Witzelsucht, o distúrbio que faz pacientes contarem piadas sem parar

E aí a pandemia, enfim, passou. Estão todos marcando reencontros, aliviados por poderem voltar à vida normal. 

Witzelsucht, o distúrbio que faz pacientes contarem piadas sem parar

21

JUL

O sinal mais característico de que o novo coronavírus e o isolamento social que ele provocou ficaram para trás é que você e sua família estão prontos para retomar as tradicionais reuniões, o que significa que estarão todos, de novo, diante daquele tio piadista, o do “isso é pavê ou pacumê?”. Até que você tava com saudade dele, confesse...


Pois é, mas já imaginou se esse tio fosse uma “máquina de disparar piadas” e não conseguisse parar nem diante da sua expressão de quem não está achando a menor graça?

 

Há pessoas que sofrem desse mal e ele tem até nome: Witzelsucht.


Trata-se de um distúrbio que faz com que o paciente não pare de fazer comentários achando que são engraçados.


Ufss...só de pensar, a vergonha alheia bomba, não?


É, mas a doença não aparece do nada, ela pode ser resultante de um derrame ou de alguma lesão na região frontal do lado direito do cérebro, a área responsável pela personalidade.


Qualquer alteração registrada nesta área pode alterar gosto e humor, geralmente deixando a pessoa mais eufórica.


Rir o tempo todo das próprias piadas – algumas vezes bobas, mas, dependendo do caso, podendo ser bem ofensivas – pode parecer saudável por indicar felicidade e satisfação com a vida, mas não é.


Há registros na literatura médica mundial de pessoas que sofreram derrame, desenvolveram Witzelsucht e, interessadas apenas nas próprias piadas, abandonaram os hábitos de higiene ou ainda passaram a ser viciadas em sexo, fazendo piadas de cunho sexual o tempo todo, constrangendo todos ao redor.


Infelizmente, não existem muitas alternativas para tratar a doença. Médicos costumam lançar mão da prescrição de terapia para que, durante as sessões, o especialista explique a seu paciente que suas piadas não são engraçadas. 


O outro método de controle para o Witzelsucht é a administração de remédios para estabilizar a condição emocional.


Curioso, não?


A partir disso, se este não for o caso daquele seu tio, dê um desconto para ele! Depois de uma pandemia e da agonia de viver com medo de um vilão invisível e mortífero, a gente acha até que você é que devia preparar o dito doce e levar para a reunião familiar.


Só para ouvir a malfadado “isso é pavê ou pacumê?” e, assim, ter certeza de que a vida, enfim, voltou ao normal.



[Fonte: Revista Galileu] 


icone do twitter