facebook pixel code

Saiba o que o Diabetes e qual a melhor forma de preveni-lo

Diabetes Mellitus, já ouviu falar?

Saiba o que o Diabetes e qual a melhor forma de preveni-lo

14

JAN

Certamente que sim. Hoje, em nosso país, são mais de 13 milhões de pessoas vivendo com o distúrbio de metabolismo de glicose que tem por principal característica a hiperglicemia (ou seja, elevados níveis de açúcar no sangue).

O problema é de ordem crônica e, se não for devidamente controlado, pode trazer inúmeras complicações.

E quais seriam essas complicações?

Bom, primeiro vamos explicar como ocorre o Diabetes Melittus.

Tudo acontece no pâncreas, em células especializadas (chamadas betas) – localizadas em região do órgão conhecida como ‘Ilhotas de Langerhans’ – que são responsáveis pela produção de insulina.

Insulina?

Sim! É o hormônio responsável por controlar os níveis glicêmicos no corpo humano.

Quando o pâncreas produz pouca insulina (ou não a produz), por questões autoimunes, o indivíduo desenvolve Diabetes Tipo I, também chamado de Diabetes Insulino-Dependente.

No caso do Diabetes Tipo II (ou Diabéticos Não Insulino-Dependentes) o que ocorre é uma resistência do organismo à ação da insulina, o que faz com que esta não desempenhe – corretamente – seu papel primordial: o de carregar a glicose para dentro das células, a fim de que esta seja utilizada como energia.

O que se sabe sobre o Diabetes é que doença é causada por motivos multifatoriais, ou seja, envolve aspectos genéticos e hereditários (assim como o estilo de vida adotado pelo indivíduo com relação à má alimentação e ao sedentarismo).

Uhmm...falando em fatores...será que existem aqueles que podem – efetivamente – aumentar a chance de o indivíduo vir a desenvolver a doença?

Sim, existem! Entre eles estão pressão alta, obesidade, alterações na taxa de colesterol ou triglicérides sanguíneos, síndrome dos ovários policísticos, portadores da doença na família, administração de glicocorticoides e apneia do sono. 

Agora vamos falar sobre sintomas, é sempre importante prestar muita atenção a eles. Nem sempre aparecem logo de cara, mas os principais são: poliúria (urina em excesso), polidipsia (sede excessiva), alterações visuais e perda de peso.

Depois de toda essa explicação e para encerrar o assunto, vamos te contar que um excelente recurso para prevenir o diabetes é incluir exercícios físicos regulares na rotina.

A prática de atividade física contribui para o aumento do gasto calórico diário, provoca perda de peso e, assim, ameniza os elevados níveis de glicose.

Claro que os exercícios devem ser prescritos e supervisionados por profissional de Educação Física habilitado (a) e é evidente que devem ser acompanhados de programa nutricional igualmente elaborado por especialista da área.

Compreendido?


[Fonte: blogeducacaofisica.com.br]


icone do twitter