Desenvolvimento adequado da linguagem infantil pede TV desligada na hora das refeições, aponta estudo francês

Pois é...é bem comum, sim. Mas faz bem mal para o desenvolvimento social da molecada, viu?


Desenvolvimento adequado da linguagem infantil pede TV desligada na hora das refeições, aponta estudo francês

04

Um estudo realizado pelo Instituto Nacional da Saúde e da Pesquisa Médica da França – e publicado no último dia 8 na revista "Scientific Reports" – revelou a importância das trocas verbais entre adultos e crianças – durante as refeições – para o aprendizado da linguagem. 

A televisão nem de longe substitui essas interações. 

Fato é que crianças de 3 a 6 anos passam, em média, cerca de duas horas por dia diante das telas e inúmeras pesquisas já tinham evidenciado a relação entre o tempo em frente a TV, smartphones e tablets e o desenvolvimento cognitivo dos pequenos.

A diferença do novo trabalho do Instituto Nacional da Saúde e da Pesquisa Médica da França (Inserm, sigla em francês) é que este abordou o contexto das práticas citadas. 

Os estudiosos acompanharam 1.562 crianças ao longo de vários anos e perceberam que, aos 5 anos e meio de idade, aquelas que foram expostas à televisão durante as refeições em família apresentavam um cotidiano intelectual verbal 3 pontos a menos em relação aos pequenos que não assistiam à TV enquanto se alimentavam. 

Para Jonathan Bernard, pesquisador do Inserm – e coautor do trabalho – "a televisão ligada durante as refeições pode constituir um freio às interações verbais das crianças, diminuindo a qualidade e a quantidade de conversas entre pais e filhos".

Ainda segundo o cientista, a interação verbal é importante para um melhor desenvolvimento da linguagem, ainda que os petizes assistam a programas específicos para eles, como desenhos animados e outros programas.

E então?

Repensou aí?

Preste atenção na hora da refeição. Hora de comer é hora de interação familiar e TV desligada.



[Fonte: g1.globo.com] 



icone do twitter