28/7 – Dia Mundial das Hepatites Virais – “Investir na Eliminação das Hepatites”

As hepatites virais B e C afetam 325 milhões de pessoas em todo o mundo e causam 1,4 milhão de mortes a cada ano. É a segunda principal causa de morte por doenças infecciosas depois da tuberculose, e a hepatite afeta nove vezes mais pessoas do que o HIV. A hepatite é evitável, tratável e, no caso da hepatite C, curável. 


28/7 – Dia Mundial das Hepatites Virais – “Investir na Eliminação das Hepatites”

28

No entanto, mais de 80% dos pacientes com hepatite carecem de serviços de prevenção, testagem e tratamento. O Dia Mundial das Hepatites Virais foi instituído em 2010 pela Organização Mundial da Saúde (OMS). No Brasil, a Lei 13.802/2019 prevê o anual Julho Amarelo, realizado em todo o país no mês de julho, onde serão realizadas ações de combate às hepatites virais.

O importante é “Investir na eliminação da hepatite”, focando nos seguintes passos:

Conhecer – Evitar – Testar – Tratar – Eliminar a hepatite!

- Você está em risco? Faça o teste! A detecção precoce significa tratamento precoce para prevenir doenças e salvar sua vida.

- Você está protegido? As hepatites B e C são evitáveis. A vacina contra a hepatite B oferece proteção vitalícia. As hepatites B e C são sexualmente transmissíveis, portanto, proteja-se com preservativos.

-  Seja duro: se você testar positivo, inicie o tratamento imediatamente. A hepatite é a inflamação do fígado. Pode ser causada por vírus ou pelo uso de certas drogas, álcool e outras drogas, além de doenças autoimunes, metabólicas ou genéticas. A hepatite pode ser silenciosa e os sintomas nem sempre aparecem, mas quando aparecem, podem ser cansaço, febre, mal-estar, tontura, náusea, vômito, dor abdominal, amarelecimento da pele e dos olhos, urina escura e fezes claras.


 [Fonte: www.calendarr.com]




icone do twitter