facebook pixel code

Especialistas advertem: tubarões podem entrar em extinção no mundo todo

“Baby shark, doo, doo, doo, doo, doo, dôo. Baby shark, doo, doo, doo, doo, doo, dôo. Baby shark, doo, doo, doo, doo, doo, dôo”. 

Especialistas advertem: tubarões podem entrar em extinção no mundo todo

01

AGO

Se você tem crianças por perto (ou conhece alguém que tenha) certamente já ouviu essa musiquinha. Febre entre os pequenos, a melodia ficou conhecida por conta de um coreano, Pinkfong, que faz sucesso no Youtube com músicas infantis que “grudam no cérebro” de qualquer um.

Pois é, mas o bebê tubarão aí da letra corre o sério risco de – em pouco tempo – figurar apenas nas letras de canções para distrair a meninada mesmo. É que um novo estudo da revista Nature apontou que a população dos temidos predadores dos mares caiu. E drasticamente. 

A pesquisa trouxe que a pesca é a maior responsável pela diminuição da quantidade de tubarões em muitos dos recifes de coral do mundo. A partir de uma rede de câmeras subaquáticas, os pesquisadores descobriram que os tubarões estavam "funcionalmente extintos" em 20% dos recifes pesquisados.

O que vem a ser “funcionalmente extinto”?

A gente te explica...

Uma espécie pode ser enquadrada nessa classificação quando – segundo as diretrizes da Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais – sua população reduzida não mais representa um papel significante no ecossistema ou, ainda, quando a população de reprodutores é tão pequena que não é mais capaz de se sustentar.

É o que está acontecendo com os tubarões, segundo os pesquisadores.

Mas, ainda segundo os especialistas, é possível reverter este quadro.

De acordo com as orientações deles, para alcançar "ganhos significativos em conservação", é urgente que sejam implementadas políticas que sejam aceitas em diferentes sociedades. Uma das medidas sugeridas diz respeito à gestão responsável no que tange à pesca (visto que consegue extrair benefícios sustentáveis a partir de recursos oceânicos renováveis).

Outra providência efetiva – sempre segundo os estudiosos – é a adoção, em todo o mundo, da proibição da caça e do comércio de tubarões.

É isso, ou, em muito breve, tubarões – tal qual os dinossauros – serão só registros distantes de animais que viveram na Terra. Nesse caso, registros musicais. “Baby shark, doo, doo, doo, doo, doo, dôo. Baby shark, doo, doo, doo, doo, doo, dôo. Baby shark, doo, doo, doo, doo, doo, dôo”.


[Fonte: G1 // Ciência e Saúde] 



icone do twitter