facebook pixel code

Enfermagem Obstétrica

Pós-Graduação Carga Horária: 360 h Modalidade: Presencial

Área de Conhecimento: Enfermagem

Apresentação:

Promover a capacitação do enfermeiro para a assistência especializada nos serviços de atenção à Saúde da Mulher, qualificando-o para a prestação de cuidados fundamentados em princípios técnicos e científicos, facilitando o desenvolvimento destas ações em hospitais, postos de saúde, ambulatórios, e outros de assistência à mulher. Ministério da Saúde instituiu o Programa de Humanização no Pré-Natal e Nascimento (PHPN), que apresenta em sua formulação os seguintes objetivos: reduzir as altas taxas de morbimortalidade materna e perinatal, ampliar o acesso ao pré-natal, estabelecer critérios para qualificar as consultas e promover o vínculo entre a assistência ambulatorial e o parto. Como resultado de diversos conceitos e atitudes favoráveis à valorização do parto normal e propondo soluções mais humanizadas aos ambientes altamente medicalizados, os quais respondem por representativa prevalência na atenção obstétrica, o Ministério da Saúde vem enfatizando e valorizando a implantação de edificações com estruturas prediais simplificadas, sob o aspecto da complexidade tecnológica da sua engenharia construtiva e funcional. Dentre os modelos desenvolvidos e propostos, destaca-se a maternidade simplificada, formalmente denominada Centro de Parto Normal (CPN). Os Centros de Parto Normal foram formalmente criados através da publicação de uma Resolução do Ministério da Saúde (Portaria nº 985, de 5 de agosto de 1999), que estabeleceu os parâmetros legais para sua implantação. Tal formalização propunha-se a atender à urgente necessidade de redução dos óbitos maternos por causas evitáveis, compatibilizada com a universalização de garantia do acesso ao parto em serviços de saúde e a expansão dessa cobertura. Neste contexto, a gestante precisa ser acompanhada sistematicamente durante a sua evolução, com o objetivo de atender as suas necessidades, obtendo melhores resultados sobre a sua saúde. Para tanto, tem-se a assistência pré-natal que busca prevenir e/ou tratar as intercorrências que por um acaso possam ocorrer durante a gestação, procurando preservar a saúde e o bem estar tanto da mãe quanto do feto. A Enfermagem se insere neste âmbito por ser uma ciência e arte de assistir o ser humano no atendimento de suas necessidades básicas, de torná-lo independente desta assistência quando possível, pelo ensino do auto cuidado, de recuperar, manter e promover a saúde em colaboração com os outros profissionais. Assim sendo, pode-se perceber que o papel do enfermeiro está além do cuidar de sinais e sintomas físicos apresentados pelo paciente, mas sim de identificar os problemas e assistir o indivíduo em sua plenitude, visando suprir as necessidades básicas da paciente, procurando avaliar a assistência prestada para garantir a eficácia do trabalho.

Disciplinas:

PATOLOGIA OBSTÉTRICA - 30h
OBSTETRÍCIA FUNDAMENTAL - 50h
GESTÃO EM INSTITUIÇÃO DE SAÚDE MATERNO INFANTIL - 20h
ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM GINECOLÓGICA - 20h
ENSINO CLINICO PRÁTICO - 100h
ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM EM REPRODUÇÃO HUMANA ASSISTIDA - 20h
NUTRIÇÃO NA GESTAÇÃO - 20h
FILOSOFIA APLICADA A ENFERMAGEM - 20h
METODOLOGIA DA PESQUISA - 40h
ASSISTÊNCIA ENFERMAGEM AO PRÉ NATAL - 20h
ASSISTÊNCIA ENFERMAGEM SAÚDE DA MULHER - POLÍTICAS DE SAÚDE - 20h

Pré-requisitos:

ENSINO SUPERIOR COMPLETO

Público Alvo:

Enfermeiros portadores de diploma em enfermagem.


COORDENADOR

PROFESSOR