IFRJ pode perder três campi por falta de novos terrenos

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ), no Rio de Janeiro pode perder três campi universitários pois não houve indicação de terrenos viabilizados pela prefeitura para os novos polos de ensino técnico, cursos universitários e pós-graduação.
IFRJ pode perder três campi por falta de novos terrenos

04

O caso se desenrola há algum tempo, há três anos, o Ministério da Educação (MEC)disponibilizou verbas para erguer as unidades no Complexo do Alemão, em Jacarepaguá e no centro. A prefeitura, no entanto, não indicou os terrenos.
Segundo o reitor do IFRJ, Paulo Roberto de Assis Passos, o acordo entre a prefeitura e o ministério se encerrou no ano passado e as verbas estão para ser recolhidas pela União. Sem a indicação clara de onde as unidades serão instaladas, não há como manter a previsão de gastos no orçamento. 
Em visita ao Rio de Janeiro, na semana passada, o ministro da Educação, Cid Gomes, prometeu conversar com a prefeitura para indicar as áreas. 
Já para a comunidade do Complexo de Alemão a justificativa não é válida pois existem galpões vazios que poderiam receber o campus.

icone do twitter