facebook pixel code

Oncologia para enfermeiros

Pós-Graduação Carga Horária: 360 h Modalidade: Presencial

Área de Conhecimento: Enfermagem

Apresentação:
O curso de especializa√ß√£o em Oncologia para enfermeiros tem por objetivo, especializar profissionais enfermeiros para prestar assist√™ncia de enfermagem, gerenciar e desenvolver pesquisas na √°rea oncol√≥gica atuando na preven√ß√£o, detec√ß√£o precoce,tratamento e reabilita√ß√£o ao paciente portador de c√Ęncer.
As aulas acontecem um final de semana por mês.
Coordenadora: Msc. Sinara Santos Pereira

Objetivo:
- Capacitar enfermeiros para prestar assistência ao paciente oncológico;
- Gerenciar os serviços de enfermagem em oncologia; Desenvolver os princípios de bioética na assistência oncológica;
- Desenvolver pesquisa de enfermagem em oncologia;
- Conhecer os Programas Nacionais de Preven√ß√£o e controle do c√Ęncer do INCA.

Disciplinas:
Politica Nacional de Atenção Oncológica e Gerência em Oncologia - 20 h
Pol√≠tica Nacional de Aten√ß√£o Oncol√≥gica (PNAO); C√Ęncer como problema de sa√ļde p√ļblica;
A√ß√Ķes integradas do governo com a sociedade;
A√ß√Ķes para o controle do c√Ęncer no Brasil.
Rede de Atenção Oncológica;
Portaria PT 741 - Normas de Classificação UNACON/ CACON; a inserção da Enfermagem na PNAO.
Principais teorias organizacionais e suas rela√ß√Ķes com os cen√°rios de pr√°tica da enfermagem;
Gest√£o pela qualidade; melhoria de processos;
Definição de indicadores na enfermagem.
Processo de trabalho em sa√ļde e suas perspectivas;
Gerência de recursos humanos e de cuidados de enfermagem em unidades oncológicas;
Rela√ß√Ķes interpessoais no processo de trabalho;
SAE como ferramenta assistência;
Oncog√™nese e Fisiopatologia do C√Ęncer - 20 h
Etapas da Carcinogênese;Carcinogênese física, química e biológica;
Características biológicas e bioquímicas da célula tumoral; Cinética tumoral;
Morfologia e nomenclatura das altera√ß√Ķes celulares tumorais e n√£o tumorais;
Neoplasias benignas e malignas;
Patogênese do Processo Metastático;
Imunologia tumoral e Relação tumor-hospedeiro;
Graduação e Estadiamento;
Marcadores Tumorais;
Interven√ß√Ķes de Enfermagem em Pacientes com Altera√ß√Ķes Oncohematopo√©ticas - 20 h
Linfócitos
Hematopoese, doenças hematológicas
Classificação das neoplasias hematológicas
Leucemias: classificação, incidência, quadro clínico, diagnóstico e tratamento.
Linfomas: classificação, estadiamento e estratégias de tratamento.
Mieloma m√ļltiplo estadiamento, e estrat√©gias de tratamento.
Diagn√≥sticos e Interven√ß√Ķes de enfermagem ao paciente com dist√ļrbios hematol√≥gicos;
Interven√ß√Ķes de Enfermagem em Oncopediatria - 20 h
C√Ęncer infantil: neuroblastoma, rabdomiossarcoma, hepatoblastoma, osteossarcoma, tumor de wilms, retinoblastoma; e tumores do sistema
nervoso central;
Incidência; diagnósticos precoces; sinais e sintomas e sinais de alerta;
Protocolos de tratamento;
Orientação à família;
Doença terminal;
Interven√ß√Ķes e cuidados espec√≠ficos de enfermagem;
Interven√ß√Ķes de Enfermagem aos Pacientes Submetidos a Quimioterapia - 20 h
Princípios básicos de quimioterapia;
Conceito de quimioterapia e função do ciclo celular;
Conceito de Nadir;
Bases farmacológicas dos agentes quimioterápicos;
Tipos de quimioterapia;
Terapia alvo molecular;
Administra√ß√£o de Quimioter√°picos: dilui√ß√Ķes e complica√ß√Ķes;
Riscos ocupacionais;
Normas de biossegurança no manuseio de antineoplásicos;
Consulta de Enfermagem; Interven√ß√Ķes e cuidados de enfermagem;
Aspectos gerenciais de um centro de quimioterapia;
Interven√ß√Ķes de Enfermagem aos Pacientes Submetidos √† Radioterapia - 20 h
História da radioterapia;
Conceitos:radioterapia, teleterapia, Braquiterapia e Iodoterapia;
Fundamentos de Radiobiologia; iodoterapia;
Manifesta√ß√Ķes Cl√≠nicas do paciente submetido a radioterapia;
Protocolos Institucionais;
Interven√ß√Ķes de Enfermagem;
A√ß√Ķes educativas na consulta de enfermagem;
Interven√ß√Ķes de Enfermagem em Transplantes de C√©lulas Tronco, Hematopo√©ticas de Sangue de Cord√£o Umbilical e Hemoterapia - 20 h
C√©lula-tronco embrion√°ria e adulta e suas fun√ß√Ķes
Formas de obtenção das células-tronco embrionárias e hematopoéticas;
Hematopoese fetal;
Compatibilidade HLA;
Legislação do banco de sangue de cordão umbilical e placentário;
Atividades do enfermeiro no banco de sangue de cord√£o umbilical e placent√°rio;
Seleção, captação, coleta e processamento de sangue de cordão umbilical;
Conceitos de Hemoterapia e a terapêutica transfusional;
Sistema ABO, Fator Rh, hemocomponentes e hemoderivados;
Legislação em Hemoterapia; Captação e Seleção de doadores;
Tipos e indica√ß√Ķes de transfus√£o;
Rotina de cuidados da enfermeira hemoterapeuta e da enfermeira assistencial;
Transfusão sanguínea em pacientes oncológicos
Rea√ß√Ķes Transfusionais: imediatas e tardias, hemol√≠ticas agudas e tardias, al√©rgicas, febris, hem√≥lise n√£o imune;
Doença de enxerto versus hospedeiro;
Sobrecarga Circulatória;
Contaminação Bacteriana;
Edema Pulmonar não Cardiogênico;
Interven√ß√Ķes de Enfermagem nas Cirurgias de Mama e Abdominais P√©lvicas - 20 h
Anatomia e fun√ß√Ķes das mamas conceito, fatores de risco, hist√≥rico das a√ß√Ķes, promo√ß√£o da sa√ļde, preven√ß√£o, detec√ß√£o precoce,
tratamento, sismama;
Anatomia e fun√ß√Ķes do sistema genito-urin√°rio: filtra√ß√£o,excre√ß√£o e reprodu√ß√£o do sistema genito- urin√°rio ,tumores genito -urin√°rio,
fatores de risco.
Sistema urin√°rio: rins ureteres, bexiga e uretra e suas fun√ß√Ķes.
Fun√ß√Ķes dos rins. Problemas associados √† mic√ß√£o;
Exames diagnósticos de tumores renais;
Manifesta√ß√Ķes cl√≠nicas,fatores de risco, tratamento, terapia farmacol√≥gica terapia com radia√ß√Ķes;
Complica√ß√Ķes e interven√ß√Ķes de enfermagem aos pacientes com tumores genito ?urin√°rios;
Interven√ß√Ķes de Enfermagem em Estomias e Les√Ķes Cut√Ęneas - 20 h
Elaborar acompanhamento, orientação, conclusão e entrega da TCC Definição de estomia;
Classificação dos estomas;
T√©cnicas cir√ļrgicas para constru√ß√£o de urostomia e enterostomias.
Equipamentos e adjuntos para o manejo;
Interven√ß√Ķes de enfermagem para o manejo de clientes submetidos a cirurgias com confec√ß√£o de estomias.
Principais complica√ß√Ķes e cuidados;
Educa√ß√£o em sa√ļde no per√≠odo perioperat√≥rio em cirurgias com confecc√ß√£o de estomias;
Feridas: definição, anatomia e fisiologia da pele, avaliação, instrumentos avaliativos, tipos e classificação de feridas;
Fisiologia do reparo tissular e principais fatores que influenciam no reparo tissular;
Interven√ß√Ķes de enfermagem ao cliente oncol√≥gico portador de feridas crit√©rios para sele√ß√£o da melhor cobertura;
Protocolos, preven√ß√£o e tratamento de feridas cr√īnicas prevalentes (vasculog√™nicas e √ļlceras por press√£o)
Interven√ß√Ķes de enfermagem em clientes submetidos a reconstru√ß√Ķes em cirurgia pl√°stica, o processo de enfermagem aplicado ao cuidado
com feridas e estomias;
Interven√ß√Ķes de Enfermagem nas Cirurgias Tor√°cica e Neurocirurgia - 20 h
Tumores de pulm√£o, fatores de risco, sinais e sintomas, m√©todos diagn√≥sticos, classifica√ß√£o do c√Ęncer de pulm√£o pela OMS, sinais e
sintomas, tumores de parede torácica, tumores de mediastino, tumor de traquéia tumor de coração e pericárdio;
Complica√ß√Ķes tumorais e plano assistencial.
Reconhecer os tumores mais prevalentes no sistema nervoso central.
Identificar os sinais e sintomas relacionados ao c√Ęncer no sistema nervoso central;
Identificar as modalidades de tratamento aos portadores de neoplasias do sistema nervoso central;
Conhecer os procedimentos de enfermagem nos pr√©, per e p√≥s-operat√≥rios apontando as poss√≠veis complica√ß√Ķes;
Relacionar os principais diagn√≥sticos e interven√ß√Ķes de enfermagem para os pacientes com neoplasias do sistema nervoso central;
Interven√ß√Ķes de Enfermagem nas Cirurgias Cabe√ßa e Pesco√ßo - 20 h
Conceito e hist√≥rico do c√Ęncer de cabe√ßa e pesco√ßo;
Epidemiologia: Incidência biênio 2011-2013;
Fatores de risco;
Manifesta√ß√Ķes cl√≠nicas dos principais c√Ęnceres de cabe√ßa e pesco√ßo;
Exames diagnósticos e modalidades de tratamento;
Procedimentos cir√ļrgicos;
Principais complica√ß√Ķes e cuidados de enfermagem no pr√© e p√≥s-operat√≥rio;
Planejamento para alta hospitalar;
Reabilitação fonatória;
Seguimento de enfermagem Traqueostomias;
Tipos de c√Ęnulas. Aula pr√°tica ? exposi√ß√£o de c√Ęnulas;
Interven√ß√Ķes de Enfermagem na Inser√ß√£o de Cateteres Venosos Centrais - 20 h
Conceito e cadeia epidemiológica;
Diagn√≥stico das infec√ß√Ķes hospitalares;
Regulamenta√ß√£o do controle de infec√ß√Ķes hospitalares;
Principais infec√ß√Ķes hospitalares;
Papel da CCIH nas institui√ß√Ķes de sa√ļde: aspectos √©ticos; controle de infec√ß√£o como seguran√ßa do paciente.
Atua√ß√£o e Experi√™ncia da CCIH no Hospital do C√Ęncer I;
Patologia de base, terapia EV: quantidade, duração, pH, osmolaridade, local da terapia (hospital, residência, ambulatório),
condi√ß√Ķes do paciente (f√≠sicas, culturais, venosas, d√©rmica, deformidades, etc., local apropriado para instala√ß√£o do
cateter;dispositivo venoso (perif√©rico x central, lume √ļnico x m√ļltiplo lume, material do cateter, calibre do cateter, comprimento do cateter,
etc.);
Manipula√ß√£o do cateter venoso central (ativa√ß√£o, desativa√ß√£o, manuten√ß√£o). Complica√ß√Ķes decorrentes do uso de cateteres venosos
centrais (totalmente implantado, semi-implantado, cateter venoso central de inserção periférica).
Controle da Dor e Cuidados Paliativos em Oncologia - 20h
Definição da dor: Conceitos e processos básicos; geração, transmissão e interpretação, modulação;
Dor no C√Ęncer e epidemiologia;
Avaliação do paciente com dor: história clínica, exame físico, exame de imagem e princípios para o tratamento da dor; Causas;
Classifica√ß√£o; Interven√ß√Ķes farmacol√≥gica e n√£o farmacol√≥gica;
Interven√ß√Ķes de Enfermagem e cuidados da equipe interdisciplinar, associadas ao paciente com tratamento da dor oncol√≥gica;
Prevenção e Controle de Infecção Hospitalar e Pesquisa Clínica em Oncologia - 20 h
Boas Pr√°ticas Cl√≠nicas e Documentos das Am√©ricas. Responsabilidades do time do estudo. Inst√Ęncias reguladoras
nacionais - CEP, CONEP e ANVISA;
Etapas da condução dos estudos clínicos. Documentos Essenciais. Elaboração e obtenção do TCLE;
Estrutura e Gerenciamento do centro de pesquisa clínica;
Aspectos éticos da pesquisa envolvendo seres humanos;
√Čtica no Exerc√≠cio Profissional;
Aconselhamento Genético em Oncologia;
Bioética e cuidados paliativos;
Enfermeiros de Pesquisa Clínica: competências evolução da produção científica, principais abordagens científicas. Qualidade na pesquisa;
Metodologia da Pesquisa - 20 h
Conceito de Monografia. Import√Ęncia da pesquisa para o desenvolvimento cient√≠fico;
Critérios para definição do tema e elaboração do trabalho;
Estrutura da TCC: introdu√ß√£o, desenvolvimento e considera√ß√Ķes finais;
Elaboração do anteprojeto: delimitação do objeto de estudo e contextualização da proposta: problemática, justificativa, objetivos,
metodologia da pesquisa de campo, instrumentos de coleta de dados: entrevista; question√°rio.
Apresenta√ß√£o da pesquisa; an√°lise de dados e considera√ß√Ķes finais. Normaliza√ß√£o do Trabalho de Pesquisa conforme normas da
ABNT, apresenta√ß√£o gr√°fica, elementos pr√© e p√≥s-textuais, cita√ß√Ķes e refer√™ncias.

Pré-requisitos:
N√ćVEL SUPERIOR COMPLETO.

Público Alvo:
Enfermeiros.

PROFESSOR