Dia da Mentira: conheça a origem

Em meados do século XIX os mineiros se alegravam com os "fatos" publicados pelo periódico "A Mentira", que tratavam de matérias sensacionalistas.

Dia da Mentira: conheça a origem

01

Com um assunto - supostamente publicado em  1º de abril de 1848 - que noticiava a morte de Dom Pedro II, o imperador, o jornal parou de ser popular em ninas gerais e conseguiu destaque nacional.

Evidentemente, a informação era fake e, muitas pessoas passaram a acreditar no fato, porém após 2 dias da publicação os responsáveis tiveram que desmentir a notícia.

Diante deste fato, nascia, no Brasil, a associação entre o 1º de abril e o Dia da Mentira. 

Você deve estar se questionando, mas e em outros países?

Dizem que a conexão entre a data e a comemoração, surgiu de uma brincadeira realizada na França.

Por volta do século XVI, o Ano Novo era comemorado dia 25 de março, com a durabilidade até dia 1º de abril. Mas, em 1564,  Rei Carlos IX oficialmente adotou o calendário gregoriano, e o Ano Novo passou a ser comemorado em 1º de janeiro.

Mas, muitos franceses não aprovaram a tal mudança, e continuaram seguindo o antigo calendário.

O que aconteceu?

Viraram motivo de chacota, pois seguiam algo que todos sabiam ser uma mentira.

E você, já conto uma mentirinha hoje?


[Fonte: www.calendarr.com] 



icone do twitter