facebook pixel code

Oncologia para enfermeiros

Pós-Graduação Carga Horária: 360 h Modalidade: Presencial

Área de Conhecimento: Enfermagem

Apresentação:

O curso de especialização em Oncologia para enfermeiros tem por objetivo, especializar profissionais enfermeiros para prestar assistência de enfermagem, gerenciar e desenvolver pesquisas na área oncológica atuando na prevenção, detecção precoce,tratamento e reabilitação ao paciente portador de câncer. As aulas acontecem um final de semana por mês. Coordenadora: Msc. Sinara Santos Pereira

Disciplinas:

Politica Nacional de Atenção Oncológica e Gerência em Oncologia - 20 h Política Nacional de Atenção Oncológica (PNAO) Câncer como problema de saúde pública Ações integradas do governo com a sociedade Ações para o controle do câncer no Brasil. Rede de Atenção Oncológica Portaria PT 741 - Normas de Classificação UNACON/ CACON a inserção da Enfermagem na PNAO. Principais teorias organizacionais e suas relações com os cenários de prática da enfermagem Gestão pela qualidade melhoria de processos Definição de indicadores na enfermagem. Processo de trabalho em saúde e suas perspectivas Gerência de recursos humanos e de cuidados de enfermagem em unidades oncológicas Relações interpessoais no processo de trabalho SAE como ferramenta assistência Oncogênese e Fisiopatologia do Câncer - 20 h Etapas da CarcinogêneseCarcinogênese física, química e biológica Características biológicas e bioquímicas da célula tumoral Cinética tumoral Morfologia e nomenclatura das alterações celulares tumorais e não tumorais Neoplasias benignas e malignas Patogênese do Processo Metastático Imunologia tumoral e Relação tumor-hospedeiro Graduação e Estadiamento Marcadores Tumorais Intervenções de Enfermagem em Pacientes com Alterações Oncohematopoéticas - 20 h Linfócitos Hematopoese, doenças hematológicas Classificação das neoplasias hematológicas Leucemias: classificação, incidência, quadro clínico, diagnóstico e tratamento. Linfomas: classificação, estadiamento e estratégias de tratamento. Mieloma múltiplo estadiamento, e estratégias de tratamento. Diagnósticos e Intervenções de enfermagem ao paciente com distúrbios hematológicos Intervenções de Enfermagem em Oncopediatria - 20 h Câncer infantil: neuroblastoma, rabdomiossarcoma, hepatoblastoma, osteossarcoma, tumor de wilms, retinoblastoma e tumores do sistema nervoso central Incidência diagnósticos precoces sinais e sintomas e sinais de alerta Protocolos de tratamento Orientação à família Doença terminal Intervenções e cuidados específicos de enfermagem Intervenções de Enfermagem aos Pacientes Submetidos a Quimioterapia - 20 h Princípios básicos de quimioterapia Conceito de quimioterapia e função do ciclo celular Conceito de Nadir Bases farmacológicas dos agentes quimioterápicos Tipos de quimioterapia Terapia alvo molecular Administração de Quimioterápicos: diluições e complicações Riscos ocupacionais Normas de biossegurança no manuseio de antineoplásicos Consulta de Enfermagem Intervenções e cuidados de enfermagem Aspectos gerenciais de um centro de quimioterapia Intervenções de Enfermagem aos Pacientes Submetidos à Radioterapia - 20 h História da radioterapia Conceitos:radioterapia, teleterapia, Braquiterapia e Iodoterapia Fundamentos de Radiobiologia iodoterapia Manifestações Clínicas do paciente submetido a radioterapia Protocolos Institucionais Intervenções de Enfermagem Ações educativas na consulta de enfermagem Intervenções de Enfermagem em Transplantes de Células Tronco, Hematopoéticas de Sangue de Cordão Umbilical e Hemoterapia - 20 h Célula-tronco embrionária e adulta e suas funções Formas de obtenção das células-tronco embrionárias e hematopoéticas Hematopoese fetal Compatibilidade HLA Legislação do banco de sangue de cordão umbilical e placentário Atividades do enfermeiro no banco de sangue de cordão umbilical e placentário Seleção, captação, coleta e processamento de sangue de cordão umbilical Conceitos de Hemoterapia e a terapêutica transfusional Sistema ABO, Fator Rh, hemocomponentes e hemoderivados Legislação em Hemoterapia Captação e Seleção de doadores Tipos e indicações de transfusão Rotina de cuidados da enfermeira hemoterapeuta e da enfermeira assistencial Transfusão sanguínea em pacientes oncológicos Reações Transfusionais: imediatas e tardias, hemolíticas agudas e tardias, alérgicas, febris, hemólise não imune Doença de enxerto versus hospedeiro Sobrecarga Circulatória Contaminação Bacteriana Edema Pulmonar não Cardiogênico Intervenções de Enfermagem nas Cirurgias de Mama e Abdominais Pélvicas - 20 h Anatomia e funções das mamas conceito, fatores de risco, histórico das ações, promoção da saúde, prevenção, detecção precoce, tratamento, sismama Anatomia e funções do sistema genito-urinário: filtração,excreção e reprodução do sistema genito- urinário ,tumores genito -urinário, fatores de risco. Sistema urinário: rins ureteres, bexiga e uretra e suas funções. Funções dos rins. Problemas associados à micção Exames diagnósticos de tumores renais Manifestações clínicas,fatores de risco, tratamento, terapia farmacológica terapia com radiações Complicações e intervenções de enfermagem aos pacientes com tumores genito ?urinários Intervenções de Enfermagem em Estomias e Lesões Cutâneas - 20 h Elaborar acompanhamento, orientação, conclusão e entrega da TCC Definição de estomia Classificação dos estomas Técnicas cirúrgicas para construção de urostomia e enterostomias. Equipamentos e adjuntos para o manejo Intervenções de enfermagem para o manejo de clientes submetidos a cirurgias com confecção de estomias. Principais complicações e cuidados Educação em saúde no período perioperatório em cirurgias com confeccção de estomias Feridas: definição, anatomia e fisiologia da pele, avaliação, instrumentos avaliativos, tipos e classificação de feridas Fisiologia do reparo tissular e principais fatores que influenciam no reparo tissular Intervenções de enfermagem ao cliente oncológico portador de feridas critérios para seleção da melhor cobertura Protocolos, prevenção e tratamento de feridas crônicas prevalentes (vasculogênicas e úlceras por pressão) Intervenções de enfermagem em clientes submetidos a reconstruções em cirurgia plástica, o processo de enfermagem aplicado ao cuidado com feridas e estomias Intervenções de Enfermagem nas Cirurgias Torácica e Neurocirurgia - 20 h Tumores de pulmão, fatores de risco, sinais e sintomas, métodos diagnósticos, classificação do câncer de pulmão pela OMS, sinais e sintomas, tumores de parede torácica, tumores de mediastino, tumor de traquéia tumor de coração e pericárdio Complicações tumorais e plano assistencial. Reconhecer os tumores mais prevalentes no sistema nervoso central. Identificar os sinais e sintomas relacionados ao câncer no sistema nervoso central Identificar as modalidades de tratamento aos portadores de neoplasias do sistema nervoso central Conhecer os procedimentos de enfermagem nos pré, per e pós-operatórios apontando as possíveis complicações Relacionar os principais diagnósticos e intervenções de enfermagem para os pacientes com neoplasias do sistema nervoso central Intervenções de Enfermagem nas Cirurgias Cabeça e Pescoço - 20 h Conceito e histórico do câncer de cabeça e pescoço Epidemiologia: Incidência biênio 2011-2013 Fatores de risco Manifestações clínicas dos principais cânceres de cabeça e pescoço Exames diagnósticos e modalidades de tratamento Procedimentos cirúrgicos Principais complicações e cuidados de enfermagem no pré e pós-operatório Planejamento para alta hospitalar Reabilitação fonatória Seguimento de enfermagem Traqueostomias Tipos de cânulas. Aula prática ? exposição de cânulas Intervenções de Enfermagem na Inserção de Cateteres Venosos Centrais - 20 h Conceito e cadeia epidemiológica Diagnóstico das infecções hospitalares Regulamentação do controle de infecções hospitalares Principais infecções hospitalares Papel da CCIH nas instituições de saúde: aspectos éticos controle de infecção como segurança do paciente. Atuação e Experiência da CCIH no Hospital do Câncer I Patologia de base, terapia EV: quantidade, duração, pH, osmolaridade, local da terapia (hospital, residência, ambulatório), condições do paciente (físicas, culturais, venosas, dérmica, deformidades, etc., local apropriado para instalação do cateterdispositivo venoso (periférico x central, lume único x múltiplo lume, material do cateter, calibre do cateter, comprimento do cateter, etc.) Manipulação do cateter venoso central (ativação, desativação, manutenção). Complicações decorrentes do uso de cateteres venosos centrais (totalmente implantado, semi-implantado, cateter venoso central de inserção periférica). Controle da Dor e Cuidados Paliativos em Oncologia - 20h Definição da dor: Conceitos e processos básicos geração, transmissão e interpretação, modulação Dor no Câncer e epidemiologia Avaliação do paciente com dor: história clínica, exame físico, exame de imagem e princípios para o tratamento da dor Causas Classificação Intervenções farmacológica e não farmacológica Intervenções de Enfermagem e cuidados da equipe interdisciplinar, associadas ao paciente com tratamento da dor oncológica Prevenção e Controle de Infecção Hospitalar e Pesquisa Clínica em Oncologia - 20 h Boas Práticas Clínicas e Documentos das Américas. Responsabilidades do time do estudo. Instâncias reguladoras nacionais - CEP, CONEP e ANVISA Etapas da condução dos estudos clínicos. Documentos Essenciais. Elaboração e obtenção do TCLE Estrutura e Gerenciamento do centro de pesquisa clínica Aspectos éticos da pesquisa envolvendo seres humanos Ética no Exercício Profissional Aconselhamento Genético em Oncologia Bioética e cuidados paliativos Enfermeiros de Pesquisa Clínica: competências evolução da produção científica, principais abordagens científicas. Qualidade na pesquisa Metodologia da Pesquisa - 20 h Conceito de Monografia. Importância da pesquisa para o desenvolvimento científico Critérios para definição do tema e elaboração do trabalho Estrutura da TCC: introdução, desenvolvimento e considerações finais Elaboração do anteprojeto: delimitação do objeto de estudo e contextualização da proposta: problemática, justificativa, objetivos, metodologia da pesquisa de campo, instrumentos de coleta de dados: entrevista questionário. Apresentação da pesquisa análise de dados e considerações finais. Normalização do Trabalho de Pesquisa conforme normas da ABNT, apresentação gráfica, elementos pré e pós-textuais, citações e referências.

Pré-requisitos:

NÍVEL SUPERIOR COMPLETO.

Público Alvo:

Enfermeiros.