupos Especiais pelo Centro Universitário Estácio de Sá. Possui mestrado em Educação Física com foco em Grupos Especiais pela Universidade de Lausanne (Suíça). No início da faculdade seu maior interesse era a prática esportiva, especificamente a Ginastica de Trampolim, mas com o aprofundamento dos estudos a grande área da Saúde o conquistou. Durante o mestrado começou estudar e trabalhar com recuperação de indivíduos com lesão do sistema nervosa. Membro fundador e ex-delegado da Associação Suíça de Profissionais em Atividade Física Adaptada, ex-coordenador metodológico do Swiss Recovery Center. Tem experiência na área de prescrição e controle de exercício físico para grupos especiais, treinamento de alto rendimento para atletas de Trampolim, docência de Anatomia Humana. Atualmente é Personal Trainer, Professor, Coordenador de Curso de pós-graduação e Supervisor de Ensino no IESPE/FacRedentor.

COORDENADOR

Profa. Esp. Fernanda Gargiulo

Profa. Esp. Fernanda Gargiulo

Coordenadora da Pós-Graduação em Nutrição Clínica e Desportiva da Faculdade Redentor no IESPe| Formada em Nutrição pela Universidade Federal de Juiz de Fora e especialista em Nutrição Clínica e Esportiva pelo IPGS| Trabalha com atendimento clínico e esportivo na Clínica Débora Valadão desde 2013 com Nutrição Funcional e cursa a Pós-Graduação em Nutrição Clínica Funcional pela VP consultoria nutricional.

PROFESSOR

Cristiane Martins Rocha Dayrell

Nutricionista graduada na UFOP (1999), possui mestrado em Treinamento Esportivo pela Universidade Federal de Minas Gerais (2003) e é especialista em Nutrição Esportiva pela UVA / RJ (2002). Foi professora universitária na UFOP, UNA e Uni-BH e atualmente dedica-se exclusivamente ao consultório particular.Tem experiência na área de Nutrição, com ênfase em Nutrição Esportiva. Acompanhamento nutricional para emagrecimento, aumento de massa muscular, manutenção da composição corporal e melhoria na qualidade nutricional da alimentação.Além disso, ministra palestras e aulas em pós graduação relacionados com o assunto em questão.

Denise Félix Quintão

Nutricionista graduada na UFOP (1999), possui mestrado em Treinamento Esportivo pela Universidade Federal de Minas Gerais (2003) e é especialista em Nutrição Esportiva pela UVA / RJ (2002). Foi professora universitária na UFOP, UNA e Uni-BH e atualmente dedica-se exclusivamente ao consultório particular.Tem experiência na área de Nutrição, com ênfase em Nutrição Esportiva. Acompanhamento nutricional para emagrecimento, aumento de massa muscular, manutenção da composição corporal e melhoria na qualidade nutricional da alimentação.Além disso, ministra palestras e aulas em pós graduação relacionados com o assunto em questão.

Fernanda Martins de Albuquerque

Nutricionista, graduada na Universidade Federal de Juiz de Fora. Mestre em Ciência da Nutrição pela Universidade Federal de Viçosa, na linha de pesquisa de Saúde e Nutrição de Grupos Populacionais, com ênfase em Nutrição Infantil, atuando nas seguintes sub-áreas: avaliação do estado nutricional, deficiência de micronutrietes, epidemiologia nutricional e doenças crônicas não-transmissíveis.

Janaina Lavalli Goston

Nutricionista doutora em Saúde Pública pela Faculdade de Medicina da UFMG (2010-2012) (área de concentração em epidemiologia). Possui mestrado em Ciência de Alimentos pela Faculdade de Farmácia da Universidade Federal de Minas Gerais (2008-2010). É especialista em Nutrição em esportes, título obtido por mérito pela Associação Brasileira de Nutrição (ASBRAN) e pós-graduada em Fisiologia do Exercício (UVA-RJ). Tem experiência de mais de 10 anos na área de Nutrição Esportiva, ênfase em Suplementos Nutricionais e acompanhamento nutricional exclusivo a esportistas e atletas. Tem certificação como Advanced Nutrition Specialist of the International Federation of Body Building and Fitness (IFBB) Academy (03771/2014). Colunista da Radio CBN BH (106,1FM) com quadro Alimentação Saudável 2as e 6as feiras as 10:40h ao vivo. Membro do Grupo de pesquisadores do Observatório de Saúde Urbana de BH (OSUBH) do departamento de medicina preventiva e social da Faculdade de Medicina da UFMG desenvolvendo trabalho com foco na área de epidemiologia da atividade física e nutrição no ambiente ocupacional e urbano. Ex-colaboradora do projeto multidisciplinar de estruturação do atendimento ambulatorial nutricional dos atletas e redação do protocolo interno do Centro de Treinamento Esportivo (CTE) da UFMG (2012-2014). Ex-coordenadora acadêmica nacional e docente da Pós-graduação em Nutrologia do Esporte da Fisicursos, capacitando médicos a se tornarem referências profissionais em nutrologia esportiva (2015). Docente em vários cursos de pós graduação e atualização em nutrição esportiva. Atualmente, em consultório próprio faz atendimento clínico-esportivo específico e exclusivo para atletas e esportistas em diversas modalidades esportivas. Apaixonada pelo o que escolhi ser: nutricionista em esportes! Venho de uma família de atletas (pai goleiro profissional, mãe vôley, irmão atleta de CrossFit) certamente a inspiração para praticar exercícios veio de casa... Motivação é o que usei para começar a exercitar... E hábito é o que uso para continuar! Assim, regularmente costumo levar meu corpo para passear, pois se ele cansa minha mente descansa!

Joana de Mendonça Kamil

Mestrado em Psicologia - Universidade Federal de Juiz de Fora / UFJF. Coordenadora do Curso de Pós Graduação em Nutrição e Gastronomia - IESP/ Faculdade Redentor. Docente do Curso de Pós Graduação em Nutrologia EAD/ Faculdade Redentor. Docente do Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora - CES/JF no curso de Graduação em Gastronomia nas disciplinas: Entradas e Saladas; Cozinha Experimental. Docente da Universidade Presidente Antônio Carlos - UNIPAC no Campus Juiz de Fora/MG nas disciplina Nutrição Esportiva; Nutrição Natural e Alternativa; Nutrição Experimental; Nutrição e Saúde Pública I. Pós Graduada em Nutrição aplicada à Gastronomia - NUTRINEW. Especialista em Terapia Nutricional e Nutrição Clínica - GANEP / BH. Formação em Medicina Antroposófica SUPREMA / JF. Especialista em Nutrição Clínica Funcional pela Universidade Estácio de Sá / RJ. Graduada em Nutrição pela Universidade Metodista Bennett - UNIBENNETT / RJ. Membro do Grupo de Pesquisa Processos Psicossociais e Cultura do Corpo, cadastrado no CNPQ. Atendimento Clínico em consultório particular. Cursos de Culinária em espaço próprio.

Maíra Barros Louro

Nutricionista graduada pela Universidade Federal de Juiz de Fora (2014), mestre em Nutrição e Saúde pela Universidade Federal de Minas Gerais (2016), com atuação na linha de pesquisa em Saúde Pública, pós-graduanda em Nutrição em pediatria: da concepção à adolescência pelo Instituto de Pesquisas, Ensino e Gestão em Saúde (iPGS), Doutoranda em Saúde e Enfermagem pela Universidade Federal de Minas Gerais, com atuação na linha de pesquisa em Promoção da Saúde, Prevenção e Controle de Agravos. Capacitada em Mindfullness em Nutrição. Pesquisadora do NIEPE - Núcleo Interdisciplinar de Estudos e Pesquisas em Epidemiologia. Docente de cursos de pós-graduação na área de Nutrição da FacRedentor no IESPE. Colaboradora de conteúdo do Blog do Instituto de Especialização e Extensão (IESPE).

Marcio Fernandes dos Reis

Graduação em Fisioterapia pela UFJF/2003. Especialista em Ergonomia pela UFJF/2004. Mestrado em Saúde Coletiva pela UFJF/2015. Atuação como docente em graduação e pós-graduações desde 2003 nas áreas de anatomia humana, neuroanatomia, fisiologia humana e cinesiologia/ cinesioterapia. Atualmente é professor responsável pela coordenação do curso de Fisioterapia da UNIPAC - Juiz de Fora/MG.

Renato Erothildes Ferreira

Graduado em Educação Física pela Faculdade de Educação Física e Desportos (UFJF), Pós-Graduado em Treinamento Desportivo pelo Centro de Ensino Superior de Muzambinho (MG). Especialização em ECG, Arritmias Cardíacas e Gerontologia pela Escola de Aperfeiçoamento Médico Pró-Geriátrico-JF, Especialização em Estatística pelo ICE (UFJF), Mestre em Avaliação e Gestão de Políticas Públicas, com foco na cognição e aprendizagem pelo PPGE (UFJF), Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Saúde Brasileira da Faculdade de Medicina (UFJF), com foco em Análise de Sobrevivência. O inicio da minha carreira meu grande interesse foi atividade física para grupos especiais, principalmente cardíacos e idosos, também me especializei em avaliação física para academias e empresas. Fui coordenador do Programa de Avaliação Física e Clínica da Caminhada da UNIMED-JF, coordenador de Avaliação Física da Academia Olympia, coordenador de Avaliação Física da Clínica Conexão ELE-ELA, coordenador de Avaliação Física da Academia Fibra, Coordenador de Avaliação Física da BMS Logística (Mercedes Benz-JF), Coordenador de Avaliação Física e Saúde Preventiva da Empresa ArcelorMittal-JF entre 2000 e 2014. Sócio Proprietário da Empresa Apolo Trainer, especializada em avaliação física e consultoria para empresas.

Santiago Paes

Graduado em educação física - UFJF | Mestre em educação física - UFJF/UFV | Pós graduado em atividade física na saúde e Reabilitação cardíaca- UFJF | Pós graduado em ciências do treinamento Desportivo - UFJF | Atuação como educador físico no Instituto Mineiro de estudos e pesquisas em nefrologia da UFJF e no centro hiperdia de atenção secundária a saúde | Atuação como professor de educação física na rede Sarah de hospitais de reabilitação unidade Salvador- Bahia | Revisor da revista Paulista de Pediatria e da Internacional Journal of Endocrinology and Metabolic Disorders | Mais de 20 artigos científicos publicados em revistas nacionais e internacionais.