Saiba mais sobre ergonomia e sua importância na empresa

Você já se perguntou se, de fato, no exercício de funções profissionais, você mantém a postura correta, ou seja, uma que não prejudique, por exemplo, sua coluna?

Saiba mais sobre ergonomia e sua importância na empresa

04

Para que você compreenda melhor a importância da ergonomia no ambiente corporativo, nós da UniRedentor, vamos te explicar.

Ergonomia é a ciência que estuda as acomodações do trabalho em um cenário específico, para que aspectos que atrapalham o desenvolvimento do trabalho sejam observados, dessa forma, possa gerar um recurso condizente com a melhoria na qualidade de vida, bem como com a atividade laboral desenvolvida pelo indivíduo.

A ergonomia deve ser executada de conforme o trabalho realizado, baseada nas informações fornecidas pelo funcionário (exemplo, carga horária de trabalho, peso, altura, posicionamento dos equipamentos/ mobílias e reclamações referentes a desconfortos).

A partir da coleta das informações, o (a) ergonomista que analisará o ambiente de trabalho, vai observar suas dimensões, propor melhorias para o local, para que a empresa compreenda os efetivos motivos da proposta de mudança. 

Assim, as atribuições serão executadas com mais eficacia – os benefícios serão obtidos por ambas as partes. 

 A Ergonomia segue as orientações das NR’s (normas regulamentadoras), que determina que técnico (a) em Segurança do Trabalho e fisioterapeuta trabalhem juntos, buscando informações que possam ser importantes para melhorar a saúde dos funcionários em diferentes áreas.

Vale ressaltar que não faltam empresas onde os colaboradores reclamam diariamente de dores e desconfortos causados ​​pela má postura. Como essas empresas não se preocupam em questionar seus funcionários, implementam mudanças e modificam cargos com o objetivo de melhorar a qualidade da execução do trabalho.

A consequência do descomprometimento generalizado é um só: todo mundo sai perdendo. 

Por isso, as empresas devem estar atentas à saúde física de seus funcionários, incentivar a prática de exercícios físicos, pesquisar possíveis mudanças para melhorar as condições de trabalho, oferecer aos funcionários serviços médicos/fisioterapêuticos de qualidade e, por fim, oferecer atividades como ginástica e momentos de relaxamento/relaxamento em o ambiente de trabalho.

Eis a fórmula para o bem-estar comum.


[Fonte: Infoescola] 



icone do twitter