Auditoria deve investigar falhas no controle de medicamentos em hospitais federais do RJ

Será aberta auditoria pela Controladoria Geral da União (CGU) afim de analisar falhas dos sistemas de controle de medicamentos e insumos hospitalares dos seis hospitais federais do Rio de Janeiro.
Auditoria deve investigar falhas no controle de medicamentos em hospitais federais do RJ

04

A denúncia a respeito do tema foi feita no último domingo (1º), pelo programa Fantástico, da Rede Globo, que mostrou alguns casos em que próteses são retiradas do almoxarifado sem o registro da destinação do produto.
A reportagem registrou casos ocorridos no período de 2010 a 2012, quando, em nome de um paciente, foram retiradas mais próteses do que o necessário para o procedimento. Foram 12 stents em nome do pacietne, mas apenas um foi implantado em sua artéria. Cada stent custava aproximadamente R$ 11 mil.
Tendo isso em vista o ministro Valdir Simão solicitou auditoria, segundo a assessoria da CGU, a área técnica está definindo o escopo do trabalho. 
A investigação deve analisar como o sistema informatizado de cada hospital permite a saída de produtos sem informações sobre quem irá usá-lo.
Com a conclusão da auditoria, a CGU poderá enviar recomendações aos hospitais e iniciar processos administrativos contra funcionários e empresas.

icone do twitter