facebook pixel code

Enfermagem em Terapia Intensiva - Redentor/AMIB

Pós-Graduação Carga Horária: 490 h Modalidade: Semi-presencial

Área de Conhecimento: Enfermagem

Apresentação:

A prestação de assistência à saúde para a população brasileira requer a atuação em equipe multiprofissional, sendo ela cada vez mais qualificada, consciente de suas responsabilidades sociais e da necessidade de buscar, constantemente, a melhoria da qualidade de seus serviços. Consonantemente, a Resolução da Diretoria Colegiada da ANVISA -- RDC nº 137, de 08 de fevereiro de 2017, estabelece a necessidade do Enfermeiro Intensivista na coordenação de Unidades de Terapia Intensiva, conforme se lê: “Art. 1º - O art. 13 da Resolução da Diretoria Colegiada - RDC nº 7, de 24 de fevereiro de 2010, que dispõe sobre os requisitos mínimos para funcionamento das Unidades de Terapia Intensiva e dá outras providências, passa a vigorar com a seguinte redação: "Art. 13 - § 1º - O Responsável Técnico médico, os coordenadores de enfermagem e de fisioterapia devem ter título de especialista, conforme estabelecido pelos respectivos conselhos de classe e associações reconhecidas por estes para este fim.”

A demanda de atuação em cuidados críticos é cada vez maior no Brasil, desde as Salas de Emergência até o destino final desse paciente, que é a Unidade de Terapia Intensiva. Dessa forma, além de leitos estruturados e equipados com recursos tecnológicos, o desenvolvimento e aprimoramento de Enfermeiros capacitados para atuar na Terapia Intensiva se torna fundamental quando se pensa no desenvolvimento de práticas assistenciais de qualidade e seguras. Reforça-se também que a Lei do Exercício Profissional de Enfermagem, Lei no 7.498, de 25 de junho de 1986, regulamentada pelo Decreto no 94.406 de 08 de junho de 1987, estabelece em seu artigo 8º, inciso I, alínea “h”, “j” e “l”, “Ao enfermeiro incumbe, PRIVATIVAMENTE: "cuidados de enfermagem de maior complexidade técnica e que exijam conhecimentos científicos específicos e capacidade de tomar decisões imediatas”.

Portanto, é imperativo capacitar, habilitar e formar o Enfermeiro para a atuação em Terapia Intensiva, de maneira a desenvolver as competências necessárias para o raciocínio clínico, julgamento adequado, tomada de decisão e qualificação profissional, no intuito de promover o exercício de uma assistência segura e livre de danos. Além disso, a própria Diretriz Curricular do curso de enfermagem propõe a formação de Enfermeiros generalistas, sendo a formação através de Educação Continuada necessária para a habilitação de enfermeiros capazes de atuar em Terapia Intensiva, uma vez que a enfermagem compõe a maior parte da força de trabalho destas unidades. A carência de profissionais voltados ao gerenciamento sustentável é ainda mais ampla, havendo também a necessidade da implantação de sistemas atualizados para a formação destes profissionais também em Gerenciamento de Serviços de Enfermagem.

Objetivo:

  • Contribuir com a formação e atualização dos profissionais Enfermeiros que atuam ou que pretendem iniciar sua opção de atuação na área profissional em Terapia Intensiva;
  • Estimular o desenvolvendo de um perfil altamente qualificado no exercício de sua profissão, permeado por atitudes reflexivas, críticas, humanitárias e éticas, com responsabilidade e competência para atuar nos Cuidados Assistenciais e na Coordenação de serviços de Enfermagem de Terapia Intensiva;
  • Abordar temas e atividades teóricas e práticas que contribuam para a formação de um perfil profissional de gerenciamento (de riscos/indicadores/protocolos/sustentabilidade) na área de Enfermagem em Terapia Intensiva;
  • Abordar temas e atividades (teóricas e práticas) visando preparar profissional para a docência e preceptoria em Enfermagem em Terapia Intensiva.

Disciplinas:

Gestão em Equipe Multiprofissional em Terapia Intensiva - 35H (EAD)
Ementa: Após cursar esta disciplina o especializando desenvolverá as competências: noções dos aspectos da gestão multiprofissional em UTI com base nas legislações/normativas ANVISA e ONA Brasil; discussão de cases no ponto de vista multiprofissional, assim como entender o papel de diversas áreas profissionais que atuam em UTI.

Humanização em Terapia Intensiva - 35H  (EAD)
Ementa:Após cursar esta disciplina o especializando desenvolverá as competências: para ações de humanização em UTI, tais como identificação da infraestrutura adequada/humanização para o paciente e sua família, assim como para os profissionais de saúde. Melhoria das técnicas de comunicação com a equipe e paciente/família. Métodos de prevenção e detecção das PICS. Métodos de prevenção/detecção do Burnout.

Cuidados Paliativos em Terapia Intensiva - 35H  (EAD)
Ementa: Após cursar esta disciplina o especializando desenvolverá as competências, noções básicas e avançadas quanto a Cuidados Paliativos.

Introdução à Farmacologia Clínica em Terapia Intensiva - 35H (EAD) 
Ementa: Após cursar esta disciplina o especializando desenvolverá noções básicas e avançadas sobre farmácia clínica e seus aspectos relacionados à equipe multiprofissional, tais como interação medicamentosa, entre outra.

Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) - 35H (EAD)
Ementa: Esta disciplina visa capacitar o especializando para entender as diferentes metodologias de pesquisa, assim como auxiliar no desenvolvimento do TCC.

Gestão, Qualidade e Cultura de Segurança em Terapia Intensiva - 35H (Presencial/EAD)
Ementa: Ao término da disciplina o especializando desenvolverá competências para descrever as principais legislações de enfermagem aplicadas à terapia intensiva e aplicar sistemas de classificação de pacientes para o dimensionamento de enfermagem em UTI. Conhecer as ferramentas de gestão estratégica na terapia intensiva. Identificar os indicadores de qualidade assistencial mais utilizados na terapia intensiva. Descrever os pacotes (bundles) de prevenção de infecção relacionada à assistência em saúde. Conhecer as metas internacionais de segurança do paciente e como gerenciá-las. Aplicar a cultura de segurança na prática assistencial em terapia intensiva. Instituir medidas para prevenção da síndrome pós terapia intensiva.

Enfermagem em Neurointensivismo - 35H (Presencial/EAD) (Presencial/EAD)
Ementa: Ao término da disciplina o especializando desenvolverá competências para conhecer a anatomia e fisiologia das principais patologias neurológicas clínicas e traumátias do doente crítico, bem como descrever a monitorização não invasiva do status neurológico e os cuidados de enfermagem relacionados à monitorização invasiva de parâmetros neurológicos; indicar os principais cuidados de enfermagem ao paciente em pós-operatório imediato da cirurgia neurológica; descrever o reconhecimento do delirium através da aplicação de escalas, bem como sua prevenção e tratamento; conhecer os critérios diagnósticos de morte encefálica e descrever os principais cuidados de enfermagem ao potencial doador de órgãos e tecidos para transplante.

Monitorização Hemodinâmica Invasiva, Minimamente Invasiva e não Invasiva - 35H (Presencial/EAD)
Ementa: Ao término da disciplina o especializando desenvolverá competências para indicar e realizar a monitorização hemodinâmica do doente crítico de maneira não invasiva; conhecer os princípios da monitorização minimamente invasiva, bem como os parâmetros mensurados. Descrever as principais tecnologias disponíveis para a monitorização minimamente invasiva. Interpretar as variáveis mensuradas pelas diferentes tecnologias e intervir frente a alterações. Compreender as principais indicações de monitorização hemodinâmica invasiva e atuar de maneira a garantir uma monitorização fidedigna e segura.

Urgências e Emergências Respiratórias e Suporte Ventilatório Invasivo e não Invasivo - 35H (Presencial/EAD)
Ementa: Ao término da disciplina o especializando desenvolverá competências para conhecer a anatomia e fisiologia do sistema respiratório, bem como as principais patologias que levam à insuficiência respiratória aguda. Descrever os tipos de insuficiência respiratória e os dispositivos de suplementação de oxigênio, bem como a indicação adequada de cada um. Interpretar exames complementares relacionados à patologia respiratória (RX, gasometria arterial); descrever e indicar os principais tipos de suporte ventilatório invasivo e não invasivo. Atuar de maneira a garantir uma assistência de enfermagem segura aos paciente em ventilação mecânica invasiva e não invasiva.

Cardiointensivismo Aplicado à Enfermagem - 35H (Presencial/EAD)
Ementa: Ao término da disciplina o especializando desenvolverá competências para conhecer as alterações anatômicas e fisiológicas das principais patologias em cardiointensivismo (síndrome coronariana aguda, crises hipertensivas). Interpretar exames diagnósticos em cardiointensivismo e reconhecer alterações no traçado eletrocardiográfico. Conhecer o choque circulatório e as principais drogas vasoativas. Estabelecer cuidados de enfermagem no pós operatório imediato de cirurgia cardíaca. Atuar no suporte básico e avançado de vida em cardiologia. Reconhecer e estabelecer intervenções de enfermagem frente à taqui e bradiarritmia cardíaca.

Urgências e Emergências Clínicas e Cirúrgicas no Doente Crítico - 35H (Presencial/EAD)
Ementa: Ao término da disciplina o especializando desenvolverá competências para conhecer os conceitos de sepse e choque séptico, bem como implementar cuidados de enfermagem frente ao doente séptico. Descrever os princípios da lesão renal aguda e as principais indicações e métodos dialíticos. Conhecer e atuar frente aos principais distúrbios hidroeletrolíticos do doente crítico. Atuar e estabelecer cuidados de enfermagem no pós operatório imediato de cirurgias de grande porte e de transplante de órgãos sólidos. Reconhecer a Síndrome Compartimental Abdominal e descrever a técnica de monitorização da Pressão Intra Abdominal.

Tópicos Especiais em Terapia Intensiva - 35H (Presencial/EAD)
Ementa: Ao término da disciplina o especializando desenvolverá competências para prevenir e tratar as principais lesões de pele em terapia intensiva, bem como aplicar escalas de risco de desenvolvimento de lesão. Atuar frente ao paciente vítima de trauma grave na terapia intensiva. Descrever as especificidades da gestante internada na terapia intensiva. Descrever os principais cuidados de enfermagem do grande queimado na UTI. Atuar frente ao paciente oncológico internado na terapia intensiva. Descrever e conhecer os princípios da terapia nutricional do doente crítico.

Enfermagem em Terapia Intensiva Neonatal - 35H (Presencial/EAD)
Ementa: Ao término da disciplina o especializando desenvolverá competências para conhecer as especificidades do cuidado intensivo ao paciente neonatal, desde a sala de parto. Atuar de maneira a garantir uma assistência de enfermagem segura ao paciente neonatal. Compreender a organização da unidade neonatal, conforme legislações vigentes.

Enfermagem em Terapia Intensiva Pediátrica - 35H (Presencial/EAD)
Ementa: Ao término da disciplina o especializando desenvolverá competências para descrever a organização e aspectos gerenciais específicos da unidade de terapia intensiva pediátrica. Atuar de maneira a garantir um cuidado integral ao paciente pediátrico crítico. Conhecer e atuar no suporte básico e avançado de vida pediátrico.

Estágio Opcional - 35H (Presencial)
Ementa: Ao término da disciplina o especializando desenvolverá competências práticas adquiridas a partir de estágio opcional, no qual deverá desenvolver habilidades técnicas necessárias para a atuação do enfermeiro intensivista, bem como conhecer a rotina de uma UTI.

Pré-requisitos:

Portadores de Diploma de Graduação em Enfermagem, reconhecido pelo MEC.

Público Alvo:

Enfermeiros.


COORDENADOR

Rennan Martins Ribeiro

Rennan Martins Ribeiro

Ver Currículo


PROFESSOR


icone do twitter