facebook pixel code

Já ouviu falar sobre o sistema 996? Na China, tal ritmo de trabalho anda transformando a vida de funcionários do setor de tecnologia em uma loucura

Sabe aquele momento no qual, depois de um dia inteirinho de trabalho, você se levanta da cadeira – feliz – para encerrar seu expediente do dia e ir para casa descansar e ouve um (a) colega dizer “mas...já?”. Ou então quando, no mesmo tom de piadinha, alguém te pergunta o que você faz, afinal, da meia-noite às seis, que não pode acumular mais trabalho por fazer?

Já ouviu falar sobre o sistema 996? Na China, tal ritmo de trabalho anda transformando a vida de funcionários do setor de tecnologia em uma loucura

14

MAI

Vêm várias respostas à cabeça, não vêm? Pode confessar!

E você só dá um sorrisinho amarelo e se retira porque, se disser o que está pensando, vai rolar uma justa causa...

É, não é fácil. Quando foi mesmo que o necessário – e merecido – descanso virou sinônimo de pouco comprometimento? Não sabemos...

Enfim, mas – infelizmente – ainda há partes do mundo nas quais o lema é trabalhar, trabalhar e trabalhar. Em todas as horas do dia. Dias a fio se necessário. Sem ir para casa.

Oi?

Isso mesmo. Na China, por mais rebelde que você fosse, se trabalhasse – especialmente – no setor tecnológico, muito provavelmente já teria sido obrigado (a) a se adequar a um sistema de trabalho que atende por três números: 996.

O sistema 996 rege a vida de trabalho de muitos engenheiros, programadores, desenvolvedores de videogames e outros profissionais de informática chineses.

Mas o que vem a ser exatamente este sistema?

Simplificando bastante, é igual a enfrentar jornada de trabalho que vai das nove da manhã às nove da noite, seis dias por semana (996), ganhando mal e sentindo-se – de acordo com a definição de alguns – “como um hamster fazendo uma roda girar”.

É um ritmo que lembra muito o de uma linha montagem.

Fato é que, na China, o esforço é estimulado e o descanso é visto como luxo.

Menos mal que o ritmo desumano do 996 despertou atenção e originou uma espécie de “lista negra” de empresas locais que submetem seus funcionários a tal sistema de trabalho.

E a tal lista, de forma anônima, viralizou. Foi parar até no Weibo, o equivalente chinês do Twitter. Na referida rede social, a hashtag #996 já conta com mais de 15 milhões de visualizações.

Quem está nesta lista, traduzida para 20 idiomas e que inclui quase 140 nomes? Empresas como a plataforma de vendas online Pinduoduo, a gigante dos videogames Tencent e a Bytedance, empresa que está por trás do app de compartilhamento de vídeos TikTok.

Do outro lado estão – claro – os responsáveis por esta cultura corporativa cruel e impensável: os que vivem do trabalho de quem “mora no escritório”, os donos dos negócios.

Jack Ma, fundador do Alibaba, acha que o sistema 996 é "uma enorme benção" para aqueles que desejam o sucesso. E Richard Liu, presidente-executivo da JD.com – uma empresa rival – classifica como "folgados" aqueles que se recusam a trabalhar duramente.

Dá para acreditar nesse absurdo?

Que bom que não estamos na China, não? E...pobres chineses!

A partir disso, ao ouvir – maaaiss uma vez – a tradicional piadinha no momento em que estiver encerrando seu expediente siga dando o seu sorrisinho, reúna seus pertences e vá para o seu descanso diário. Sem medo de ser feliz.

Fim de papo. Até amanhã, amiguinhos! 


[Fonte: Folha Online // Mercado]