ONG realiza protesto por morte de vítimas de bala perdida no Rio

Tornou-se comum a notícia da morte de vítimas de balas perdidas no Rio de Janeiro, tendo isto em vista, uma organização não governamental (ONG), a Rio de Paz realizou nesta segunda-feira (19) na areia da Praia de Copacabana, na zona sul do Rio, uma forma de protesto.
ONG realiza protesto por morte de vítimas de bala perdida no Rio

19


A ONG colocou uma cruz preta bem no meio de Copacabana com a intenção é protestar pela morte de crianças, vítimas de balas perdidas no estado. 
De acordo com dados da Rio da Paz, desde 2007, cerca de 13 crianças foram mortas por esse tipo de ocorrência.
Entre os casos notificados, o mais atual foi à morte de Larissa de Carvalho, de 4 anos, atingida por um tiro na cabeça quando saía de um restaurante em Bangu, na zona oeste. 
Ainda segundo a ONG o intuito do protesto não é encontrar culpados e sim providenciar que os casos de mortes por balas perdidas sejam extintos.
O protesto será mantido até quarta-feira (21). A ONG deve manter a cruz na areia da praia até essa data e com isso incentivar pessoas deixem seus recados ou outras homenagens às vítimas. Em volta da cruz foram colocadas flores, brinquedos e livros infantis.

icone do twitter