Carga Horária: 490 h

O curso possui carga horária total de 490 horas, subdivididas em 11 (onze) disciplinas específicas e 02 (duas) disciplinas dedicadas a pesquisa, estudos individuais e/ou coletivos. A duração mínima do curso é de 16 meses.

Pré-requisitos

Portadores de diploma de Graduação em Fisioterapia, reconhecido pelo MEC.

Investimento

Mensalidades:



APRESENTAÇÃO

    O câncer constitui-se em um dos maiores problemas de saúde pública no Brasil e no mundo. As estratégias de controle do câncer envolvem todas as categorias profissionais, sendo o fisioterapeuta também responsável pelas ações de promoção a saúde, prevenção e detecção precoce do câncer, atuando ainda em todas as etapas do tratamento oncológico e nos cuidados paliativos.  
    O fisioterapeuta com especialização acadêmica na área de oncologia precisa de um amplo conhecimento da atuação da fisioterapia nas alterações resultantes do câncer, do seu tratamento e de sua evolução, colaborando dessa forma para a prevenção, diagnóstico, tratamento, recuperação e reabilitação desses pacientes. 
    Portanto, a inserção do fisioterapeuta em todas as ações de controle do câncer é fundamental na redução da incidência, morbidade e mortalidade causada de forma direta ou indireta pelo câncer e/ou sua evolução. 
    Assim, a fisioterapia em oncologia é uma área bastante promissora e em grande desenvolvimento no Brasil. O mercado de trabalho, tanto público como privado, encontra-se ávido por profissionais especializados e preparados para atuar nas diferentes situações que abrangem o paciente oncológico, minimizando o impacto dessa doença na saúde da população.

OBJETIVOS

Discutir a atuação do fisioterapeuta na atenção ao paciente oncológico, em todos os níveis de atenção (primária, secundária e terciária) e nas diferentes modalidades de atendimento, visando capacitar o profissional com base na evidência científica atual e nos preceitos éticos e do sistema de saúde vigente.


DISCIPLINAS

  • ASPECTOS BÁSICOS E MULTIDISCIPLINARES EM ONCOLOGIA – 35H

Princípios de carcinogênese e evolução tumoral, Epidemiologia, níveis de prevenção, políticas públicas de saúde e fisioterapia, Aspectos psicológicos e relação interpessoal em oncologia, Aspectos nutricionais em oncologia, Emergências em oncologia.

  • FISIOTERAPIA NO CÂNCER DA MAMA – 35H

Epidemiologia e níveis de prevenção, Fisioterapia no tratamento sistêmico, Fisioterapia no pré e pós-operatório, Fisioterapia nas principais complicações cirúrgicas, Fisioterapia no linfedema de membro superior.

  • FISIOTERAPIA NO CÂNCER DO TRATO GASTROINTESTINAL E TÓRAX – 35H

Aspectos epidemiológicos e fatores de risco dos tipos de câncer no trato gastrointestinal e torácicos mais incidentes; Revisão anatomofisiológica; Apresentação dos principais tratamentos oncológico e cirúrgico; Reações adversas no tratamento oncológico; Complicações inerentes às intervenções cirúrgicas; Atuação do Fisioterapeuta no pré e pós-operatório na cirurgia abdominal alta e baixa (paciente crítico, hospitalar e ambulatorial); Abordagem educacional nos níveis de prevenção (primário, secundário e terciário).

  • FISIOTERAPIA NOS TUMORES ÓSSEOS E DO SISTEMA CONECTIVO – 35H

Epidemiologia, apresentação clínica e tratamento dos tumores mais frequentes do tecido ósseo e conectivo: sarcomas ósseos e de partes moles; carcinomas e melanomas cutâneos; metástases ósseas. Estratégias e recursos de fisioterapia relacionados às cirurgias conservadoras, amputações, radioterapia e/ou quimioterapia.

  • FISIOTERAPIA EM ONCO-HEMATOLOGIA E NO TRANSPLANTE DE CÉLULAS TRONCO-HEMATOPOÉTICAS – 35H

Incidência, fatores de risco, diagnóstico, estadiamento e tratamento das doenças onco-hematológicas; critérios clínicos e prognósticos indicativos para o transplante de células tronco hematopoiéticas (TCTH); atuação do fisioterapeuta nas diferentes fases e modalidades de TCTH; atuação do fisioterapeuta na doença do enxerto contra o hospedeiro aguda e crônica.

  • FISIOTERAPIA NOS TUMORES UROGINECOLÓGICOS E PROCTOLÓGICOS – 35H

Epidemiologia dos tumores urológicos e proctológicos; tratamento sistêmico e loco-regional dos tumores urológicos e proctológicos; complicações do tratamento oncológico; abordagem fisioterapêutica do paciente com câncer urológicos e proctológicos nas diversas fases do tratamento e no seguimento.

  • FISIOTERAPIA NOS TUMORES PEDIÁTRICOS – 35H

Incidência de câncer na população infanto-juvenil; principais diferenças do câncer infanto-juvenil em comparação com a população adulta; particularidades do tratamento oncológico na infância; avaliação fisioterapêutica do paciente oncológico pediátrico; prevenção e tratamento fisioterapêutico das complicações relacionadas ao câncer na infância e adolescência; prescrição de órteses e próteses em pacientes oncológicos infanto-juvenis; fisioterapia nos efeitos tardios e sequelas e longo prazo na população pediátrica submetida a tratamento oncológico; atuação do fisioterapeuta no cuidado paliativo em pediatria.

  • FISIOTERAPIA NO CÂNCER DE CABEÇA E PESCOÇO – 35H

Epidemiologia, fatores de risco, quadro clínico e tratamento oncológico dos tumores de cabeça e pescoço. Atuação fisioterapêutica: avaliação e tratamento das principais complicações do tratamento clínico e cirúrgico do câncer de cabeça e pescoço.

  • FISIOTERAPIA EM CTI E UNIDADE PÓS-OPERATÓRIA EM ONCOLOGIA – 35H

O perfil do paciente crítico oncológico; Critérios para admissão do paciente oncológico na UTI; Definição dos objetivos terapêuticos ou paliativos na UTI; Mortalidade de pacientes críticos oncológicos x não oncológicos; Admissões cirúrgicas e clínicas na UTI oncológica: características e prognóstico; Imunossupressão provocada pelo câncer; Insuficiência respiratória e sepse no paciente com câncer; Complicações pulmonares frequentes em pacientes oncológicos; Estratégias de ventilação mecânica aplicadas ao paciente com tumores sólidos e neoplasias hematológicas: ventilação mecânica invasiva (VMI) versus não invasiva (VNI); resultados clínicos, protocolos frequentemente utilizados; preditores de falha na aplicação de VNI; Efeitos da imobilidade em pacientes oncológicos e não oncológicos na UTI; Métodos para avaliação musculoesquelética e de funcionalidade na UTI; Critérios de segurança para a mobilização do paciente crítico; Protocolos para mobilização do paciente crítico.

  • FISIOTERAPIA NOS TUMORES DO SISTEMA NERVOSO CENTRAL – 35H

Aspectos gerais dos tumores primários e metastáticos que acometem o sistema nervoso central; sinais e sintomas prioritários apresentados por pacientes com diagnóstico neuro-oncológico; formas de tratamento clínico e cirúrgico propostos; tratamento fisioterapêutico considerando os efeitos da doença e do tratamento específico.

  • FISIOTERAPIA EM ONCOLOGIA: “TÓPICOS ESPECIAIS”: Cuidados Paliativos, Eletrotermofototerapia, Fisioterapia Dermato – 35H

Funcional e Fisioterapia Integrativa em Oncologia Eletrotermofototerapia em Oncologia, Fisioterapia Dermato-Funcional em Oncologia, Fisioterapia Integrativa em Oncologia, Cuidados paliativos em oncologia, Fisioterapia em Oncologia Baseada em Evidências.

  • METODOLOGIA DA PESQUISA – 35H

Introdução aos conceitos básicos da metodologia científica. A ciência e a produção de conhecimento. Os tipos de pesquisa e os instrumentos de coleta de dados. O projeto de pesquisa. Estilo da redação técnico-científica. Fundamentação teórica na construção do texto. Elementos pré-textuais, textuais e pós-textuais. Citações: conceito, características e tipologia.

  • TEMPO DE ESTUDO INDIVIDUAL OU EM GRUPO – 70H

Estudo individual ou em grupo, visando o aperfeiçoamento de questões teórico metodológicas relacionadas ao currículo.


PÚBLICO-ALVO

Fisioterapeutas

COORDENADOR

PATRÍCIA VIEIRA FERNANDES

Coordenador

ESPECIALISTA

Especialista em terapia intensiva pela UNESA / Título de Especialista pela ASSOBRAFIR; Coordenadora de Fisioterapia dos hospitais Rios D'Or e Norte D'Or da Rede D'Or/São Luiz, Diretora de Ensino do Grupo InterFISIO.

ANKE BERGMANN

Coordenador

DOUTOR

Doutora em Ciências da Saúde - Epidemiologia pela ENSP/FIOCRUZ.

PROFESSOR

MARIA ESTHER DE ARAUJO

MESTRE

Formada em Fonoaudiologia; Mestra em Gestão Ambiental (UNESA) com linha de pesquisa em Educação e Saúde; Especialista em Audiologia pelo Conselho Federal de Fonoaudiologia, possui Pós-Graduação em Saúde da Família (UCAM), em Gestão de EaD (UFJF) e em Docência do Ensino Superior (UCAM); Qualificada profissionalmente em Saúde Pública na área de Saúde do Trabalhador (FIOCRUZ); Atua no planejamento e gestão de cursos de graduação e pós-graduação, tanto na modalidade a distância (EaD) quanto presencial, bem como na elaboração de material didático-pedagógico; Docente, atua em disciplinas teóricas e práticas, além da Orientação de TCC, tanto na graduação quanto na pós-graduação; Atuou em projetos relevantes, desenvolvidos pela UERJ (NUSEG e CEPUERJ), destacando-se a Coordenação Operacional no Programa de Despoluição da Baía de Guanabara, no segmento Educação - Formação de Professores.

MONICA MARIA PENA QUINTÃO

DOUTOR

Doutora em Ciências Cardiovasculares (UFF)

RENATA MARQUES MARCHON

ESPECIALISTA

Especialista em Fisioterapia Oncológica pelo COFFITO.

IRIS CHRISTINE BORGES BARROS

MESTRE

Mestre em Avaliação de Sistemas, Programas e Instituições pela FUNDAÇÃO CESGRANRIO.

KAROLINE CAMARGO BRAGANTE

MESTRE

Mestre em Ciências da Saúde pela UFCSPA.

LILIANA YU TSAI

MESTRE

Mestre em Reabilitação (UNIFESP)

MIRELLA DIAS

DOUTOR

Doutora em Ciências Médicas pela UFSC.

SAMANTHA KARLLA LOPES DE ALMEIDA RIZZI

MESTRE

Mestre em Medicina - Ginecologia (UNIFESP)

ELLEN PROTZNER MORBECK

ESPECIALISTA

Especialista em Fisioterapia em Cuidados Paliativos (Instituto Sírio-Libanês de Ensino e Pesquisa)