facebook pixel code

O que é preciso fazer para contornar a obesidade infantil

Época de isolamento, não tem jeito, as visitas à geladeira costumam ficar mais frequentes, especialmente no caso das crianças.

O que é preciso fazer para contornar a obesidade infantil

26

MAI

Mas o que fazer se você perceber que seu (ua) filho (a) está com sobrepeso?

Bom, antes de qualquer coisa, é preciso lembrar que a obesidade é uma doença bastante complexa, o que significa dizer que é resultante de diversos fatores contribuintes para o quadro e de um balanço energético positivo.

Isso significa que, no caso, aqui, a criança, tem feito uma ingesta de calorias muito maior do que a capacidade que tem de perdê-las. 

Certo, mas...como chegar ao diagnóstico de obesidade na infância? Como saber se a criança está acima do peso?

 A resposta vem por meio da análise da história clínica e nutricional da criança, do exame físico e dos dados antropométricos.

Uma ferramenta bastante utilizada pelos pediatras para saber qual a condição de saúde de um paciente é o cálculo do Índice de Massa Corporal (IMC). Para aferir tal valor é preciso dividir o peso [kg] pela altura ao quadrado [m²].

Uma vez identificada a questão da obesidade, a recomendação é modificar – urgentemente – os hábitos alimentares da família (ainda que já façam parte do cotidiano), sempre pensando na saúde física, emocional e mental da criança.

Algumas sugestões de alteração na estrutura da alimentação são: aumentar o consumo de frutas, vegetais e cereais integrais; evitar e limitar o consumo de refrigerantes; diminuir o tamanho das porções dos alimentos; limitar o consumo de alimentos ricos em gordura e açúcar; não fazer refeições assistindo à televisão nem jogando videogame; não oferecer doces como recompensa por uma refeição saudável e aumentar a atividade física.


[Fonte: Portal Terra // Vida e Estilo] 



icone do twitter