facebook pixel code

Data de Início

31/08/2020 - A partir do pagamento e entrega da documentação, o acesso será liberado em até 72 horas após o início do curso.

Carga Horária: 490 h

O curso possui carga horária total de 490 horas, subdivididas em 11 (onze) disciplinas específicas e 02 disciplinas dedicadas a pesquisa, estudos individuais e/ou coletivos. A duração do curso é de 16 meses. 

Pré-requisitos

Portadores de Diploma de Graduação

Investimento

Inscrição: R$ 90,00

Mensalidades:
  • 15 x R$ 350,00

INSCREVA-SE

Educação a Distância - Início do curso: 2° Semestre de 2020

* Forma de pagamento:




APRESENTAÇÃO

Este curso tem sido solicitado há quase cinco anos ao conjunto que faz a equipe, sob a coordenação de Veronique Durand, autora do livro Órfãs de Esperança, um estudo sobre as violências contra a mulher no mundo. Em lugares diversos do atendimento público, verifica-se a necessidade de profissionais que estejam sintonizados com o conjunto de leis, práticas e acolhimentos que tem sido elaborado para que o atendimento a pessoas em situação de violência possa compreender este novo estágio de relacionamento.


OBJETIVOS

  • Atender as pessoas em situação de violências e compreender as violências para melhor combate-las.
  • Preparar os profissionais a lidar com a problemática da violência em geral e mais ainda no contexto de violências domésticas, intrafamiliares e conjugais.
  • Atender, ouvir, orientar, prestar serviços à todas as pessoas em situação de violência, incluindo os autores de violências.
  • Detectar o grau de periculosidade, e prevenir a reincidência.

DISCIPLINAS

DIREITOS HUMANOS - 35H

  • Ementa: Entender a complexidade dos Direitos Humanos;
  • A declaração dos Direitos Humanos e do cidadão de 1789, texto fundamental da revolução francesa e o seu contexto;
  • A declaração universal dos Direitos Humanos de 1948 em Paris, comemorada todo dia 10/12, cujo objetivo era evitar as barbáries das guerras e desenvolver a paz;
  • Os Direitos Humanos hoje: conceito filosófico, político, jurídico e a realidade política e religiosa no mundo.

REAÇÕES DE GÊNERO - 35H

  • Ementa: Entender que gênero é diferente de sexo; abordagem da diversidade sexual.
  • Histórico (USA, Europa e Brasil) e definições;
VIOLÊNCIAS – 35H
  • Ementa: Entender quais são as formas de violência hoje ao nível individual e de grupo;
  • Violência do Estado;
  • Violência Política;
  • Conflitos Armados;
  • Violência Econômica;
  • Cyber Violência, Bullying;
  • Violência Simbólica Violências Interpessoais.
VIOLÊNCIAS CONTRA AS MULHERES NO MUNDO - 35H 
  • Ementa: Apresentar todas as formas de violências contra as mulheres, em nome da cultura;
  • Histórico, analise;
  • A Convenção de Belém do Pará (1994) foi assinada entre outros países, pelo Brasil, no sentido de lutar contra todas as formas de violências contra as mulheres. São elas: mutilações genitais, queimaduras por ácido, casamentos forçados, armas de guerra nos conflitos armados, não acesso à escola, crimes ditos de honra, estupro, estupro coletivo, feticida, trafico doméstico e sexual, prostituição, violência doméstica.
VIOLÊNCIAS DOMÉSTICAS - 35H 
  • Ementa Objetivo: Entender que além de uma violência interpessoal, há um conjunto de comportamentos e mentalidades que permite as violências domésticas. A conscientização e responsabilidade de cada um são fundamentais;
  • O ciclo da violência;
  • A reprodução social;
  • Definição da OMS e na lei Maria da Penha dos tipos de violências;
  • Estatísticas e dados – Mapa da violência, IPEA, Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres.
LEI MARIA DA PENHA - 35H 
  • Ementa: Explicar como e porque foi assinada a lei;
  • Histórico das lutas das mulheres. As precursoras: Olympes de Gouges na revolução francesa, Alexandra Kollontai e a revolução russa (1908);
  • Movimentos feministas dos anos 1960/70 ao nível mundial;
  • Movimento feminista brasileiro: Nísia Floresta, Berta Lutz, Heleieth Saffioti, Rose M Muraro...
  • História de Maria da Penha;
  • Criminalização das violências domésticas, público/privado;
  • A lei 11340/06 do 07 de agosto de 2006, conhecida como Lei Maria da Penha.
AUTORES DE VIOLÊNCIAS - 35H 
  • Ementa: mostrar que as violências contra as mulheres não são só o “problema dela”. É o problema da sociedade como um todo que tolera esses tipos de violência;
  • Quem são esses homens?
  • Porque acompanha-los?
  • Trata-se de uma ferramenta importante, complementar ao acompanhamento de mulheres vítimas, porque previne a reincidência;
  • Educar desde a pequena infância diminuiria consideravelmente as violências que são reprodução da experiência da infância.
POLITICAS PÚBLICAS - 35H
  • Ementa: Apresentar as políticas existentes e como elas funcionam, além de fazer propostas para melhor prevenir as violências;
  • Lei Maria da Penha;
  • Delegacia da Mulher DEAMs;
  • Secretaria da Mulher;
  • Casas-abrigos;
  • A casa da mulher brasileira;
  • Centros de Referências de Atendimento à Mulher – CRAMs;
  • Centro de Referência da Assistente Social – CRAS;
  • Atendimento 180;
  • Juizados especializados e a equipe multidisciplinar;
ÉTICA E GERENCIAMENTO DE CONFLITOS - 35H 
  • Ementa: ir além do preparo técnico e estar pronto para trabalhar com populações em situação de violência;
  • Diferença entre moral e ética;
  • Ética profissional, ética em pesquisa;
  • O que é população vulnerável?
  • Código de deontologia para essas profissões que atendem populações vulneráveis;
  • A empatia;
  • Diferença entre conflito e violência;
  • Cidadania.
ATENDIMENTO ÀS VÍTIMAS DE VIOLÊNCIAS - 35H 
  • Ementa: Preparo profissional de psicólogos (a), assistentes sociais, educador (a);
  • Referência ao código de deontologia de cada um (a);
  • Saber avaliar a gravidade da situação e os riscos para todos. Estar preparado (a) para ouvir, avaliar, analisar, orientar com respeito e não julgar;
  • A escuta ativa;
  • As entrevistas;
  • As dinâmicas e os exemplos de intervenção.
METODOLOGIA DA PESQUISA – 35H
  • Ementa: Introdução aos conceitos básicos da metodologia científica.  A ciência e a produção de conhecimento. Os tipos de pesquisa e os instrumentos de coleta de dados. O projeto de pesquisa. Estilo da redação técnico-científica. Fundamentação teórica na construção do texto. Elementos pré-textuais, textuais e pós-textuais. Citações: conceito, características e tipologia. 
ENFRENTANDO A VIOLÊNCIA NO BRASIL E NO MUNDO: DESAFIOS E AÇÕES - ANÁLISE PRÁTICA. – 35H
  • Ementa: Estudo de caso.
ESTUDO INDIVIDUAL OU EM GRUPO - 70H 
  • Ementa: Estudo individual ou em grupo, visando o aperfeiçoamento de questões teóricas metodológicas relacionadas ao currículo.


PÚBLICO-ALVO

Portadores de Diplomas de Graduação em áreas diversas, desde ciências sociais e humanas, ao direito e cursos diversos da área de saúde.

  • Profissionais da saúde pública, principalmente enfermeiros(as) e médicos (as) atendendo nas urgências dos hospitais;
  • Profissionais da policia civil e militar, quem trabalham nas patrulhas, os atendentes na Delegacia, as Delegadas;
  • Profissionais de Justiça, os funcionários quem atendem nas Secretarias, os(as) promotores, os (as) advogados(as), os(as) Juiz(a)s;
  • Funcionários(as) dos presídios que recebem os autores de violências domésticas;
  • Professores das escolas primarias e segundarias que são os(as) primeiros(as) a poder identificar uma criança em situação de violência;
  • Professores das Universidades, que conhecem as violências de gênero, principalmente em relação às populações homossexuais, a transgêneros.

COORDENADOR

Véronique Marie Madeleine Durand

Coordenador

Possui Mestrado em Língua, literatura e civilização estrangeiras - Université de Rennes II (1985), Mestrado em Etnologia - Université Paris 7 (1987)D.E.A do Institut des Hautes Etudes sur l'Amérique Latine e Doutorado em Estudo das sociedades latino americanas - Université Sorbonne Nouvelle - Paris 3 (1993). Tem experiência na área de Antropologia, com ênfase em Antropologia Urbana. Expertisa geográfica : Brasil, França, Maghreb, Índia, Cambodja, Bangladesh. Expertisa teórica : família, gênero, violências contra as mulheres, violências conjugais, prostituição, exclusão social, intercultural.

PROFESSOR

MARIA ESTHER DE ARAUJO

MESTRE

Formada em Fonoaudiologia; Mestra em Gestão Ambiental (UNESA) com linha de pesquisa em Educação e Saúde; Especialista em Audiologia pelo Conselho Federal de Fonoaudiologia, possui Pós-Graduação em Saúde da Família (UCAM), em Gestão de EaD (UFJF) e em Docência do Ensino Superior (UCAM); Qualificada profissionalmente em Saúde Pública na área de Saúde do Trabalhador (FIOCRUZ); Atua no planejamento e gestão de cursos de graduação e pós-graduação, tanto na modalidade a distância (EaD) quanto presencial, bem como na elaboração de material didático-pedagógico; Docente, atua em disciplinas teóricas e práticas, além da Orientação de TCC, tanto na graduação quanto na pós-graduação; Atuou em projetos relevantes, desenvolvidos pela UERJ (NUSEG e CEPUERJ), destacando-se a Coordenação Operacional no Programa de Despoluição da Baía de Guanabara, no segmento Educação - Formação de Professores.


DÚVIDAS FREQUENTES

Como é a Pós-Graduação EaD da UniRedentor?

Um curso de excelência, desenvolvido e coordenado por profissionais de destaque, ensinando a você o que realmente importa para destacar-se no mercado de trabalho. 


É assim a Pós-graduação da UniRedentor.

Como o curso é organizado?

O curso conta com 11 (onze) disciplinas específicas, abordando os temas mais relevantes da área, de forma direta e aplicada, e 02 (duas) disciplinas dedicadas a pesquisa, estudos individuais e/ou coletivos, complementando a formação do aluno.


Cada disciplina tem uma carga horária específica, com uma duração de 05 (cinco) semanas, que deverão ser concluídas em 16 (dezesseis) meses. Entre uma disciplina ou modulo você terá um intervalo de 01 (uma) semana para concluir as atividades pendentes ou relaxar, se estiver tudo em dia. Este calendário estará disponível no início do curso.

Como é a plataforma de ensino?

Nossa plataforma de estudos e uma das mais avançadas do mundo, chamada Black Board (Bb). Esta plataforma é utilizada por importantes instituições de ensino, empresas e até mesmo pelas Academias Militares Americanas e Europeias. Dessa forma, oferecemos o que há de mais moderno e atual aos nossos alunos, que poderão estudar acessando o ambiente do seu computador, tablet e até mesmo no seu smartphone. Na plataforma todos os vídeos, textos e exercícios estarão disponíveis até a conclusão do curso.

Como acontece a disciplina?

As disciplinas contam com videoaulas dinâmicas, gravadas em sequência, para serem assistidas de acordo coma sua disponibilidade, seguindo o calendário estabelecido pela disciplina. Além disso, você terá acesso a artigos científicos e bibliotecas digitais que fornecem material de estudo completar à sua formação. 


Em cada disciplina você terá exercícios avaliativos e vai interagir com os mesmos professores que gravaram as videoaulas. Eles estarão disponíveis para atender as suas dúvidas e participar de fóruns de discussão sobre temas do dia a dia profissional.

Como serão as Avaliações?

As avaliações são divididas em 02 (dois) grupos. As atividades online, feitas na plataforma, valendo 4,0 (quatro) pontos e a avaliação presencial, valendo 6,0 (seis) pontos, totalizando 10,0 (dez) pontos por disciplina. Para ser aprovado você deve alcançar um total de 7,0 (sete) pontos por disciplina.


As avaliações presenciais podem ocorrer em 02 (dois) momentos (datas diferentes) do curso ou em 01 (um) momento (única data), fica a sua escolha, ou seja, 02 (duas) avaliações presenciais (a primeira na conclusão da 5ª disciplina específica e a segunda na conclusão da última disciplina específica) ou (a primeira e a segunda na conclusão da última disciplina específica). Ambas deverão ser agendadas com nossa secretaria e devem ser realizadas no polo mais perto de você. 


Nos casos de reprovação em alguma disciplina, a prova final será online.

Onde são os polos?

Abaixo segue uma lista das possíveis cidades que você poderá escolher para realizar os encontros presenciais obrigatórios.


Estado / Cidade


- Bahia - Salvador

- Distrito Federal- Brasília

- Minas Gerais - Belo Horizonte / Juiz de Fora

- Paraná - Curitiba

- Pernambuco - Recife

- Rio de Janeiro - Campos dos Goytacazes / Itaperuna / Paraíba do Sul / Rio de Janeiro / Queimados

- Rio Grande do Sul - Porto Alegre

- São Paulo - São Paulo


As cidades podem ser alteradas no decorrer do curso e, por este motivo, deve-se confirmar no ato do agendamento o local, dia e horário disponíveis.

Quais documentos para a matrícula?

Após a inscrição no site, o aluno fará upload pelo portal de matrícula ou poderá enviar no e-mail pos.atendimento@redentor.edu.br os seguintes documentos:

- Diploma de graduação (frente e verso)

- Carteira de Identidade (frente e verso);

- CPF;

- 01 foto 3x4;

- Certidão civil (nascimento ou casamento)

- Título de eleitor com o comprovante de votação

- Comprovante de Residência;

- Certificado de Reservista (sexo masculino)


- CRM (somente para cursos de medicina)