facebook pixel code

Harmonização Estética e Funcional Orofacial

Pós-Graduação Carga Horária: 538 h Modalidade: Presencial

Área de Conhecimento: Odontologia

Apresentação:

Com a atual busca pela excelência na estética no âmbito mundial , muitos profissionais sentem falta da complementação na finalização dos  procedimentos estéticos odontológicos . O curso vem para preencher esta lacuna exigida pelos pacientes e profissionais. O curso se justifica pela necessidade do profissional de Odontologia realizar um tratamento eficaz e completo, não só dentário mas também harmonizando de uma maneira mais completa a face do paciente.

O Conselho Federal de Odontologia (CFO) reconhece como especialidade odontológica por meio da resolução CFO-198/2019 estabelecida no dia 29 de janeiro de 2019. O Conselho Federal de Odontologia considerando o que dispõe o art. 6º, caput e incisos I e VI da Lei nº 5081, de 24 de agosto de 1966, que regula o exercício da Odontologia, bem como o art. 4º, § 6º da Lei nº 12.842 de 10 de julho de 2013, que regula o exercício da medicina. Considerando que o Código de Ética Odontológica dispõe que a Odontologia é uma profissão que se exerce em benefício da saúde do ser humano e da coletividade sem discriminação de qualquer forma ou pretexto e que é dever do cirurgião-dentista manter atualizados os conhecimentos profissionais técnicos, científicos e culturais necessários ao pleno desempenho do exercício profissional e considerando, ainda, a necessidade de regulamentar essa especialidade, em virtude da já existência de cursos de pós-graduação autorizados pelo MEC, em instituições de ensino superior, com o objetivo formar cirurgiões-dentistas especialistas em harmonização orofacial: RESOLVE Art. 1º. Reconhecer a Harmonização Orofacial como especialidade odontológica. Art. 2º.

Definir a Harmonização Orofacial como sendo um conjunto de procedimentos realizados pelo cirurgião-dentista em sua área de atuação, responsáveis pelo equilíbrio estético e funcional da face. Art. 3º. As áreas de competência do cirurgião-dentista especialista em Harmonização Orofacial, incluem: a) praticar todos os atos pertinentes à Odontologia, decorrentes de conhecimentos adquiridos em curso regular ou em cursos de pós-graduação de acordo com a Lei 5.081, art. 6, inciso I; b) fazer uso da toxina botulínica, preenchedores faciais e agregados leucoplaquetários autólogos na região orofacial e em estruturas anexas e afins; c) ter domínio em anatomia aplicada e histofisiologia das áreas de atuação do cirurgião-dentista, bem como da farmacologia e farmacocinética dos materiais relacionados aos procedimentos realizados na Harmonização Orofacial; d) fazer a intradermoterapia e o uso de biomateriais indutores percutâneos de colágeno com o objetivo de harmonizar os terços superior, médio e inferior da face, na região orofacial e estruturas relacionadas anexas e afins; e) realizar procedimentos biofotônicos e/ou laserterapia, na sua área de atuação e em estruturas anexas e afins; e, f) realizar tratamento de lipoplastia facial, através de técnicas químicas, físicas ou mecânicas na região orofacial, técnica cirúrgica de remoção do corpo adiposo de Bichat (técnica de Bichectomia) e técnicas cirúrgicas para a correção dos lábios (liplifting) na sua área de atuação e em estruturas relacionadas anexas e afins. Art. 4º.

Será considerado Especialista em Harmonização Orofacial com direito a inscrição e ao registro nos Conselhos de Odontologia, o cirurgião-dentista que atender ao disposto nesta Resolução. Art. 5º. Serão reconhecidos como cursos de especialização em Harmonização Orofacial os que contenham carga horária mínima de 500 (quinhentas) horas, divididas, no mínimo, 400 (quatrocentas) horas na área de concentração, 50 (cinquenta) horas na área conexa e 50 (cinquenta) horas para disciplinas obrigatórias. § 1º Na área de concentração deverão constar, no mínimo, disciplinas de preenchedores faciais e toxina botulínica, fios orofaciais, lipoplastia facial, agregados leuco-plaquetários autólogos, mesoterapia e indutores percutâneos de colágeno e fototerapia facial. § 2º Na área conexa deverão constar, no mínimo, disciplinas de anatomia de cabeça e pescoço, histofisiologia, anatomia da pele (epiderme, derme e tecido subcutâneo), farmacologia e farmacoterapia. § 3º Na área obrigatória deverão constar, no mínimo, as disciplinas de ética e legislação odontológicas, metodologia científica e bioética. Art. 6º.

O Coordenador do curso de especialização em Harmonização Orofacial deve ser, no mínimo, pós-graduado (stricto sensu) em Odontologia. Art. 7º. O corpo docente da área de concentração deverá ser composto, exclusivamente, por especialistas em Harmonização Orofacial registrados no Conselho Federal de Odontologia. Art. 8º. O Conselho Federal de Odontologia registrará o título de especialista em Harmonização Orofacial exclusivamente obtido por instituições credenciadas pelo Sistema Conselho ou de ensino regulamentadas pelo MEC. Art. 9º. Também terá direito ao registro como especialista em Harmonização Orofacial o cirurgião-dentista que: a) apresente, a qualquer tempo, o certificado de conclusão ou comprove a efetiva coordenação de curso de especialização nesta área iniciado antes da vigência desta norma e regulamentado pelo MEC; b) possuindo especialidade registrada em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial, comprove, em até 180 (cento e oitenta) dias, atuação efetiva em harmonização orofacial nos últimos 5(cinco) anos; c) possuindo qualquer outra especialidade registrada, comprove, em até 180 (cento e oitenta) dias, atuação efetiva nos últimos 5 (cinco) anos e a realização de cursos, que totalizem no mínimo 360 (trezentas e sessenta) horas, e que contenham conteúdos práticos com pacientes na área de preenchedores faciais e toxina botulínica, fios faciais, lipoplastia facial, agregados leuco-plaquetários autólogo, mesoterapia e indutores percutâneos de colágeno e fototerapia facial. Art. 10º. Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação na Imprensa Oficial, revogadas as disposições em contrário. Brasília (DF), 29 de janeiro de 2019. Já que nenhuma instituição do país ensina toxina botulínica, ácido hialurônico, fios de sustentação e outras técnicas em cursos de graduação em odontologia, fica claro que, para ter uma prática legalmente responsável dessas técnicas, o CD deverá fazer um curso de pós-graduação. O que possibilita aos profissionais da região e seu entorno se especializar com técnicas atuais a fim de oferecer ao segmento social opções de tratamento de acordo com as características locais.


Objetivo:

O curso de especialização em harmonização orofacial tem como objetivo geral oferecer aos cirurgiões dentistas uma formação adequada em harmonização orofacial para que possam atuar de forma ética e responsável com produtos e técnicas específicas dentro de seu âmbito de atuação profissional.

O curso é direcionado para integração dente-face observando os aspecto funcionais aliando-os aos estéticos .

Objetivo Geral:

Com técnicas inovadoras na odontologia este visa capacitar o cirurgião dentista a atuar na harmonização facial e terapêutica muscular, proporcionando um planejamento completo e eficaz, atendendo todas as necessidades dos pacientes para um tratamento completo e o sucesso da clínica.

Objetivos específicos:

  • Intensificar o aprendizado de anatomia facial através de atividade laboratorial .
  • Acentuar o aprendizado de fisiologia humana.
  • Capacitar o cirurgião dentista a prescrever e administrar fármacos específicos desta área.
  • Adquirir conhecimento das técnicas contemporâneas de harmonização facial e terapêutica.
  • Dar ênfase especial aos procedimentos clínicos com uma quantidade suficiente de pacientes, a fim de permitir uma segurança profissional nos tratamentos estéticos e terapêuticos.
  • Assimilar os conteúdos de bioética e legislação, metodologia cientifica e primeiros socorros.

Disciplinas:

GESTÃO EM ODONTOLOGIA APLICADA Á HOF

  • Estratégias;
  • Finanças;
  • Administração;
  • Marketing.


ANATOMIA DESCRITIVA DA FACE

  • Sistema Esquelético;
  • Sistema Muscular;
  • Vascularização;
  • Inervação;
  • Articulação Temporomandibular;
  • Relações Anatômicas com Estruturas Nobres da Face;
  • Equilíbrio Estético Funcional.


ANATOMIA E HISTOFISIOLOGIA DA PELE

  • Anatomia da Pele;
  • Histologia da Pele;
  • Fisiologia da Pele;
  • Envelhecimento Facial;
  • Smas;
  • Relações Anatômicas com Estruturas Nobres da Face.


TOXINA BOTULÍNICA TIPO A

  • Histórico;
  • Mecanismo de Ação;
  • Indicações;
  • Princípio Ativo;
  • Farmacocinética;
  • Apresentação Comercial;
  • Reconstituição;
  • Planejamento com Marcação dos Pontos de Aplicação;
  • Técnica De Aplicação;
  • Orientações;
  • Intercorrências E Protocolos De Conduta;
  • Uso Funcional Da Toxina Botulínica.

- Dtm.

- Assimetrias Faciais por Paralisia.

- Bruxismo / Apertamento.

- Sorriso Gengival.

- Associação de Cefaléia e Dtm.


PREENCHIMENTO FACIAL COM ÁCIDO HIALURÔNICO

    • Histórico;
    • Visagismo;
    • Composição dos Materiais;
    • Indicações;
    • Planejamento;
    • Técnicas de Preenchimento por Região (Temporal, Malar, Nariz, Lábios , Goteira Lacrimal , Mento , Mandíbula);
    • Orientações;
    • Intercorrências e  Protocolos de Condutas;
    • Prática em Pacientes.

    MODULAÇÃO HORMONAL NA HOF E OZONIOTERAPIA

    • Fisiologia Hormonal;
    • Introdução em Modulação Hormonal;
    • Hormônios Relacionados ao Envelhecimento;
    • Nutracêuticos;
    • Minerais;
    • Vitaminas;
    • Análise de Exames Laboratoriais;
    • Ozonioterapia.

    VENOPUNÇÃO E FIBRINA LEUCOPLAQUETÁRIA AUTÓLOGA

    • Componentes do Sangue;
    • Plaquetas Estrutura e Fisiologia;
    • Fatores de Crescimento Plaquetários;
    • Aplicações Terapêuticas do PRP;
    • Estrutura da Pele;
    • Envelhecimento da Pele;
    • Preparação Paciente;
    • Venopunção;
    • Centrifugação;
    • Separação PRP;
    • Ativação;
    • Aplicação intradérmica, dérmica e Microagulhamentos;
    • Prática em Pacientes.

    BICHECTOMIA

    • Definição da Remoção da Bola de Bichat;
    • Histórico da Técnica;
    • Planejamento e Diagnósticos Diferenciais;
    • Legislação;
    • Indicações e Contraindicações Estético-Funcionais;
    • Anatomia Orofacial Relacionada à Cirurgia de Bichectomia;
    • Anamnese e Exame intra-oral e extra-oral;
    • Medicação pré-operatória e pós-operatória;
    • Técnica Anestésica;
    • Diferentes técnicas cirúrgicas para a remoção da bola de Bichat;
    • Resultados das Bichectomias com o tempo;

    FIOS OROFACIAIS

    • Conceito;
    • Tipos de fios;
    • Considerações técnicas;
    • Indicações e contraindicações;
    • Seleção de Paciente;
    • Instrumental;
    • Marcação Facial;
    • Técnica de Aplicação;
    • Cuidados pós-procedimento;
    • Termo de Consentimento;
    • Recomendações pré e pós operatórias;
    • Prescrição medicamentosa;
    • Tratamento de Intercorrências;
    • Atendimento a pacientes;
    • Acompanhamento e manutenção dos resultados pós Lifting (PDOs);
    • Fios PDO Lisos;
    • Fios PDO Espiculados;
    • Fios Definitivos;
    • Fios Silhouette;
    ;
    BIOESTIMULADORES DE COLÁGENO I

    • Introdução ao Diagnostico Facial da Pele, Cosmetologia In & Out Aplicadas ao Gerenciamento Cutâneo;
    • Prescrição Cosmética e  Peelings;
    • Diagnostico Óptico;
    • Peelings Químicos;
    • Cosmetologia Oral-Nutricosméticos E Nutraceuticos;
    • Prescrição Cosmética.

    BIOESTIMULADORES DE COLÁGENO II

    • Bioestimuladores de colágeno;
    • Gerenciamento de resultados e intercorrencias;
    • Laserterapia e Ledterapia;
    • Microagulhamento;
    • Intradermoterapia.

    BIOESTIMULADORES FACIAIS

    • Indicações de Bioestimuladores e Preenchedores Faciais:

    - Radiesse.

    - Sculptra.

    - Ellanse.

    • Técnicas de Aplicação:

    - Intercorrências e Protocolos de Conduta.

    - Atendimento a Pacientes.


    LIP LIFT

    • Indicações;
    • Técnica Cirúrgica;
    • Orientações Pós Operatórias.

    LIPO ENZIMÁTICA E LIPO MECÂNICA DE PAPADA

    • Anatomia da Área de Lipoaspiração;
    • Indicações de Lipo Enzimática e Mecânica de Papada;
    • Técnicas de Aplicação do Ácido Deoxicólico na Lipo Enimática;
    • Técnica Cirúrgica de Lipo Mecânica de Papada;
    • Cuidados Pós Operatórios;
    • Prática em Pacientes.

    ATUALIDADES EM DOR OROFACIAL E DTM

    • Disfunções Temporomandibulares;
    • Dores Orofaciais;
    • Classificação das DTM;
    • Critérios Diagnósticosda DDTM / DOF;
    • Técnica de Viscossuplementação da ATM.

    DTM articular: fatores de risco e diagnóstico do deslocamento do disco com e sem redução e das doenças degenerativas.

    • Tratamento e controle das desordens articulares baseados em evidencia;
    • Diagnóstico por imagem (tomografia e ressonância magnética) dos problemas articulares.

    VISCOSSUPLEMENTAÇÃO: indicação, técnica de aplicação e tipo de ácido hialurônico utilizado.

    • Protocolo baseado em evidência;
    • Mecanismo de ação do ácido hialurônico nas articulações;
    • Hands on de viscossuplementação e atendimento.


    BIOÉTICA, ÉTICA E LEGISLAÇÃO ODONTOLÓGICA.

    • Bioética Na Odontologia;
    • Ética E Legislação Na Odontologia;

    - Noções fundamentais de ética: conceitos e distinções fundamentais: ética, moral, bioética, ética aplicada, normas éticas

    e outras normas, ética normativa e meta e esboço de teorias correspondentes; o conhecimento científico e a sabedoria

    ética.

    - Especificidade da bioética: conceituação; histórico; âmbito de atuação; articulação com a ética, a deontologia e o direito;

    origem e desenvolvimento da bioética no marco da filosofia e da ciência; direitos do paciente; direitos humanos e

    bioética.

    - As soluções Bioéticas para questões e temas específicos: o uso de animais; transplantes de órgãos; clonagem; pesquisas

    genéticas; responsabilidade civil, penal e administrativa da equipe de saúde, qualidade de vida, a relação odontólogopaciente.


    PREENCHIMENTO FACIAL AVANÇADO

    • Técnicas Avançadas de Preenchimento Facial com Ácido Hialurônico;
    • Seleção do Preenchedor;
    • Técnicas Anestésicas;
    • Definição de Áreas e Volumização;
    • Recomendações e Prescrições Pré e Pós Operatórias;
    • Intercorrências e Protocolo de Condutas;
    • Atendimento a Pacientes.


    FARMACOLOGIA APLICADA À HOF

    • Farmacologia Aplicada aos Procedimentos de Harmonização Orofacial;
    • Terapias de Conduta Diante às Intercorrências;
    • Protocolos de Tratamentos Medicamentosos.


    METODOLOGIA CIENTÍFICA

    O método científico:

    • Explicação científica;
    • A pesquisa científica;
    • Elaboração de um trabalho científico;
    • Apresentação dos resultados.

    Pré-requisitos:

    Ensino Superior Completo

    Público Alvo:

    Graduados em Odontologia . Cirurgiões dentistas, que tenham interesse em adquirir conhecimentos específicos para diagnosticar, planejar e executar procedimentos de harmonização facial e inovações tecnológicas da área. O curso visa também a formação profissionais com espírito de pesquisa e visão crítica do tema.


    COORDENADOR

    PROFESSOR


    icone do twitter